Sobre esse tal "padrão de resposta"

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Alguém já viu um "padrão de resposta" ser publicado antes? Em algum concurso? Em algum concurso promovido pelo Cespe?

Eu nunca vi.

E nunca vi porque simplesmente não existe. Nunca em concurso algum fato semelhante ocorreu. O que existe, e que todo mundo conhece, se chama gabarito, e é publicado sempre DEPOIS do resultado oficial, em qualquer concurso. Nunca vi isso acontecer antes. Alguém viu? Onde e quando?

O gabarito do Cespe tem nome e forma: se chama espelho, e sempre foi publicado no dia seguinte ao da divulgação do resultado da 2ª fase. Clique no link abaixo e veja como é um espelho do Cespe:


Eis a grande pergunta: Como um material que tem toda a aparência de ser direcionado EXCLUSIVAMENTE para a orientação da banca corretora cai na internet? Deveria ser um documento interno. Por um acaso, deixou de ser.

Detalhe básico: NÃO TEM PREVISÃO NO EDITAL.

Se não tem previsão no edital, por que ele foi elaborado e inserido no sistema de informática do Cespe? Quem estava esperando por ele? Não os candidatos, por certo. Nunca ninguém, nem candidatos e nem professores envolvidos com o Exame da OAB imaginariam que esse padrão de resposta existisse. Ninguém esperava por ele.

Como ele foi publicado por engano?

Se houve engano, se um material inédito no mundo dos processos seletivos, ao menos para os candidatos, saiu das mãos da banca corretora (supostamente elaborado apenas para ela) e foi parar no sistema de informática, POR ENGANO, quem garante que o sigilo do gabarito não foi violado antes desse vazamento?

Quando, por quem e com que propósito esse material foi elaborado? A quem ele era destinado? Quando e quem permitiu que esse material caísse na internet? Quem é responsável pelo erro? O responsável pelo erro poderia ter acesso a esse material?

Está na hora do Cespe e da OAB justificarem essa história.

Justificarem formalmente.

132 comentários:

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:20  

Dr. Maurício, muito estranho o modo como este "espelho" foi escrito - dirigido para os examinadores, já conhecendo o que os candidatos haviam colocado na prova. Veja essa passagem, por exemplo: "Em algumas situações, o examinando apresentou uma reclamação trabalhista cumulada com consignação em
pagamento. Nesses casos, o avaliador deverá analisar a peça e atribuir a nota adequada, considerando que,
apesar de nominar a peça como reclamação, formulou pedido de consignação." Ou seja, fazer um espelho dia 5/11, tantos dias depois da prova é, no minimo, suspeito. Alguém se beneficia com isso... ESPELHO DEVERIA EXISTIR ANTES DA PROVA E NÃO DEPOIS DELA! Observe tb que há questões que não foram tratadas: baixa na CTPS e quais valores a serem consignados. Talvez, nem eles saibam até agora...

Marilia,  13 de novembro de 2009 00:20  

Isso é uma P-A-L-H-A-Ç-A-D-A! Estão brincando com os bacharéis!! Sério mesmo, tô quase tendo um ataque! Já bastava os manifestos, as discussões, as dúvidas e agora vem a CESPE com tanta palhaçada!!

Marilia,  13 de novembro de 2009 00:21  

Isso é uma P-A-L-H-A-Ç-A-D-A! Estão brincando com os bacharéis!! Sério mesmo, tô quase tendo um ataque! Já bastava os manifestos, as discussões, as dúvidas e agora vem a CESPE com tanta palhaçada!!

Geazi 13 de novembro de 2009 00:22  

NAO TEM TB NO EDITAL Q AS PROVAS SERIAM CORRIGIDAS POR ADVOGADOS DOS ESTADOS

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:22  

boaaaaaa Dr. Mauricio, o que nós mais queremos nesse momento são explicações por parte da cespe e oab.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:23  

Tenho quase que certeza que estão querendo "tampar o sol com uma peneira". Isso nunca se viu antes. Tá na cara que houve fraude e precisamos denunciar isso na mídia. Estudei por longos 40 dias, só para a segunda fase, e me dói saber que outras pessoas já tinham o GABARITO DA PROVA!!! QUE DROGA É ESSA DE JUSTIÇA???

leonardo 13 de novembro de 2009 00:24  

isso se chama sacanagem a cespe comprou a globo pra abafar o vazamento do gabarito e fazer ainda mais os examinandos de palhaços...eles tenham a creteza de uma coisa agora mais do que nunca nossas reivindicações tem sentido e força...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:25  

Falou e disse, Dr.

Parabéns, mais uma vez!

Muitas dessas perguntas fiquei fazendo a mim mesma...

Espero que esta questão seja resolvida tão breve e acabe logo com a angústia de tanta gente.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:27  

Cabe perguntar quem é ana maria pereira cujo o nome consta nos arquivos ditos "padrão de resposta". custava acreditar que iriam anular a peça de trabalho após as divergências ocorridas, mas agora estou convencido que a lisura do prova foi manchada, é necessário explicações da CESPE!!!!!!!!

Mandy Nobre 13 de novembro de 2009 00:27  

Falou e disse!

Tudo o que vc escreveu reflete o que eu estou pensando agora, Maurício!

Abraços!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:31  

OAB E CESPE, POR FAVOR, SE PRONUNCIEM FORMALMENTE SOBRE O CASO... OS BACHAREIS DE TODO O BRASIL AGUARDAM ANSIOSAMENTE UMA POSIÇÃO DE VCS.... SAIAMMMM DA TOCAAA

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:31  

O problema é como obter essas respostas. A justiça é cega, o CESPE é surdo e a OAB é muda.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:33  

Dr. Maurício,
Sua competência, seu senso de justiça e sua coerência em todos os seus artigos chegam a me comover diante de tanta sujeira por parte da instituição que representa os advogados no Brasil.

A verdade é que a seriedade e a lisura com que devem ser tratados todos os assuntos relacionados ao Exame de Ordem impõem o cancelamento dessa prova OAB 2009.2!!!

Luciane 13 de novembro de 2009 00:33  

Dr. Mauricio! Com a desordem da última prova, nada mais me surpreende, nem o fato de eles pedirem (na peça de penal) para que pedissemos a prisão do réu; onde não havia sentença, nem mesmo a validade do tal processo.
Tem tantas asneiras naquele espelho que se um advogado criminalista analizar vai dar boas gargalhadas. A Cespe terá que se explicar sim, "Formalmente", visto que existem em outros espelhos de outras peças, fatos absurdos que não constavam na prova.
Vamos aguardar o resultado e ver os recursos, que sem dúvida vão chover nesta prova.
Teremos alguém que nos defenderá??
ohhh Deus!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:34  

Talvez isso justifique porque um curso no rio de janeiro apostava em ACP, e mais, era a peça que a professora mais treinava com os alunos.

Pollyana,  13 de novembro de 2009 00:35  

Celeumas à parte em relação à peça de trabalho (fiz a prova em Direito Penal), gera estranheza esse padrão de resposta. Se tivesse vazado um espelho de correção, seria até menos estranho, afinal de contas, este sempre foi tido como base para as correções.

Parece que esse exame de ordem 2009.2 ainda vai dar muito pano pra manga...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:36  

É Dr retiro td q disse de ruim a seu respeito....Agora vi q vc é imparcial.

Antônio Miguel,  13 de novembro de 2009 00:40  

Dr. Maurício, até então estava me questionando se não seria apenas alvoroço dos candidatos ou se era mesmo uma prova diferente, para não falar outra coisa. Lendo este artigo estou em plena convicção de que não se tratava de especulações dos bacharéis mas de uma questão delicada diante das constantes fraudes descobertas recentemente. Fico preocupado pois, como mesmo questionado por você, diante de tantos enganos e dizeres publicados oficialmente pela própria gestora do exame, não se nota evidentemente competência ou lisura da prova aplicada. O mais "interessante" é que justamente a prova que mais gerou questionamentos foi a única que vazou antecipadamente pelos meios eletrônicos. E ainda, já se levantam hipóteses de cursos preparatórios terem gasto tempo excessivo na matéria abrangida na prova, que subitamente nenhum outro preparatório cogitou! Entretanto, creio que os bacharéis farão como todos, se calaram diante de tal "massacre" pois os aprovados estarão longe, e os reprovados estarão tão pertos que não conseguiram ver o problema.

Ana 13 de novembro de 2009 00:43  

Investiguei na internet e o espelho da prova trabalhista parou em um site de downloads, no dia 11/11/2009 ao meio-dia por um tal de "jthajjar"
O link para o site é esse http://www.4shared.com/file/150233408/9a71eeec/Espelho_CESPE.html

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:44  

Excelente texto Dr. Maurício!
Não é a primeira vez que faço o exame de ordem, me dediquei e bastante, gastando o que eu não tinha para a preparação. Assim que sai da sala comentei que a prova estava muito mal elaborada e como a própria CESPE acabou admitindo ao admitir no "padrão resposta" a possibilidade da RT. O que mais me espantou com tudo isso foi que na quarta feira, logo no início da tarde eu já tinha esse espelho, repassado por membros da comunidade do orkut. Sinceramente, deixar vazar antes da publicação é um tanto quanto estranho. concordo plenamente com o Sr. A CESPE deveria pelo menos dar uma explicação para tudo isso.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:48  

Dr. Mauricio eu tenho certeza absoluta que a prova vazou antes de ser aplicada, só não falo isso com o meu nome pois não quero ser prejudicada, afinal eu não participei do conluio só fiquei sabendo qual era o nome da peça antes de entrar pra fazer a prova, eu já sabia que isso existia em provas como o enem, prova pra delegado, pois quem tem dinheiro consegue tdo nessa vida e a Cespe me decepcionou e mto, agora resta esperar o resultado.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:49  

Acho que a resposta para as suas perguntas Dr. Maurício, serão como as usadas pelo presidente de um certo país: não vi, não ouvi e não ssssei quem falou sobre isso companheiro.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:49  

AOS QUE NÃO VEEM IRREGULARIDADES.

Primeiro, por "engano", divulga na 2ª Feira uma data (11.11.09) para o resultado e depois tira do site menos de uma hora depois sem nenhuma justificativa.

Segundo, é disponibilizado na 4ª Feira, no meio da manhã, um arquivo zipado com um suposto gabarito da prova que prontamente o CESPE nega informando inclusive por email e telefone que o tal espelho é falso e que não há divulgação de algo parecido.


Terceiro, o CESPE divulga o PADRÃO DE PROVA, que ele negara um dia antes, INCRÍVEL!!!, idêntico ao que saiu no dia anterior.

E você dizem que está tudo regular?

É MUITO ENGANO EM 5 DIAS. O LULA REALMENTE É O CHEFE DELES. NUNCA SABEM NADA. TUDO É UM ENGANO.

MELHOREM!!!

Ficou provado com tudo isso que o CESPE/OAB brincam conosco.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 00:49  

Quem garante que esse "Padrão de Resposta", não tenha vazado antes?
E para quem???

É um absurdo!

Prabéns Dr. Maurício pela sua seriedade, como sempre o Sr. é fantástico!

Pancada 13 de novembro de 2009 00:50  

Na minha opinião não houvem engano ou falha da OAB. Simplismente essa foi a forma de dar o seu recado.

Para os que tem uma atítese, adotem a medida cabivel em direito: RECURSO.

Na medicina todo diagnostico tem um remedio. No direito toda decisao cabe um recuros, salvo exceções em ambas as ciencias.

Tathiana 13 de novembro de 2009 00:58  

Olha, sinceramente, eu nao aguento mais isso.

Mas uma ponderacao acho pertinente: Em qualquer selecao promovida pelo CESPE isso seria caso de anulacao, mas acho que esse nao vai ser o posicionamento da OAB pelo andar da carruagem.

Ninguem JAMAIS viu isso em processo seletivo algum.

Deixar vazar informacao pertinente a banca leva a crer que o processo num todo foi falho e da margem a acreditarmos que poderia ter vazado tanto a prova quanto o gabarito antes de prova.

Divulgar isso como forma de tapar buraco eh fazer pouco dos examinandos e publicar a nota no G1 foi uma jogada de mestre pra se antecipar a qualquer argumento de que o padrao de correcao teria vazado.

O problema eh que tem muita gente, mas MUITA mesmo que tem provas para comprovar o vazamento.

A pergunta que nao quer calar eh: Pq isso foi acontecer logo no MEU exame?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 01:11  

Será que nao há ninguem com alguma autoridade dentro desta instituicao
que possa parar com esse surto de absurdos?

Somos fantoches e nao bachereis!

Se isso terminar em pizza, acho que perco completamente o meu interesse em participar desta classe profissional.

Atentem senhores dirigentes da OAB, pois hoje ainda nao somos eleitores dentro desta instituicao, mas poderemos vir a ser.

EStou certo de que inumeras pessoas que poderiam sair em defesa dos examinandos prejudicados, estao acompanhando todas as discussoes mas tambem permanecem inertes.

Afinal...

ema, ema, ....

Anônimo,  13 de novembro de 2009 01:12  

Dr.Maurício, Parabéns.
Texto impecável.
O Sr não crê que já passou da hora do CESPE e da OAB se posicionarem?
Está faltando transparência e ética, o que para eles é fácil cobrar, porém dificílimo aplicar quando o assunto é exame de ordem e as falcatruas aprontadas.

Danilo 13 de novembro de 2009 01:50  

SITE G1 GLOBO.COM
O CESPE DISSE O SEGUINTE:
.
Segundo o Cespe/UnB, o arquivo com os padrões de resposta da prova de direito de trabalho foi colocado no site na quarta-feira (11), por causa de uma confusão de datas, e retirado do ar em seguida. Diante disso, o Cespe decidiu antecipar o prazo e divulgar todos os padrões de resposta nesta quinta.



ISSO É UMA MENTIRA ESSE CADERNO DE TRABALHO VAZOU E NÃO FOI NO SITE DO CESPE, TODOS AKI SABEM DISSO!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 01:52  

Dr. Mauricio, no portal do G1 saiu uma "explicacao", dizendo que "publicaram sem querer"...conversa pra boi dormir! PRa mim a credibilidade do CESPE ta abalada...porque antes de ser publicada no site do cespe, na propria comunidade do exame ja tinha gente com esse "espelho"...Estraaaanho...mt estranho!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 01:54  

Oi Pessoal, Bom Dia a todos!
Quero colocar lenha na fogueira não, mas, aqui em Curitiba, dois cursos preparatórios renomados, não falavam em outro assunto senão, num tal padrão de rsposta do CESPE....., não fiz opção pela área Trabalhista, mas se tivesse optado com certeza hoje estaria mais tranquilo, pois, até no simulado de um dos cursos, a peça prática exigida na disciplina trabalhista foi uma ACP...muito estranho mesmo, podem esperar, vai aparecer masi caquinha do CESPE ainda.
Ateh Mais
Grande Abraço a todos, fiquem com Deus e boa sorte,

Anônimo,  13 de novembro de 2009 01:57  

a resposta é simples: foi uma resposta ao manifesto. E parece que deu certo, afinal, eles calaram-se.

Alexandre 13 de novembro de 2009 02:00  

Bem ou mal, por engano ou não, foi divulgada a forma de correção da prova.
Acho isso SENSACIONAL. Todo concurso deveria ser assim. Transparente.
Podemos preparar os nossos recursos com antecedência. Mesmo sem querer, parabéns ao CESPE !!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 02:38  

AS 6 FASES DA SEGUNDA ETAPA DA PROVA PRÁTICA DE TRABALHO(2009.2)

1) Entusiasmo
O candidato acreditar que por ter passado na primeira fase (geralmente mais difícil), estaria efetivamente passado na segunda;

2) Desilusão
O candidato sair da prova não sabendo ao certo qual a peça cabível no enunciado proposto.

3) Pânico
O candidato olhar os gabaritos extraoficiais de blogs e comunidades do orkut e constatar que muitos outros candidatos fizeram peças diferentes da dele.

4) Agonia
O candidato esperar em vão dias e dias uma manifestação da entidade que realizou a prova (CESPE) para saber como serão sanadas os problemas até então constatados.

5) Desistência
O candidato não aguentar mais às confusões diárias decorrentes de postagens inexplicáveis de espelhos, gabaritos e datas antes do prazo determinado por edital.

6) Esperança (heróica)
O candidato, praticamente vencido pelas 5 fases anteriores, acreditar, ainda que minimamente, que no fundo tudo dará certo e ele conseguirá a tão sonhada carteira da ordem.

Vamos aguardar até o fim pessoal, por mais desesperados, cansados, deprimidos, que estamos, devemos aguardar o rumo final que isso irá tomar. O direito não socorre aos que dormem, e não estamos dormindo, estamos acordados, lutando pela nossa carteira, afinal, fomos injustiçados pela má formulação da prova que deu margem a tantas interpretações.

Força! Sempre!

Thais Queiroz 13 de novembro de 2009 04:01  

GENTE VCS LERAM LOGO ACIMA?? UMA PESSOA ADMITIU QUE JA SABIA QUAL ERA A PEÇA ANTES DE FAZER A PROVA, POSTOU COMO ANONIMA PRA NÃO SE QUEIMAR QUER MAIOR PROVA DE QUE HOUVE VAZAMENTO DA PROVA QUE ESSE??? ISSO É CRIME, DEIXA DE SER SÓ PALHAÇADA. É SÉRIO!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 04:56  

Se ninguém percebeu, trata-se de uma espécie de respostas aos Recursos que serão interpostos, ou seja, quem recorrer vai ter como resposta o tal "Padrão de Resposta". Fiz Direito Civil e tinha certeza da aprovação. Agora, não tenho mais certeza de nada. Colocaram um monte de pormenores e arts. desnecessários para fundamentação. Se cada pormenor e art. não citados for reduzindo a pontuação, pode ser ferro na certa. Por exemplo, por que fundamentar a Apelação no art. 475-M, § 3º, do CPC, art. 496, inciso I, c/c os arts. 513-521 do CPC? Eu fundamentei apenas nos arts. 513 e 475-M, § 3º do CPC. Como se vê, você responde tudo corretamente e vai perdendo ponto, restando reprovado desmotivadamente. Isto é pura sacanagem, má-fé. Vejam também que quando se salva o arquivo de Direito Civil, nota-se que é uma nova alteração (OAB_PADRAO_DIR_CIVIL_2_09_NOVO_ALTERADO_27_10_09), ou seja, havia uma versão anterior. Alguém duvida que tal alteração foi para piorar? Também não há argumentos contra o fato do arquivo de Direito do Trabalho estar disponível no dia 11 para download no site 4shared.com. Mas, por enquanto, não há o que fazer! É esperar o resultado dia 16 e depois tomar as medidas cabíveis, seja os pertinentes Recursos ou, se sem sucesso, a necessária Ação Judicial. Reprovar porque errou, sim. Reprovar porque o CESPE/UnB e a OAB quer, NÃO!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 05:49  

Realmente tenho lido várias manifestações em blog(s) e no ORKUT, nas paginas de manifestação, é no minimo estranho que justamente os locais onde menos tem candidatos reclamando à prova ser justamente a cidade mencionado pelo "anonimo" que diz que já sabia qual seria a peça antes da prova....acho que por todos esses indicios a CESPE deve anular essa MALDITA prova!!!. aliando-se a isso o fato da circulação antes da divulgaçao onde o conteudo é exclusivo dos examinadores, pergunto que exclusividade????????

Anônimo,  13 de novembro de 2009 07:15  

Ah... então o gabarito é elaborado DEPOIS que são examinadas as provas!

Certamente isso favorece uns em detrimento de outros.

As respostas deveriam ser as respostas. Com erro, sem erro... não interessa. Discorda do gabarito? Faça recurso. Está no edital.

Agora essa excrescência de "padrão de resposta" não está.

Vão ter que se explicar.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:07  

Indubitavelmente, houve vazamento. A grande prova é que como instruir as bancas para a correção das provas, faltando exatamente 5 dias para a divulgação do resultado? até porque acredito que ja estavam corrigidas. Seriam corrigidas novamente???
Moral da história: essa publicação é para tentar ludibriar a todos nós bacharéis. Houve vazamento sim, está provado.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:25  

Anônimo do dia 13 de Novembro de 2009 00:48

Creio que tenha aprendido a frase abaixo, também na Faculdade/Universidade:

"Entre a Justiá e o Direito, opte pela Justiça"

E olha que nem precisa se identificar para fazer essa tão sonhada Justiça!

Abs

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:34  

Dr. Maurício,
não seria talvez a hora no MP entrar para averiguar o que verdadeiramente está acontecendo?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:39  

Dr. Maurício,

Isso levanta uma suspeita que eu tinha a algum tempo.

No dia da prova, todas as provas vieram com os respectivos nomes colocados na capa da prova.
Segundo também algumas instruções era proibido destacar as folhas da prova.

Estranhei esse fato pelo seguinte, se não é permitida a identificação de prova, porque ela viria com o nome ? O correto não é ser feita a identificação pelo código de barras do rodapé ?

Sinceramente, não sei se alguém sabia do gabarito na minha sala, eu não sabia, tanto que nem sei se vou passar.

Mas fica a dúvida no ar, será alguém não sabe de antemão de alguma coisa, ou pelo menos, quem corrige sua prova ?

São só suposições ou pode ser mesmo maluquice minha !

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:43  

DR. Maurício,
já se encontra tal espelho em outros estados tb. Cadê o espelho com os quesitos e a pontuação atribuída a cada um deles? será que neste exame nem isso terá? será que ficará a critério o examinador tal atribuição?

Mariana,  13 de novembro de 2009 08:46  

Agora deu mesmo, o que vai ter de neguinho que não passou e vai alegar fraude pra anularem tudo não está no gibi!
Tudo é brecha, tudo é motivo pra anularem tudo, tudo é fraude, tudo é "maldade" e "massacre" com os "pobres" bacharéis desse Brasil anil...ME POUPEM ;////////
Meus amigos, parem de procurar pêlo em ovo, vão estudar pro próximo exame!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:49  

Gente vamos procurar o MPF de cada estado que tiveram prova da OAB, esta claro e evidente que houve vazamento de gabarito e que o gabarito foi feito depois da prova. A tarde vou no MPF de Goias pra poder formalizar minha denuncia.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:57  

Colegas Bacharéis, chega! precisamos agir! Agora tomaram a postura de enviar recados para aliviar a tensão de alguns, é por eliminação, aceitam esta peça se contemplar isto e aquela se tiver não sei o quê! Chega precisamos nos mobilizar para um movimento nacional na terça ou quarta após os resultados oficiais, diante de todas as seccionais do Brasil, sugiro ao meio dia com apoio de outras entidades, isto virou brincadeira de esconde...esconde...basta.... mas, agora com apoio de outras áreas da prova prática, vamos nos mexer, basta, basta mesmo!!!!!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 08:59  

Gente é claro que o "anônimo" quer por lenha na fogueira. O que os cursinhos fazem é chutar a peça para depois sairem como os "bons" na ocasião foram felizes pq realmente caiu uma ACP, mas e se tivesse caído um RO ou RR??? com certeza teriam outros anônimos para falaram que o cursinho de tal Estado "cantou a pedra". Não acredito que o CESPE deixaria vazar NADA até pq querem continuar alicando as provas. E se isso aconteceu com certeza a verdade virá à tona. E após todas estas manifestações nada aconteceu.

Vamos parar com o desespero, até pq ainda não saiu a lista.

Só o CESPE tem a resposta do pq saiu o padrão de respostas por engano. E com certeza não se manifestarão. Pq na 1a fase somente duas questões anuladas?? o que aconteceu ?? nada ! Eles decidem e ponto final. A OAB sequer se manifesta também.

Para nós bacharéis só resta aguardar e torcer muitooo para os nossos nomes estarem lá na lista.

Lembrem que após o resultado ainda caberá recurso, e quem sabe não será o judiciário que irá de alguma forma interferir nas decisões "QUE NÃO SÃO ABSOLUTAS" do CESPE.

Boa sorte a todos.

Dr. Maurício parabéns pelo seu blog, sempre nos alertando e, principalmente, AJUDANDO. Obrigada.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:01  

Pessoal, o que vocês acham de cada um fazer uma denúncia para jornais locais de suas cidades, para virar um manifesto nacional??
Tá na cara que teve fraude nesse exame, eu sou de Goiás e aqui no último exame antes da unificação teve fraude tb... o que me espanta é que também foi em ano de eleições da OAB

TEVE FRAUDE SIM!!!! TÁ MAIS QUE COMPROVADO

larissa 13 de novembro de 2009 09:09  

sobre a pessoa que DISSE ANONIMAMENTE que tinha sabia qual era a peça, certo que é mentira, né!
Falar é fácil, quero ver PROVAR!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:15  

Segundo o G1..."o arquivo com os padrões de resposta da prova de direito de trabalho foi colocado no site na quarta-feira (11), por causa de uma confusão de datas, e retirado do ar em seguida."

Pergunta: Pq só DIREITO DO TRABALHO??

Quando eles divulgaram o "padrão de resposta" oficialmente dia 12, todos eles chegaram juntos (de todas as matérias)!!!

Que desculpa esfarrapada!!! VERGONHA!!!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:24  

...E o resultado final???? Será q vai ficar mesmo pro dia marcado ou será antecipado???? Se já colocaram na internet os espelhos..incluse com a passagem "Em algumas situações, o examinando apresentou uma reclamação trabalhista cumulada com consignação em
pagamento. Nesses casos, o avaliador deverá analisar a peça e atribuir a nota adequada, considerando que,
apesar de nominar a peça como reclamação, formulou pedido de consignação"....ora....deve ser pq todas as provas já foram corrigidas....Q silêncio é esse Cespe????

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:34  

A mesma flexibilização que fizeram para a prova de Direito do Trabalho tem que ser feita para as demais áreas. Todas as provas tiveram questões dúbias, erradas e pegadinhas. Estamos todos na mesma situação. Não existem mais ou menos prejudicados. Direitos iguais para todos. JUSTIÇA!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:36  

Anônimo de: 13 de Novembro de 2009 08:39
SURTOU???? vc nunca fez uma prova de concurso ou até mesmo aplicada pelo CESPE???? O nome do examinando sempre foi colocado na capa e se vc observou bem, quando entregou sua prova o fiscal destacou a capa (com seu nome). Desculpa mas tem gente que ta vendo chifre em cabeça de cavalo. Fala sério, nem saiu a lista e ficam tumultuando...

O gabarito padrão foi feito após o dia 25/10 não houve fraude alguma, somente vazou, erro? Sim, mas nem por isso será anulada a prova, para ficarem dizendo que houve fraude é preciso prova??? alguém sabe de pessoa que foi pega com o gabarito antes?

O cespe errou... e tem que se manifestar, não é o "achismo" que vai mudar o resultado, mas provas contundentes...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:39  

"Bem ou mal, por engano ou não, foi divulgada a forma de correção da prova.
Acho isso SENSACIONAL. Todo concurso deveria ser assim. Transparente.
Podemos preparar os nossos recursos com antecedência. Mesmo sem querer, parabéns ao CESPE !!"²

Não to dizendo que a atitude do Cespe foi tão correta assim, mas pelo menos temos como saber como eles se basearam e não tem como sacanear! Isso chama-se: TRANSPARÊNCIA! Agora, se houve vazamento como foi dito acima o MPF tem que tomar as medidas necessárias para tal apuração.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 09:48  

Dr. Maurício, o padrão de resposta nada mais é do que um gabarito. Aliás, para o seu conhecimento, já que você diz que nunca viu, quando o exame não era unificado a OAB de São Paulo sempre divulgava um gabarito oficial de todas as provas e essa divugação era antes, BEM ANTES, por sinal, da divulgação do resultado. Ademais, o exame não é concurso e realmente em concurso público nunca houve divulgação como essa não. Contudo, repito, no exame de Ordem de São Paulo era comum. Não vejo nenhuma base para ficarem reclamando da divulgação desse padrão de resposta, quer tenha ele sido divulgado por erro ou não, até porque isso é, de certa forma, uma resposta ao tal manifesto que foi feito e entregue à OAB.Quer inha opinão sincera: para essas reclamações o Senhor não deveria nem dá guarida, como vem dando, porque tudo parte de bacharéis despreparados, que não têm capacidade e conhecimento técnico para serem aprovados no exame, e que querem tumultuar o processo na tentativa de enfraquecer o CESPE (mas isso jamais conseguirão)visando uma eventual aprovação na base do "grito".Divulgar a opinião das pessoas no Blog, sim, o Sr. faz bem, mas não acho que fa bem ao dá guardida ao que eles querem (que na verdade ninguém sabe o que eles querem).Eles reclamam de tudo e de todos, só deixam de reclamar quando seus interesses são atendidos (quando são aprovados), claro.

Daniel 13 de novembro de 2009 09:57  

É uma pena. Bacharéis em direito bem preparados com peças bem fundamentadas vão ser reprovados por uma pegadinha inescrupulosa. Uma peça tipicamente civil, sem nenhuma complexidade e justificada por uma mera expressão: "para não ocorrer em mora". Ainda pensei em fazer a Ação de Consignação em Pagamento, mas não houve recusa em receber! Além do mais, como justificar a rescisão do contrato e, consequentemente, o proprio pagamento?? Fiz uma RT em rito ordinário pedindo a rescisão por justa causa e o pagamento dos valores, mas sem dizer expressamente "que seja consignado o pagamento". É uma pena...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:00  

00:49, e dai que tenha vazado antes o tal padrão de resposta? Tá querendo encontrar chifre em cabeça de cavalo, é? Puts, o que foi divulgado foi um simples parâmetro do que será a correção da prova. Ou alguma nota foi divulgada antes? Ou o nome de algum examinador foi divulgada? Pára com essa palhaçada vergomnhosa e vão estudar.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:01  

Baicharéis do país inteiro...comprem um nariz de palhaço, e se possível a peruca tbm!!!

É este meu sentimento, estão nos achando palhaços!!!

Bortoleto 13 de novembro de 2009 10:02  

Dr. Mauricio,

o padrão de resposta já era utilizado em alguns estados antes do exame unificado. Basta entrar no site da seccional de São Paulo e conferir as provas e os respectivos padrões dos exames 137, 136, 135 e etc. A redação de ambos é muito parecida com esse que foi liberado pela Cespe.

Abraços

Edgar Bortoleto
OAB/MT 13.396

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:20  

Dr.Maurício,

Vi este comentário em um fórum. Têm algo estranho acontecendo, tá hora da Polícia Federal entrar:

Muito importante,

Caros colegas, gostaria de esclarecer que tenho um pessoa que me informou sobre a fraude na CESPE e OAB, temos uma carta na manga.

Se a prova não for anulada, essa pessoa vai falar e contar tudo a imprensa que o gabarito estava com pessoas na hora da prova…

Quer dizer vazou durante a prova..e depois foi passado aos demais.

Bom agora vamos ver como OAB e CESPE se defendem…

Alunos fizeram a prova com o gabarito oficial da CESPE.

Francine,  13 de novembro de 2009 10:21  

Juro que não aguento mais isso.
Pq estão fazendo essas coisas com a gente? Estou tão cansada que me dá vontade de desistir dessa carreira.
É uma palhaçada!

LAURA,  13 de novembro de 2009 10:27  

VAMOS AO MP!!!!

Agora está claro vazou (tanto que a colega já sabia com antecedência) Comm certeza a prova deve ser revista. Fiz uma RT não cumulada com a ACP Acho que não terá saída a não ser apelar pela via judicial.

CONCORDO QUE TEMOS QUE NOS UNIR Como podemos fazer isso na prática??

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:33  

Larissa 09:09

Aposte que algo vai acontecer, vejam o diálogo em um blog, não está me parecendo mentira:
Muito importante,
Caros colegas, gostaria de esclarecer que tenho um pessoa que me informou sobre a fraude na CESPE e OAB, temos uma carta na manga.
Se a prova não for anulada, essa pessoa vai falar e contar tudo a imprensa que o gabarito estava com pessoas na hora da prova…
Quer dizer vazou durante a prova..e depois foi passado aos demais.
Bom agora vamos ver como OAB e CESPE se defendem…
Alunos fizeram a prova com o gabarito oficial da CESPE
Sério isso? meu Deus então quer dizer que tinha gente com o gabarito antes da prova? é isso? nossa que prova mais polêmica meu Deus nos ajudeeee!!!
TEM CERTEZA???
Sim,
Só vou esperar a anulação dessa prova, para não prejudicar quem vai entregar os grandes da OAB.
Esta tudo gravado e proto para mandar para policia federal.
Vai dar cadeia para essa gente corrupta.
E a CESPE não fará mais prova nem no quinto do inferno

Estas palavras não me parecem de gente que está blefando, a Polícia Federal precisa ser acionada, tem coisa errada acontecendo.O CESPE e a OAB não podem se colocar com acima do bem e do mal.Vejam o que aconteceu no ENEM.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:37  

Ironicamente este problema todo acontece com Direito do Trabalho. Um dos mais essenciais direitos, o de trabalhar. Alguém no Comando desta Instituição precisa aprender uma palavra chamada PERDÃO. E pedi-la urgentemente. O exame precisa de uma reforma. Introduzir o uso do computador na 2.a etapa por exemplo... Creio na Justiça. E não gosto nada desta fronteiras que foram criadas ao longo do tempo entre OAB e Bacharéis. É tempo de Eleição na OAB, é hora de ver quem tem consciência de que este modelo faliu e a sociedade toda clama para que a OAB tenha um exame justo, dificil. Perdoar e Reformar. Os trabalhistas merecem!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:39  

Dr. Maurício bom dia...

Leio todo dia e pq não dizer toda hora os seus comentários no blog...e se vc está passado com toda essa história imagina eu uma pobre coitada que está sofrendo...comendo o pão q o diabo amassou com a b...pra conseguir pagar o mísero FIES que eu fiz...akela enganção toda, mas isso é outra história, só queria que o Sr. soubesse da tamanha tristeza que eu to sentindo na minha alma....desacreditada pq eu tinha a OAB como modelo de seriedade ainda em nosso país. Quem seria a pessoa ou o órgão que pode pelo menos dar um basta nisso, pois quanta e quantas pessoas estão sendo lesadas...obrigada.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:40  

Eu sou do Tocantins, e também acho que deveriamos fazer algum protesto forte para que o CESPE tome pelo menos alguma iniciativa COERENTE nessa altura do campeonato...A coisa está feia. A sociedade como um todo nós combram por essa aprovação. Estudamos, nos dedicamos, mas não podemos confiar na prova que estamos fazendo...Isso é muito complicado...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:49  

Esta na hora da autotutela mesmo...

Vamos quebrar tudo...Guerra Civil contra a OAB/CESPE.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:52  

Fatos e acusações sérias! Não acredito que a prova tenha vazado antes, muito menos para alguns cursinhos do Brasil. Caso tivesse vazado, como tentam imputar alguns, como os dois maiores cursinhos do Brasil, cito DAmásio e LFG, não teriam acesso as provas? Como não teriam explicado as pelas!?
Quero acreditar que a CESPE ficou perdida com tamanha confusão da prova de direito de trabalho que cometeu equívocos para tentar amenizar a situação!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 10:55  

ué, agora todo mundo "já sabia" a peça, que supostamente os cursinhos já tinha o "padrão de resposta".....engraçado, falam isso só agora...no mínimo deve ser um revoltadinho que errou a peça e quer ferrar o exame inteiro por isso. Por fim, é engraçado, do mesmo modo, o pessoal alegar que os cursinhos bateram muito nessa peça (ACP) e mesmo assim errar na OAB..............

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:02  

PAREM DE ESPECULAR...PIOR DO QUE O RESULTADO SÃO ESSA ESPECULAÇOES...PESSOAS QUE ERRARAM ESTAM PROCURANDO UM MEIO PARA ANULAR A PROVA...DEIXEM DISSO...ESPEREM O RESULTADO E ENTREM COM RECURSO...ESTÁ CLARO QUE A CESPE QUERIA ERA DAR A RESPOSTA AOS MANIFESTANTE...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:08  

Certo gente!!! É uma palhaçada mesmo, mas o que realmente está ao nosso alcance?! Reclamar aqui é fácil, mas precisamos tomar uma atitude mais concreta. Será que o CESPE fica lendo o blog? E mesmo que fique, não está nem ai, aposto.

Karen!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:11  

Prezado Dr. Mauricio....essa prá tica de soltar uma prévia de resposta antes do espelho SEM FOI COMUM NO ESTADO DE SÃO PAULO....neste ponto a CESPE não inventou nada....!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:20  

Será q tem alguma coisa haver com as eleições da OAB para o dia 16/11/2009?
Pois, aqui em Santa Catarina, estão a procura do voto a voto... A OAB situação, estão todos malucos por aqui, temos 3 chapas concorrendo este ano! deve ser por isso a publicação antecipada!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:24  

Qual o problema de terem liberado as respostas 3 dias antes do resultado final??

A correção da prova já foi feita à décadas. Isso tudo é xororo de quem acha que não vai passar.

É sempre assim. Todo concurso querem anular por algum motivo. Tá na hora de crescer galera e parar de achar desculpa em tudo.

Não passou dessa fez, faz o próximo.

Rafael 13 de novembro de 2009 11:40  

Dr Mauricio...

Não sei se perdi alguma cois, mas no site do CESPE está o padrão de respostas de todas as provas ( Penal, Tributario, Trabalho, etc..)

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:43  

Pessoal, vamos nos mobilizar e procuremos o MPF em cada estado da federação. Eu mesmo vou formalizar minha denúncia no MPF aqui do Amazonas hoje ainda. O MPF tem que investigar e fazer anular esta maldita prova.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:44  

Tomando parte nos debates aqui trazidos pelo Dr. Maurício, deixo minha opinião sobre o assunto: 1) Quem fez ACP e foi bem nas questões está garantido; 2) Quem fez RT C/C ACP e acertou todas as questões tem chances reais de aprovação; 3) Quem fez RT e acertou todas as questões ainda tem esperanças de ser aprovado; e 4) Quem fez IJ não terá a peça apreciada e será atribuído zero, reprovando. Para os últimos, o ponto principal a ser levantado é se com tudo o que tem acontecido do dia 25/10 para cá se há subsídios suficientes para o pleito de anulação da prova. Fazendo uma análise pessoal, e tomando como base posicionamentos sérios, como do próprio Dr. Maurício, parece-me que sim, isto porque são muitos os problemas: enunciado dúbio, obscuridade e, principalmente, um vazamento de um "padrão-espelho" sem maiores explicações. Eu não fiz IJ, mas por mim todos passariam, pois querer trabalhar, mesmo que sem uma suposta qualificação, não faz mal a ninguém e o mercado se encarrega dos profissionais de qualidade baixa. Ocorre que, mantendo-me em uma visão realista dos fatos, não há dúvidas de que quaisquer recursos que sejam interpostos administrativamente (sejam de RT ou de IJ) não lograrão êxito, pois o CESPE não irá ceder, já que se caso assim o fizer, irá abrir vários precedentes para uma aprovação em massa, algo que não é do perfil da instituição, convenhamos. Desta forma, eu entendo que a questão vai ser resolvida apenas por meio judicial e aqueles que manejaram IJ devem concentrar esforços agora em buscar a anulação da peça, não mais em forçar a aceitação do inquérito, pois isto será inócuo. O problema é que uma apreciação desta pelo Poder Judiciário levará anos até uma decisão final e, até lá, os que forem reprovados ficarão impossibilitados de exercer a advocacia e terão que ficar se submetendo a novos exames da OAB para ter a carteira de maneira mais rápida. Sei que meu posicionamento não é muito otimista, mas prefiro me guiar pela realidade dos fatos, o que não significa desistir de questionar esta prova mal-elaborada e que tanta celeuma tem causado.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:49  

O CEspe alega engano em publicar antes os padroes de repostas,como disse acima um colega,e n'os por engano poderemos ser reprovados ou aprovados?
Depois dizem que a prova da Oab 'e para avliar a capacidade minima para advogar?Eu acho que nao!SOmos os bachareis-palhacos!
Se vazou por engano,porque alegam que algumas pessoas ja sabiam o nome da peca antes?
Olha estou decepcionada!
Essa prova esta me deixando doente!Minha auto-imagem esta destruida!!!Meu corpo d'oi,minha alma esta em agonia!Como posso sentrir-me assim por causa de uma prova suspeita !?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 11:49  

O CEspe alega engano em publicar antes os padroes de repostas,como disse acima um colega,e n'os por engano poderemos ser reprovados ou aprovados?
Depois dizem que a prova da Oab 'e para avliar a capacidade minima para advogar?Eu acho que nao!SOmos os bachareis-palhacos!
Se vazou por engano,porque alegam que algumas pessoas ja sabiam o nome da peca antes?
Olha estou decepcionada!
Essa prova esta me deixando doente!Minha auto-imagem esta destruida!!!Meu corpo d'oi,minha alma esta em agonia!Como posso sentrir-me assim por causa de uma prova suspeita !?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:11  

É CASO PARA A POLÍCIA FEDERAL E O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL INVESTIGAREM E TOMAREM AS PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS. NÃO PODEMOS ADMITIR.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:13  

Amigos.Estamos tão extenuados com todo o ocorrido que por vezes deixamos passar ao largo o mais simples de ser enxergado?Ao receber o caderno de provas ou ao se verificar o edital da já citada o que nos é mostrado? Como diz o juiz de futebol Arnaldo Cesar coelho;" A REGRA É CLARA".´Só será aceita a peça correta ou estou maluco?Pelo simples fato de ter havido outra orientação quanto a correção da nossa prova,resta configurada de forma subjetiva a má fé por parte de quem ordenou tal feito.Desta forma qualquer outra forma de avaliação proposta seja lá por quem de direito tiver sido feita nesta prova cabe a ANULAÇÃO de forma irretratável.Isso é caso de justiça federal sim!!!Vamos a luta!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:17  

VOU PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DE SÃO LUÍS POSTAR A MINHA DENUNCIA SOBRE O VAZAMENTO DA PROVA. QUEM FOR DESSE ESTADO FAÇA O MESMO. ESSE CRIME NÃO PODE PASSAR EM BRANCO.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:24  

Judiciário JÁ!!!! Se há suspeitas de fraude, o que fazemos aqui discutindo??? Vamos atrás de outras maneiras.... Não tem ninguém aqui que esteja disposto a fazer uma PETIÇÂO objetivando a anulação dessa prova? Acorda galera... O direito não socorre os que dormem... Os juízes não estão sabendo dos ocorridos....

Marcela

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:25  

a 2a questao do espelho padrao traz Precedente do TST: RR - 171/2005-004-12-00, Sexta Turma, DEJT - 28/08/2009, Min. Horácio Pires. e
o nosso edital é de 31/07...ou seja, esse precedente nao deveria valer para nossa prova não achas ??? será ?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:29  

Mesmo que tenha ocorrido vazamento, isso não anula a prova.

Anularia a prova SE HOUVESSE DISPUTA POR COLOCAÇÕES, por ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO, o que não é o caso do exame de ordem.

Aqui o candidato disputa com ELE MESMO.

Seu pior concorrente é ele mesmo.

Se o vazamento houvesse/houver favorecido alguém, esse alguém é que deve prestar contas com a polícia e a justiça, os demais que não tivessem acesso não teriam prejuízo, pois não há questão de colocação/vaga a se discutir.

Num processo de disputa po vagas sim, seria um sério prejuízo, mas aqui não.

O problema é que querem achar um motivo pra anular, pra não fazer prova.

Eles ainda deram uma boa colher de chá, corrigindo tudo, aceitando os pedidos, sem contar a denominação da prova.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 12:37  

Dr Mauricio depois dessa prova perdi a minha estima,nao consigo mais dormir tranquilamente.Meu DEUS EU ESTUDEI DEMAIS,GASTEI MUITO PRA QUE PRA DA DINHEIRO A ESTES..................

Magna 13 de novembro de 2009 12:49  

Não se alguém já comentou ou percebeu, mas o padrão de resposta de trabalho é o único quem tem a palavra NOVO no endereço do arquivo.

Acho que o manifesto das pessoas que colocaram Reclamação surtiu efeitos!

ciciliotti 13 de novembro de 2009 12:50  

EU DIGO E REPITO!!!! TEREI VERGONHA DE SER BRASILEIRA SE ESSA PROVA NÃO FOR ANULADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

A CESPE ADMITE ENGANO SOBRE O PADRÃO DE RESPOSTA, MAS QUE ENGANO É ESSE QUE MOSTRA QUE ESSE PADRÃO FOI CRIADO APÓS A PROVA!!!!?????

GRITOOOOO E REPITO!!!!! ESSA PROVA DA SEGUNDA FASE É VERGONHOSA!!!!

Magna 13 de novembro de 2009 12:51  

Quem escreveu:

"No dia da prova, todas as provas vieram com os respectivos nomes colocados na capa da prova.
Segundo também algumas instruções era proibido destacar as folhas da prova.

Estranhei esse fato pelo seguinte, se não é permitida a identificação de prova, porque ela viria com o nome ? O correto não é ser feita a identificação pelo código de barras do rodapé ? "

Viajou geralllllllllllllllllll!

Alexandre 13 de novembro de 2009 12:51  

"Gente vamos procurar o MPF de cada estado que tiveram prova da OAB, esta claro e evidente que houve vazamento de gabarito e que o gabarito foi feito depois da prova"

Uai?!! Não entendi!! Se o gabarito foi feito depois da prova, que mal pode haver no vazamento? Eu pensava que um vazamento digno de anular um exame era quando alguém ficava sabendo do gabarito ANTES da prova...

Alexandre 13 de novembro de 2009 13:09  

"Baicharéis do país inteiro...comprem um nariz de palhaço, e se possível a peruca tbm!!!"

E um dicionário também :o)

Fernanda 13 de novembro de 2009 13:12  

Gente o nome do candidato fica na capa apenas. Nas outras páginas (de resposta) não tem nosso nome, apenas o código de barras. As provas são escaneadas, e o que é enviado para os examinadores é apenas a parte interna. A capa não vai. Por isso, não podemos "IDENTIFICAR" a prova ao responder as questões, porque esse é o conteúdo a que o examinador terá acesso.

Bjs

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:34  

Pessoal, quem esta pensando em provocar o judiciário para pedir a anulação dessa prova da 2 fase desse imoral exame, sinto em dizer que não vai dar em nada. É só lembrar das fraudes comprovadas no 2 exame de 2006, onde provas em branco apareceram com nota 8,00, que esteve envolvido no escandálo continuou advogando. Agora se quiserem acabar com essa vergonha, provovar o judiciário pedindo a extinção pela sua inconstitutcionalidade.
abraços a todos

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:35  

Sinceramente, eu nunca vi prova ser anulada quando um gabarito é divulgado depois dela. Ora, onde está a ilegalidade nisso? Se fosse assim gabarito nenhum poderia ser divulgado. Esses bacharéis desqualificados estão viajando na maionese, gente.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:39  

Anônimo 12:24, se você suspeita de fraude procure os ógãos competentes e denuncie. Mas saiba, onde você for denunciar você não vai poder ficar no anonimato e, portanto, você terá que provar essa suspeita de fraude. Pára de burrice, né? Isso já tá enchendo o saco, a cada mensagem que vocês escrevem deixam tranparecer cada vez mais a desqualificação de vocês para o exercício da advocacia.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:39  

CONVOCAÇÃO NACIONAL JÁ:

Segunda-feira, dia 16/11/2009, terá início as eleições das OABs nos estados da federação, diante disso, vamos reunir uma passeatas em cada estado e ficar em frente do prédio protestando.
Os dirigentes das OABs não estão nem aí para nosso sofrimento, vamos então chamar a atenção desses sujeitos.

Notícia do site da OAB-FEDERAL: “Eleições nas 27 seccionais da OAB começam na próxima segunda-feira”
fonte:http://www.oab.org.br

Vejam como eles estão preocupados com nosso sofrimento.
Luta!!! Vamos à Luta!! Corrupção ZERO JÁ!!! Quero meu dinheiro de volta!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:41  

"Gente vamos procurar o MPF de cada estado que tiveram prova da OAB, esta claro e evidente que houve vazamento de gabarito e que o gabarito foi feito depois da prova"

Uai?!! Não entendi!! Se o gabarito foi feito depois da prova, que mal pode haver no vazamento? Eu pensava que um vazamento digno de anular um exame era quando alguém ficava sabendo do gabarito ANTES da prova...



Pois é!

É por isso que eu digo que o povo não sabe formular um pensamento, estruturar, organizar, compreender e exteriorizar.

Assim fica difícil, ou escolhe uma coisa, ou escolhe outra, as duas fica complicado.

É feito guiar um carro e virar cada roda para um lado diferente.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:44  

Dr. Maurício

Veja isso:
http://www.orkut.com.br/Main#AlbumZoom?uid=3565799219335729544&aid=1258098730&pid=1258124317787$pid=1258124691434

Estarrecedor!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 13:50  

Gente, parem com essas babozeiras de "vazamento antecipado". Sejam inteligentes, vazamento antecipado seria a divulgação do gabarito antes da realização da prova e não foi isso que ocorreu. Depois da prova, podem divulgar o gabarito que bem entenderem e na hora e dia que quiserem. Ademais, é apenas um PADRÃO de correção, não significa que a correção será rigorosamente aquilo que consta no que foi divulgado. Padrão é um roteiro para correção, é só isso e nada mais que isso.Vocês estão querendo encontrar chifres em cabeça de cavalo. O melhor que fazem é esperar o resultado, não adianta ficarem por aí falando asneiras.Muitos estão pensando que já estão reprovados quando na verdade serão aprovados e serão aprovados não é por causa de manifesto, de pressão ou coisa que o valha não, vão ser aprovados porque a correção da prova permitiu a aprovação, porque a forma de correção já estava antecipadamente definida pela OAB.

a 13 de novembro de 2009 13:53  

Esse padrão era publicado nos Exames dO RJ e S.P. Só não era do CESPE

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:03  

Mariana, gostei tanto do q vc falou q peço licença para reproduzir abaixo in verbis.

"Agora deu mesmo, o que vai ter de neguinho que não passou e vai alegar fraude pra anularem tudo não está no gibi!
Tudo é brecha, tudo é motivo pra anularem tudo, tudo é fraude, tudo é "maldade" e "massacre" com os "pobres" bacharéis desse Brasil anil...ME POUPEM ;////////
Meus amigos, parem de procurar pêlo em ovo, vão estudar pro próximo exame!"

e ainda quero acrescentar q, até hj, nao consigo entender os motivos q essa gente tem. reclamama q o gabarito saiu DEPOIS de feita a prova? ora, se o gabarito tivesse vazado antes, tudo bem, mas depois...

Reclamam q nao podem inventar dados para responder a questao, mas inventaram que houve acidente de trabalho, o q a questão,nem de longe, menciona...

Pelo amor de Deus, será q vcs nao enxergam q estao fazendo papel de palhaços...

será q nao enxergam q erraram e nao adianta mais chorar??

na próxima vcs passam. Agora, com certeza, vao estudar todas as peças e nao só o trio RT, RO e contestação.

E tenho certeza q aprenderam q o patrão nao precisa de nenhuma ação para rescindir contrato de trabalho e nem dar baixa na CTPS.

boa sorte pra voces no 2009.3

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:05  

Será q tem alguma coisa haver com as eleições da OAB para o dia 16/11/2009?
Pois, aqui em Santa Catarina, estão a procura do voto a voto... A OAB situação, estão todos malucos por aqui, temos 3 chapas concorrendo este ano! deve ser por isso a publicação antecipada!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:06  

MPF E POLÍCIA FEDERAL NELES!!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:13  

Ana (00:43), esse tempo que você fica perdendo pesquisando bobagens você poderia ter utilizado para estudar para o próximo exame.Pelo conhecimento é que você vai conseguir um dia aprovação, fora isso é pura ilusão. Eu duvido que os bacharéis que estão bem prapardos, que conhecem a aplicação do direito material e processual, estão preocupados com tudo isso que está acontecendo, duvido. E eles não estão preocupados simplesmente porque sabem que foram aprovados ou que serão aprovados quando fizerem a prova.Enfim, o segredo é um só, Ana: é estudar para aprender, este é o único segredo para aprovação no exame.Como é que você quer ser advogada se não sabe identificar o meio processual cabível à situação? Como é que você vai, desse modo, defender os interesses de um cliente? Faça-me o favor, ne?

Bernardo,  13 de novembro de 2009 14:17  

A pessoa não se identificou, porém, é possível com pedido judicial saber quem foi que postou, através do IP e telefone, e ir atrás se isso efetivamente ocorreuu.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:31  

10:37, realmente não tem sentido hoje a prova da segunda fase ser manuscrita, é um atraso tremendo que precisa ser resolvido. Mas veja, o exame hoje só existe porque a OAB precisa controlar o número de advogados que são inseridos no mercado todos os anos, é só por isso que ele existe, pois medir qualificação ele nunca mediu e jamais será capaz de medir, por mais modificações que façam jamais será capaz de medir qualificação de um bacharel.Eu tenho a impressão que a OAB está "nadando contra a maré", ou seja, ela insiste em manter um exame que não serve para nada, a não ser para encher sua conta bancária. Como se sabe, quase todos os bacharéis são simplesmente anlfabetos funcionais (a maioria concluiu o ensino fundamental e médio por meio de exames supletivos) e nunca vão ser aprovados no exame e outra parte que consegue passar, uma boa parte, tem sérias dificuldade em desenvolver raciocínios jurídico (estes são péssimos advogados). Qual seria a solução: a solução seria a OAB extinguir o exame e ela própria passar a administrar os vestibulares das faculdades de direito, pois exigindo na seleção, exigindo um vestibular sério e rigoroso, ela estaria permitindo que somente as pessoas capacidatas e com escolaridade suficiente ingressem no curso de direito.É só isso que precisa, nem precisa esse exame esdrúxulo existir.O exame hoje se presta somente a controlar o número de advogados no mercado, encher os cofres da OAB, CESPE, cursinhos e autores de livros de grana e, por consequência, criar um amontoado de pessoas com problemas psicológicos (depois que não conseguem aprovação no exame isso vira uma tortura psicológica eterna).

Clayton 13 de novembro de 2009 14:38  

Gente!

e a prova de D.Tributário? simplesmente não vão aceitar a medida pratico-profissional mais adequada... enquanto a de D.Trabalhista vão aceitar o que os examinando fizeram - que igualdade existe entre os examinando - nenhuma - o que vale mais o Número de examinandos ou a justiça - a Ordem tem dois pesos e duas medidas para tratar os seus futuros profissionais... aconteceu o típico - quem não chora não mama... isso foi uma palhaçada!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:39  

Ciciliotti, 12:50, se muda para a Bolívia ou Paraguai e pede para a nacionalidade brasileira ser retirada. Talvez lá na Bolívia ou no Paraguai não exista exame para ser advogado. Vai pra lá, vai e não enche o saco, porque provavelmente o Brasil não tenha nenhum motivo para ter orgulho de ter você como brasileiro(a).

THIAGO,  13 de novembro de 2009 14:54  

to vendo mto falatório e pouca ação.."pq eu vou prova que eles estão errados", "pq isso é uma vergonha", "pq não sei oq"..e ai?? to vendo mta gente aparecendo e nao fazendo nada..entrar com ação na justiça para suspender a prova ate uma decisao do judiciario..foi notório que o espelho foi elaborado após olharem as provas oq ficou evidente que escolheram quais iriam aceitar..essa foi a proposta ao fazer uma prova dubia.. quem está ai em brasilia entre com uma ação no judiciario para impugnar essa prova..certo q vazou esse espelho..se vazou agora pq nao vazou antes da prova? quero ver se mexerem e pararem de ficar falando e se aparecendo em cima dessa prova!

Gian Tozini 13 de novembro de 2009 14:57  

Acontece que um gabarito geralmente é feito antes da prova, quando é feito depois, podem haver correções tendenciosas para favorecer seja lá quem for.

Acredito que foi essa a intenção do colega ao tratar sobre o gabarito ser feito após a realização da prova.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 14:58  

Oi , quem postou o seguinte: a 2a questao do espelho padrao traz Precedente do TST: RR - 171/2005-004-12-00, Sexta Turma, DEJT - 28/08/2009, Min. Horácio Pires. e
o nosso edital é de 31/07...ou seja, esse precedente nao deveria valer para nossa prova não achas ??? será ?

tem razao sim!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 15:50  

Se para trabalho vale ler as fundamentacoes,para as demais tb devera estar valendo.Falando serio,sinto-me uma idiota debatendo tudo isso,no entanto,ainda 'e a melhr maneira de garantirmos algum direito.Afinal de contas,quem fez aprova de diireito do trabalho,ja conseguiu mudar alguma coisa!
O acolega acima diz que se vazou nao prejudicou quem nao teve acesso,(por nao ser concurso publico,pois o candidato concorre com ele mesmo).Olha o tipo de cabecinha que temos que aturar.Depois acerta a peca e se acha "the best",
Que coisaaaaaaa!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 15:57  

Os ânimos estão quente e o povo está estrapolando ! Pessoal !! muita calma, nem saiu o resultado ainda.
É claro que houve alteração no gabarito de trabalho, não há dúvidas, mas com certeza foi para melhor, pois caso só aceitassem ACP a reprovação seria em MASSA.

Vamos aguardar o resultado e só depois analisar o caso. Há possibilidades de recurso (quando poderemos nos manifestar) pq agora o CESPE não tá nem aí para estas manifestações, como disse uma pessoa anteriormente, na 1a fase anularam 2 questões sem dar maiores explicações e muita gente entrou com MS e pôde fazer a 2a fase, pensem NENHUM GABARITO É ABSOLUTO, podemos questionar sim...

Anônimo,  13 de novembro de 2009 16:10  

So gostaria de entender uma coisa: o tal espelho lançado por alguem n orkut, foi antes ou depois da Cespe ter lançado sem erro oficialmente?
A gde questao esta na possibilidade desse(a) alguem ja ter em maõs o tal "padrão"... agora se foi antes ou depois da prova a PF e o MPF é quem pode e deve investigar!!!!

Camila,  13 de novembro de 2009 16:51  

Magna

Quando os candidatos terminavam a prova, o fiscal destacava a capa e informava que era pra não haver identificação da prova. Assim foi feito em santa catarina.

Anônimo,  13 de novembro de 2009 17:14  

Veremos um detalhe.

A prova deveria ser corrigida pelo CESPE, no entanto, com essa divulgação, estamos confirmando que as correções, pelo menos da segunda fase, são feitas pelas seccionais de cada Estado.

Resumindo, a OAB passa "a bola" para o CESPE, dizendo ser imparcial (qualquer problema reclame com o CESPE), no entanto, acabamos de verificar que a OAB continua tendo influência real e absoluta na fase final.

O que isso nos lembra? a OAB é Pública quando convém, privada quando convém, e é banca examinadora também, é claro, mas só quando convém.

Rimou?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 18:42  

A OAB não pode admitir tamanha confusão no seu Exame de Ordem, pois o que se está em jogo não é uma aprovação, mas o nome de uma instituição constitucionalmente prevista!!!

Essa chicana que transformou o Exame da Ordem deve ser corrigida e explicada, pois a OAB que preza pela transparência e fiel observância das leis não pode admitir que os erros do Cespe lhe comprometa.

Com tudo isso fico triste, apesar de não perder as esperanças e já me preparar para um novo exame, pois o Exame da Ordem transformou-se em um jogo onde as regras surgem durante o seu transcorrer!!!!

Lamento, só lamento!!!

Anônimo,  13 de novembro de 2009 19:28  

Dr. Maurício, a OAB de Alagoas reconheceu que o enunciado era dúbio, está na página deles. Enfim, alguém se manifestou, diante desta vergonha.

Renan,  13 de novembro de 2009 20:21  

não obstante com esta palhaçada que se ve, as alterações realizadas para o proximo exame já atingem aqueles que foram vitimas do exame 2009.2.
no mínimo revoltante...

Kaos Nunes 13 de novembro de 2009 20:57  

Não é novidade isso que está acontecendo, porque a Cespe perdeu o rumo desde o penúltimo concurso da PF que vasou os gabaritos... Lembram? De lá para cá, centenas e milhares de licitações e organizações de certames, eventos e muitos, muitos editais... Como é que dariam conta?? O pior de tudo é que só sobra p/ nós estudantes e concurseiros profissionais: Estou classificado dentro das vagas de Agente de Polícia do Estado da Paraíba, o concurso fez um aninho em outubro, e vem se arrastando até então ao bel prazer da Admnistração da Paraíba e da Cespe. Divulgaram na terça feira que hoje sairia o resultado dos teste psicológicos e até agora nada, só um "possível resultado hoje ou provável dia 17", cade o profissionalismo e o velho e bom compromisso?? Quem está por trás disto tudo? Quem é o verdadeiro bigboss???? Fica minha resignação por todos os bacharéis e concurseiros batalhadores do Brasilzão que foram e estão sendo prejudicados de uma forma ou de outra. Força e Fé.

Nilson,  13 de novembro de 2009 22:08  

E o cara que foi pego colando na prova em Goiânia? Será que tinha algo mais?

Anônimo,  13 de novembro de 2009 23:30  

NOBRES COLEGAS QUE ASSIM COMO EU FIZERAM EMBARGOS À EXECUÇÃO, ESSE RECADO É PRA VCS!!! VCS PERCEBERAM QUE A FUNDAMENTAÇÃO DO CESPE PARA A NÃO ACEITAÇÃO DOS EMBARGOS FOI QUE NÃO HAVIA BENS PARA GARANTIA DO JUÍZO? ORA, EXISTEM VÁRIAS JURISPRUDÊNCIAS INFORMANDO QUE NÃO HÁ NECESSIDADE DE GARANTIR O JUÍZO E O ART. 736 DO CPC TB NOS AJUDA, ASSIM COMO PODEMOS TB INVOCAR O PRINCÍPIO DO CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. VAMOS LÁ GALERA, COMECEM COM OS RECURSOS, POIS JÁ SABEMOS QUAL FOI A TESE USADA PELO BENDITO CESPE.
ATENÇÃO!!! QUEM FEZ CURSINHO NA FORTIUM, VAMOS PROCURAR O MESTRE FARAG PARA ELE NOS AJUDAR NESSA EMPREITADA.

lidiane 14 de novembro de 2009 00:06  

O que vc foi lembrar hein, nessa altura do campeonato!!! Mas se for ele q estava com o gabarito??? hein?

Anônimo,  14 de novembro de 2009 01:08  

Anônimo 22:08, já pensou até esse que foi pego colando ser aprovado com a anulação da prova?

anna 14 de novembro de 2009 10:46  

Realmente acho que foi um deslize da cespe, mas até agora, este vazamento não trouxe nenhum prejuízo aos examinandos, somente revolta, mas creio que esta discussão seria inconveniente neste momento, haja vista a eminente anulação da peça profissional, que inclusive já tem ofício do presidente da seccional da MS a pedindo. Agora peço somente paciência dos examinandos, cada discussão a seu tempo, para nosso benefício.

Muita calma!!

Qualquer dúvida este documento digitalizado encontra-se num dos tópicos da comunidade inquérito 2009.2 no orkut

Anônimo,  14 de novembro de 2009 12:00  

Eu acredito que se alguma prova for anulada, não deverá haver a aprovação automática de todos os candidatos, mas a aplicação de uma nova prova! Não é assim que funciona? Sinceramente todos nós falamos e reclamamos, mas diante de tudo isso, já não sabemos mais o que dizer! Não sem o apoio do braço forte da própria OAB que já começa a se manifestar! Mas, acredito que o mais justo seria a aplicação de uma nova prova!

Samir 14 de novembro de 2009 15:21  

Nós queremos apenas um Exame de Ordem justo e transparente, que possa avaliar o conhecimento dos examinandos...
Creio que a OAB está reconhecendo, aos poucos, o grave erro cometido pelo Cespe, em ter mal elaborado o enunciado da peça, além de 3 questões das 5. Ademais, consabidamente, ocorreram outros problemas, dentre os quais destaco a violação do sigilo do espelho da prova, por terceiros...
ANULAÇÃO JÁ, TUDO POR SER MEDIDA DA MAIS PURA E LÍDIMA JUSTIÇA!

Anônimo,  14 de novembro de 2009 17:21  

Pensei em fazer ACP, mas verifiquei que faltavam dados para configurá-la e também para os pedidos de acordo com os arts. 334 a 345 do CC e art. 890 a 900 do CPC, pois no livro de Sérgio Pinto Martins, 29ª edição, página 516, preconizava que na ACP não se poderá discutir sobre o quantum devido ou sobre a existência ou não da dívida. A dívida deve ser líquida e certa. é vedado se questionar na ACP o que se está debatendo na ação de fundo, na RT, havendo aí, iliquidez e incerteza quanto ao débito. Se há necessidade de apuração do devido, inexiste liquidez. E também em relação à mora, a ACP serve para a empresa não pagar a multa do art. 477 CLT, porém o art. 477 §8 reza que o empregador não incorre em mora quando a mesma se der por culpa do empregado. Um dos pressupostos da ACP se configura na recusa ou mora em receber por parte do empregado, o que não aconteceu no caso analisado, visto que ele foi notificado para retornar ao trabalho e não para receber as verbas rescisórias, pois o contrato de trabalho não estava rescindido. Deste modo, havia a necessidade do reconhecimento da justa causa, com base no art. 482, i da CLT e a súmula 32 do TST. Além do mais, a ACP não é instrumento adequado para rescisão de contrato de trabalho, nem de dar baixa na CTPS. E também pelo fato de carecer a demanda do reconhecimento do abandono de emprego. Por esses motivos fiz uma RT. Quando também pensei em fazer uma IJ, percebi a ausência do requisito auxílio doença acidentário que caracterizaria a estabilidade por 12 meses, conforme súmula 378, II do TST. Analisando o enunciado da questão, percebe-se que a prova foi mal elaborada, permitiu vários entendimentos, de forma a induzir o candidato em erro. E, desta forma, o mais correto seria corrigir quem fez ACP, RT e IJ, ou a anulação da peça.

Anônimo,  14 de novembro de 2009 17:58  

Gente, se por acaso a prova for anulada por suspeita de fraude ninguém será aprovado automaticamente não, nova prova será realizada.E não se iludam, pois a nova prova não vai ser moleza nem um pouco.Eu nem sei o que será o mais difícil e demorado, se fazer o próximo exame e ser aprovado ou fazer nova prova e entrar pelo cano correndo o risco de nunca mais ser aprovado, já que, pelo andar da carruagem, a partir de 2010 as regras do exame já serão as novas.Moral da história: o tiro pode sair pela culatra.Eu fiz RT, mas sinceramente eu não estou torcendo para a prova ser anulada por suspeita de fraude não (e nem entro nessa onda). Anulada por dubiedade sim,pois assim todos serão aprovados, mas por suspeita de fraude, como estão os bacharéís se precipitando e pedindo, acho uma "roubada" muito grande.

Anônimo,  14 de novembro de 2009 18:08  

Anna (10:46), leia bem o que é divulgado e interprete corretamente.NÃO TEM oficío do presidente da seccional do MS coisa nenhuma, ele apenas encaminhou ao CESPE um pedido de anulação que, por meio daquele manifesto, os bacharéis formularam. Não crie ilusões, pois o CESPE não vai arredar um milímetro os parâmetros divulgaos no padrão de prova, pode crer.E tem mais um detalhe, a divulgação do resultado já será segunda feira, ou seja, não vai dar tempo nem desse ofício do presidente da seccional MS chegar em Brasília (onde fica o CESPE).

Anônimo,  14 de novembro de 2009 23:21  

Concordo plenamente com o anônimo das 17:58. Se por acaso, a OAB anular a prova por suspeita de fraude, aguardem o revés, pois a prova que virá será par não aprovar NINGUÉM.

Ana Paula 14 de novembro de 2009 23:52  

Anônimo das 17:58 concordo com vc, e o dinheiro que gastamos no cursinho não vai servir pra nada?? temos que pagar pelo erro de alguns? ainda tem chance de a cespe realizar uma nova prova e pegar no nosso pé por causa da anulação...esperem os resultados saírem...ninguém vai ganhar com anulação por causa de fraude, tenho um amigo que passou em uma prova e depois descobriram que tinha sido fraude e ele não participou de nada foi o exame 135 de são paulo, depois de 1 mês é que foi aplicada nova prova, sendo que nesta ele não passou e teve que realizar a próxima...

Pensem Bem!

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP