Prova subjetiva poderá ser marcada para 18 de abril

quinta-feira, 11 de março de 2010

Anulado após fraude, exame da OAB deve ser remarcado para 18 de abril

Dia 11, que era a proposta inicial, coincide com concursos públicos. OAB defende ainda que o Cespe arque com o custo total de R$ 1,3 mi.

Anulada após um candidato ter sido flagrado colando, a segunda fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deve acontecer no dia 18 de abril e não mais no dia 11, como havia sido cogitado inicialmente pela instituição. O motivo, segundo o presidente da OAB, Ophir Cavalcante, é que o dia 11 coincide com diversos concursos públicos em todo o país. A confirmação deve ser anunciada na próxima segunda-feira. Cerca de 18,7 mil bacharéis terão de refazer as provas.

A probabilidade de ser dia 18 é grande até por conta dos inúmeros pedidos de candidatos devido aos concursos do TRF”, afirmou Cavalcante ao G1.

Em relação ao custo de R$ 1,3 milhão para a reaplicação da prova, a OAB defende que o Cespe pague integralmente o valor. “Não vamos abrir mão de que o Cespe arque inicialmente com o custo. Se houver alguma decisão, a OAB devolveria depois o dinheiro”, disse.

A proposta do Cespe é que o valor seja dividido igualmente entre ele e as 27 seccionais. Se o inquérito da Polícia Federal, que apura a fraude, apontar a culpa de um órgão, haverá o ressarcimento. O 3.° Exame de Ordem de 2009, realizado nacionalmente, foi cancelado após um candidato de Osasco (SP) ter sido flagrado colando –as respostas estavas num papel manuscrito e também dentro do código de leis, que pode ser consultado durante o exame.

Fraude

Por uma questão de segurança, o Cespe propõe ainda que a aplicação da prova fica integralmente sob sua responsabilidade. Segundo o presidente da OAB, a participação do órgão na realização do exame é “mínima” e pouco mudará. Ele descarta que o vazamento da prova tenha sido feito por algum fiscal de sala, uma das tarefas em que a OAB colabora com o Cespe.

“Isso é impossível. Na leitura da Ordem, não há como fazer a impressão disso [da cola] dentro de um código, como se fosse página de um código. Não haveria tempo para elaborar as respostas antes da aplicação da prova. Isso só poderia ter vazado antes, mas só a Polícia Federal poderá avaliar no inquérito.”

Segundo ele, a PF não deu prazo para a conclusão da investigação.

Além da indicação de fiscais de prova, que acompanham a aplicação do exame ao lado de fiscais do Cespe, a OAB aponta examinadores para escolher as questões. “São indicados dois ou três examinadores para escolher cerca de 10 questões. E o Cespe é quem escolhe as cinco finais e só ele sabe isso.”

Na avaliação dele, apesar do vazamento, a credibilidade do Exame de Ordem está mantida. “Ela só estaria manchada se não tivéssemos anulado a prova. Vários concursos no Brasil já foram anulados por conta de vazamento. Isso, infelizmente, pode acontecer. As pessoas querem uma forma fácil de ingressar seja na Magistratura, no Ministério Público ou na advocacia e acabam cometendo ilicitudes dessa natureza. E pode ter certeza de que ninguém vai entrar na OAB pela porta do crime.”

Fonte: G1

26 comentários:

ALEMOA 11 de março de 2010 18:54  

Segundo o G1 a segunda fase da prova da oab será remarcada para 18 de abril, ocorre que nesta data também haverão outros concursos, tais quais, oficial de justiça RS, IF de SC, CEF do RS, Procuradoria Geral de SC, dentre outros.
Espero não haver mudança de datas, mas se ocorrer, que não seja para dia 18.
...SEREI PREJUDICADA...

Clayton 11 de março de 2010 19:36  

"Quando será realizada a bendita 3ª fase do exame 2009.3??? Pelo visto o disque me disque de quem vai paga a conta da anulação ainda vai da pano pra manga!!!!!

Escrevam isso:

Da forma que as coisas andam, a 3ª fase inédita só irá ser realizada após o término do inquérito policial da PF, pois pelo visto, o casal 20 (oab e cespe) tão numa "quebradera braba"

texugo 11 de março de 2010 19:45  

"E pode ter certeza de que ninguém vai entrar na OAB pela porta do crime.”

então me explica esse video?

http://www.youtube.com/watch?v=MVL3F411uek&feature=player_embedded

Re 11 de março de 2010 19:48  

Não entendo pq a Polícia Federal não dá um cursinho avançado de natação a esse bostão no rio tietê, quero ver se não abre o bico...Estão dormindo mesmo! Me poupe.

Airton 11 de março de 2010 19:57  

"As coisas que eu quero entender mas não consigo...
Eu quero entender algumas coisas mas juro que não consigo..."

Dr. Mauricio, nem você nem ninguém consegue entender, e o que fazer quem está sendo prejudicado pela segunda vez, graças aos equívocos OAB/Cespe no Exame 2009.2, leia-se questão Prova Prática Trabalhista, e agora a ainda não esclarecida fraude, tenho minhas dúvidas a respeito. Será que não é coisa premeditada para uma confusão apagar a outra. Outra dúvida, a denúncia foi feita a Rede TV, nada contra a mesma, com todo respeito, mas porque ela e não as emissoras de grande expressão nacional, como Globo, Bandeirantes e SBT.
A Polícia Federal, ainda não conseguiu desvendar o crime? Existe a dúvida de quem é o responsável, OAB ou Cespe? Como não, tem a sua disposição o fraudador, não tem? Faça o interrogatório ao mesmo, simples, ele explicará tudo e estará esclarecido, o que falta? Por isso a minha dúvida, o que há por trás disto tudo. Ahm, mais uma observação: a data será alterada, isto não é novidade, a cada decisão da OAB / Cespe a confusão aumenta, e nós quando seremos respeitados? mas, o culpado sou eu, quem manda aos 60 (sessenta) anos após a gradução em Administração e Ciências Contábeis, ainda pretender ingressar na "Advocacia", parece que querem impedir!

B.Sousa... 11 de março de 2010 20:56  

obrigado cespe, por atrasar minha vida mais uma semana. Eu deveria no dia 11 de abril, meu aniversário, já ser advogado, bastando esperar receber minha carteira, mas graças a incompetencia dessa instituição eu deverei fazer novamente a prova. Agora ela resolve atrasar mais uma semana meus sonhos, por causa de um concurso qualquer. Sinto muito, mas eu não colei na primeira prova, e muito menos vou fazer concurso algum. Nunca fui tão injustiçado. Quando é que alguém vai pagar?! que droga!... Tomara que ao menos esse exame volte a ser realizado pelas seccionais. Essa droga unificada causou tudo isso! Nenhum outro estado da federação teria problemas por causa de um imbecil em SP. Abaixo o exame UNIFICADO!

Ernani Netto 11 de março de 2010 22:35  

Não está manchada na cabeça da OAB!

Todos que falam comigo já tem aquele tom de que tinha de ser em uma prova para ser advogado.

Não obstante a pecha que nossa (futura) profissão carrega, ainda temos de carregar mais este fardo!

Cristiano 12 de março de 2010 00:01  

Legal Cespe e OAB. Que palhaçada, agora além de cancelar a 2ª fase querem mudar ainda a data originariamente prevista. Daqui a pouco vamos fazer a prova em junho. Além disso, usam o argumento de vai concidir com concurso do TRF só não se ligam que no dia 18.04 vai ter no mesmo Estado do Rio Grande do Sul o concurso de oficial de justiça, onde tem mais de 78 mil inscritos, sendo grande parte bacharéis em direito. É complicado bando de hipócritas, porque antes não antecipam essa prova.

Camila 12 de março de 2010 00:19  

Ufa!! Menos um prejuízo!

Talissa 12 de março de 2010 03:05  
Este comentário foi removido pelo autor.
Raul 12 de março de 2010 07:42  

Dia 11 de Abril, aqui em Fortaleza, também haverá concurso para Fiscal do Município, e se a bendita prova for remarcada (NOVAMENTE)muitos irão se prejudicar.

Não se faz justo tamanho prejuizo!!!

Rodrigo 12 de março de 2010 07:50  

Palhaçada. Só falta marcarem pra ontem. Escrevam: vai todo mundo fazer a 2ª fase com o pessoal da 2010.1.

grace 12 de março de 2010 10:07  

torço p que a 2a fase OAB seja no dia 25/04...assim nao prejudica quem vai fz os concursos TRF e TJ/RS!

André Luiz 12 de março de 2010 10:13  

Não adianta ficar mudando a data!! A nova data do Exame de Ordem não pode ficar vinculada à inexistência de concurso na mesma data! Que absurdo!! Essa prova tem que ser realizada o mais rápido possível. Milhares de bacharéis estão amargando essa espera. Incompetentes!!

Perséfone 12 de março de 2010 10:46  

A minha sugestão é para que a prova seja realizada no dia 04 de abril ou até em data anterior. Quero fazer esta prova o mais rápido possível. Quem estudou, e saiu bem na outra prova, sairá nesta também. Por mim, poderia ser neste domingo agora, apesar de ser impossível. Não suporto mais esta situação deplorável a que chegamos. O meu organismo está reagindo de uma forma negativa que eu nunca esperava que acontecesse. É a segunda vez que sou vítima da OAB e CESPE. Estou quase pedindo por misericórdia. Apliquem logo esta prova. Logo! Rápido!

Dani 12 de março de 2010 10:49  

vale lembrar... OAB NAO EH CONCURSO PUBLICO!!!!!!
não há concorrencia...

ingressar na advocacia nao pode ser comparado a ingressar na magistratura ou mp...

Joao 12 de março de 2010 11:27  

Gente, dia 18 tb não é legal tem concurso de oficial de justiça do RS, dá na mesma, vamos nos pronunciar.

Fefa 12 de março de 2010 12:34  

Deus nos ajude!! Que essa prova realmente seja no dia 18!!! É o que o pessoal aqui do sul espera...e tantos outros do Brasil inteiro que tbm farão a prova do TRF4!

carolina 12 de março de 2010 13:56  

é? porque não antecipar a prova? quanto mais longe, mais e mais prejuizos.. porque o cespe e a oab não pagam nossas contas né... então pouco se importam se precisamos comer ou não.. uma falta de respeito completa isso!

EDuardo august 12 de março de 2010 21:22  

É uma grande palhaçada! A OAB e CEspe UNB são um claro exemplo de vergonha nacional com a anulação da prova pra todo mundo! Deveriam ter corrigidos as provas e quem foi aprovado e fosse descoberto posteriormente que passou na malandragem que tivesse retirada sua carteira. Não há lógica em se punir todo mundo! Eu não quero nem saber vou estudar pro concurso de Delegado em SP quando finalmente marcarem a data da prova vou revisar a matéria duas semanas antes! se não passar vou entrar com manddo de segurança pra corrigirem a primeira dúvidam?! rs...

Marcelo 13 de março de 2010 12:08  

Vergonhoso... seria melhor deixar cada seccional fazer a sua, esquecer essa palhaçada de exame unificado... o país é grande e sempre vai haver conflito de interesses. Concordo que vai acabar caindo pra ser feita junto ao pessoal de 2010.1.
Já tenho minhas duvidas se é melhor ter exame ou deixar cair por terra apoiando a PEC.

Donizete 13 de março de 2010 15:46  

Para o "decoradores" de plantão, quanto mais tempo passar pior será.

Filipe Castro 13 de março de 2010 18:33  

Complementando alguns comentários sobre a mudança da data para o dia 18 de abril, espero que não perpetue, pois nessa mesma data também haverá no estado do Rio de janeiro concurso para fiscal de renda!!poderia ser na minha opinião no dia 25 de abril!!

Rosangela 13 de março de 2010 18:41  

Tomara que não mude a data para 18 de abril, pois tenho concurso de fiscal de renda no Rio de Janeiro!!
ponderando interesses, há de ser reconhecido!! sugestão para o dia 25!!

Donizete 13 de março de 2010 18:54  

Isso mesmo Marcelo (12:08), desde começo que eu defendo essa ideia de se acabar com o exame unificado e cada seccional realizar o seu. O Brasil é grande demais e isso dificulta demais e controle e fiscalização do exame nacional. E mais: cada Região tem as suas especificidades que poderiam ser "exploradas" se o exame fosse realizado por cada uma das seccionais,o que hoje é impossível se o exame é nacional.

Ana Carolina 14 de março de 2010 23:16  

Prefiro que ANTECIPEM esse exame!
Quanto mais tarde, mais atrasa a minha vida...

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP