Toffoli e o Exame de Ordem

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Trecho de um discurso (em 2007) do futuro Ministro do STF, José Antônio Dias Toffoli:

(...)

Eu gostaria de parabenizar os que tomam posse hoje na carreira de advogado. Nós que já passamos por isso, sabemos a luta que enfrentamos e, depois, a alegria que é ser empossado como advogado. Eu me lembro até hoje que a prova que me deixou mais nervoso foi o exame da Ordem dos Advogados. Não foi o vestibular. Não foi nenhuma outra prova. Quando eu prestei o exame de Ordem - a primeira fase em dezembro de 1990, e a segunda em fevereiro de 1991 – a prova não era tão rigorosa como é hoje. Então, mais do que nunca vocês estão de parabéns. (...)

Fonte: AGU

12 comentários:

Anônimo,  18 de setembro de 2009 14:12  

kkk, cabe embargos de declaração, kkk.

Rodrigo Feijó 18 de setembro de 2009 14:16  

Este NÃO é um país sério... é o país do faz-de-conta! José Antonio Toffoli cultiva o hábito de presentear amigos com passagens aéreas compradas com o dinheiro dos pagadores de impostos. É um ato criminoso a infiltração no Supremo de um bacharel que, além de politicamente suspeito é intelectualmente despreparado. Entregar uma toga ao ADV predileto do PT é uma cafajestagem. Nomear um militante partidário desprovido de notável saber jurídico é afronta.

Pamela 18 de setembro de 2009 14:29  

Maravilhoso!
Concordo...foi a prova que fiz que fiquei mais nervosa até hoje, mas quando se tem a vitória... é a melhor sensação do mundo no momento!!!!

Anônimo,  18 de setembro de 2009 14:31  

Ele não sabe disfarçar. Quanto menos irá saber qual o objetivo do exame. Não avisaram pra ele que se trata de reserva de... Digo, digo: aferimento de conhecição!

É aquele velho ditado: "Quem bate esquece, quem apanha nunca esquece".

Ele não tem motivo nenhum para saber o que está se passando com o planeta terra depois de 1994.

Marcelo,  18 de setembro de 2009 16:51  

Com o devido respeito aos colegas não aprovados, não dá para dizer que o exame é coisa do outro mundo. Quem pode se dedicar minimamente durante o curso tem condições de passar pela primeira fase. Por isso, não há razão para ficar nervoso se você é bem preparado...

Marquinhos 18 de setembro de 2009 18:00  

Ele estava à frente do seu tempo!

Foi o único a prestar o Exame de Ordem de 1991.

kkkkk...

Só rindo mesmo!!!

Anônimo,  18 de setembro de 2009 21:28  

BRASÍLIA - Indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli e seus sócios no escritório de advocacia Firma Toffoli & Telesca Advogados Associados SC foram condenados, na semana passada, pelo juiz da 2ª Vara Cível do Amapá a devolver R$ 420 mil aos cofres públicos do Estado. O escritório de Toffoli é acusado de "conluio" com o então governador do Amapá, João Capiberibe (PSB), para firmar o contrato ilegal e receber, mensalmente, R$ 35 mil para representar o Estado nos tribunais superiores em Brasília. De acordo com o juiz da 2ª Vara Cível da Justiça do Estado Mario Cezar Kaskelis, houve afronta à Lei de Licitações e ao princípio da moralidade administrativa.

Toffoli e seus sócios foram contratados e deveriam exercer a função dos procuradores do Estado, a quem cabe prestar assistência jurídica ao governo do Amapá. O contrato, feito por meio de licitação pública e prorrogado por um aditivo, exigia apenas que o escritório vencedor dispusesse de dois advogados, com pelo menos dois anos de experiência. Isso poderia ser feito, argumentou o juiz, por "quase todos os escritórios de advocacia do País".

Veja também:

Trajetória do advogado é ligada a Dirceu e ao PT
Indicação pode refletir no julgamento do caso Battisti

Toffoli já recorreu da sentença e alegou ter tido o direito de defesa cerceado. Isso porque a sentença foi dada três dias antes de uma audiência, que já estava marcada pelo juiz titular da 2ª Vara Cível, Mário Euzébio Mazuerk, para ouvir as testemunhas arroladas por Toffoli.

"Quando o apelante (Toffoli) aguardava pela audiência de instrução e julgamento, foi surpreendido com a prolação da sentença ora apelada três dias antes da audiência designada", alegam os advogados no recurso. "Uma vez designada a audiência de instrução e julgamento e arroladas as testemunhas pelas partes, é dever do juízo colher os seus respectivos depoimentos, sob pena do direito de defesa", acrescentam.

Leia mais detalhes da condenação do ex-advogado-geral da União amanhã na edição do Estadão. A indicação formal de Toffoli para o STF foi feita ontem pelo presidente Lula. Será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), onde ele será sabatinado, e depois também submetida a votação de todos os senadores, no plenário da Casa.

A condenação é um problema que Toffoli terá de explicar no Senado para conseguir a vaga de ministro do STF, no lugar do ministro Carlos Alberto Menezes Direito. Antes mesmo de o nome ser oficializado, Toffoli era criticado por ter sido advogado do PT, ser ligado ao ex-deputado José Dirceu e ter defendido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o presidente Lula em três campanhas eleitorais – 1998, 2002 e 2006. Depois que foi confirmada sua indicação, ele decidiu sair de férias da Advocacia-Geral da União e evitar qualquer entrevista ou evento público.
Fonte : http://www.estadao.com.br/home/index.shtm

Anônimo,  19 de setembro de 2009 16:54  

É a hora de aplicar a campanha " Ficha Limpa" ao Dr. Toffoli!

O Senador Demóstenes Torres, presidente da CCJ do Senado de a seguinte declaração em relação à campanha ficha limpa para os candidatos a políticos:

"Comissão de Constituição e Justiça do Senado, em caráter terminativo, aprovou o projeto de lei 688/07, que impede o registro de candidatos condenados, em qualquer instância, pela prática de crimes hediondos (como tortura e racismo) ou dolosos, contra a administração pública ou o sistema financeiro, bem como por improbidade administrativa. Para o relator da matéria, Senador Demostenes Torres, "quem quiser ser candidato terá que ter moral e reputação ilibada".

Vamos ver agora como vai agir o Senador!

Anônimo,  19 de setembro de 2009 21:48  

Além do nervosismo pelo exame maldito, temos que ficar vomitando por ver escudo do VaSO da Gama.Dá-lhe Flusão!!!!!!!

Anônimo,  19 de setembro de 2009 21:58  

Se temos o Lula na Presidência, o Sarney na presidência, o Michel Temer na presidência, o Gilmar Mendes na presidência, que tem demais ter o José Toffoli como um dos Ministros do STF? Mais um na "panela de fazer rapadura com sabor de marmelada" será apenas mais um, oras bolas.

Anônimo,  20 de setembro de 2009 18:24  

CONCORDO COM O COLEGA!!

Ale,  22 de setembro de 2009 10:20  

Lula está fazendo "muito" pelo Brasil colocando (indicando) gente ruim nos cargos importantes.
E o que será que aconteceu com o "exibir notável saber jurídico e apresentar reputação ilibada"?

Quero ver o que o Senado vai decidir...

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP