A palavra de um anônimo...

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Segue um comentário feito anonimamente aqui no Blog. Não posso assegurar se o comentário é pertinente, mas ele é bem interessante. Julguem por si mesmos:

"Pessoal. Sou membro de comissão avaliadora de provas e exames do CESPE/UnB para concursos que envolvam a área da biologia e algumas áreas das ciências da saúde.

Não preciso nem dizer que não tenho nenhum tipo de acesso às deliberações das bancas examinadoras do Exame de Ordem da OAB. Contudo, entendo relevante informar que, conversando com colegas de trabalho, o que rola "a boca pequena" é que as Comissões Permanentes de Estágio e Exame de Ordem de cada seccional fez (SIC) um pedido (quase que uma ordem de serviço) ao CESPE, para que não seja anulada nenhuma questão no Exame 2009/2, tendo em vista o alto grau de aprovação divulgado na última terça-feira.

Então, estou de acordo com o Dr. Maurício quando ele diz que o alto índice de aprovação na 1ª fase influencia na 2ª. Da mesma forma, influencia também no número de questões anuladas.

Mesmo assim, boa sorte à todos.

M.A.E.B.
Brasília/DF"

40 comentários:

Anônimo,  25 de setembro de 2009 14:42  

isto só mostra a preocupação de restringir a quantidade de aprovados no exame por parte da oab, sabe de uma coisa não quero mais nem saber para não ter raiva, pois não adianta falar, berrar, esculhanbar, pois nada é feito, então só uma coisa eu tenho a dizer a todos os bachares, não pensem que o direito existe, pelo menos para os bachares, pois eles fazem o que querem e ninguem faz nada por que tem que levar em conta a independencia de poderes,há sabe de uma coisa eu vou ali vomitar pois isso é uma nogeira.

Ale,  25 de setembro de 2009 15:06  

Para o pessoal que passou desejo muitaaaaaa sorte, calma e estudeeeeeeeem muitooooooo. Pq ta com cara que a 2a fase vai ser arrancar os cabelinhos. To torcendo por vcs, já que eu não passei...fico na expectativa por vcs!
=)
bjssss

Criação 25 de setembro de 2009 15:13  

Quero pensar que não é verdade, pois quebra a historia da CESP não anular nenhum questão, se não quer q ninguem passe ferra logo a prova, ninguem vai questionar mesmo. Como já fez em outros tempos.
Não me importo como vai ser a 2 fase e nem com quem passou, sou sincera estou preocupada comigo e sei que com coragem, garra e mto estudo chegarei lá, indepedente deles não quer.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 15:21  

A segunda fase do ano passado foi tão tranquila quanto a deste ano, e teve 3 anuladas. Foigande o numero de aprovados, mesmo assim anulou o mesmo tanto que a do começo deste ano, que não passou ninguém.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 15:30  

Levando em consideração o que foi postados há alguns dias, quem decide as questões que serão anulados é um Colégio de Presidentes das Comissões de Exame de Ordem de todas as seccionais, assim não cabe ao CESPE-Unb essa prerrogativa. Penso o que pode ter havido é uma determinação para que a prova fosse materialmente a mais perfeita possível, o que de fato aconteceu. Agora, o que não dá para negar é que a prova está recheada de contradições, o que dá margem sulfciente para a anulação de pelo menos 2 questões. Ou é isso ou todos que pagaram cursos preparatórios devem pedir todo o seu investimento de volta. Não é admissível que professores gabaritados desses cursos não tenham o mínimo de certeza do que passam para os alunos. Como vimos o curso Damásio divergíl em 8 questões e mais de 20 recursos foram postados aqui, muitos formulados por professores de cursinhos, o que leva a crer ser impossível nenhum ser aceito.

Adriano
Paulínia/SP

Anônimo,  25 de setembro de 2009 15:47  

Se isso é uma verdade, as Seccionais estão jogando no lixo a Lei 8.906 e o Código de Ética do Advogado. Creio que esta questão é muito séria e mereceria uma investigação por parte da PF e MP.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 16:01  

Para começo de conversa, se o cara fosse quem é, ele estaria louco louco para fazer a postagem que fez. Não vejo a menor possibilidade de ser verdade e ponto.Façam de conta que aquela postagem inexistiu.

Fábio Schlickmann 25 de setembro de 2009 16:03  

"Se isso é uma verdade, as Seccionais estão jogando no lixo a Lei 8.906 e o Código de Ética do Advogado. Creio que esta questão é muito séria e mereceria uma investigação por parte da PF e MP."

Boa. Insisto que o que fizeram na questão é coisa muito séria, um verdadeiro desrespeito ao advogado.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 16:12  

só retificando o anônimo 15:21,
vc disse que não passou ninguém, pelo contrário querido, passou sim, somente os melhores estudantes de diereito da ocasião, sem me gabar estava dentre ele com 74 pontos na primeira fase e um 9,0 de penal na segunda fase, e a prova da segunda fase, foi com certeza a maior baba!!!
podem se preparar que nessa vem ferro grosso, sem vaselina!!!!

Anônimo,  25 de setembro de 2009 16:26  

ISSO É MUUUUUITAAAAA TORTURAAAA!! PAREM COM ESSE TIPO DE COMENTÁRIOS..., DIA 14/10, SABEREMOS SE SERÃO OU NÃO ANULADAS DETERMINADAS QUESTÕES. OS CANDIDATOS (COMO EU), QUE ESTÃO NA ESPERA DE UMA, DUAS, TRES... "INFINITAS" ANULAÇÕES QUE ACOMPANHAM ESSE TÃO CONCEITUADO BLOG QUERENDO UM POUQUINHO DE ÂNIMO, ESPERANÇA, MESMO QUE SEJA REMOTA DE ALGUMAS ANULAÇÕES FICAM TRISTES E CADA VEZ MAIS NERVOSOS COM ESSES TIPO DE COMENTÁRIOS. DR. MAURÍCIO SOU SUA FÃ DE CARTEIRINHA E ACHO QUE ESSE TIPO DE COMENTARIOS SO TORTURAM QUEM JÁ ESTÁ SENDO MASSACRADO PELA ESPERA TÃO CRUEL E UM PRAZO TAAAÃO DISTANTE NA DIVULGAÇÃO DO O GABARITO DEFINITIVO, BEM QUE A CESPE PODERIA DIVULGAR AS ANULAÇÕES UNS 20 DIAS ANTES DA 2ª FASE, VC NÃO ACHA? GENTEEEE..., MUITA CALMA NESSA HORA!! NÃO FIQUEM DESEPERADOS, VAMOS TER FÉ E CONFIANÇA,QUESTÕES PROBLEMÁTICAS EXISTEM E A CESPE VAI RECONHERCER E ANULAR ALGUMAS ... AMÉM.
DR. MAURICIO UM CHEIRO NO CORAÇÃO. ESTOU SEMPRE LIGADA NAS INFORMAÇÕES DE SEU BLOG.
ANÔNIMA. (SSA - BA)

Anônimo,  25 de setembro de 2009 16:40  

É mais um querendo implantar o terror.

Mas, há um lado positivo se fosse verdade... Ou seja, havendo anulações e subindo o número de aprovados, haverá mais rigorismo na correção das provas na segunda fase.

Tomo por base 2008.2, onde: 56,4% aprovados na primeira fase e 59% aprovados na segunda.

Foi o maior índice de aprovação na primeira e o menor de todos na segunda.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 16:55  

Dr. Maurício,

Independentemente de ser anônimo,não é o caso do senhor dar ciência ao MPF para uma investigação, ou até enviar ao CCJ do Senado Federal este comentário? Considero isso extremamente sério, estão cerceando um direito previsto na CF. Vejamos o que diz a Lei 8.906/94:
DOS FINS E DA ORGANIZAÇÃO
Art. 44. A Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, serviço público, dotada de personalidade jurídica e forma federativa, tem por finalidade:
I – defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado democrático de direito, os direitos humanos, a justiça
social, e pugnar pela boa aplicação das leis, pela rápida administração da Justiça e pelo aperfeiçoamento da cultura
e das instituições jurídicas;

Olha! se isso for verdade....

Felipe Sant'Anna 25 de setembro de 2009 17:05  

Acho engraçada a revolta de todos esses bacharéis quanto aos boatos que rondam sobre o Exame, todo exame de ordem é assim, boatos, mais boatos... Mais é engraçado ainda é acreditar nisso tudo.

Fiz a leitura de alguns comentários desta postagem e queria comentar um deste comentário, respondendo:

Anônimo 1: Chega a ser engraçado o que você fala aqui, meu nobre futuro colega de profissão, acorda para vida, pois se a lei de deus não é cumprida, quem dirá a dos homens. Um bacharel que se formou em direito durante os 5 anos de faculdade deve ter conhecimento que nem tudo que está na lei é devidamente cumprido por nossas autoridades, ou melhor, não se aplica "em todos casos", entendeu?

Quanto aos boatos, acho sinceramente indevido, não acredito que as seccionais das OAB´s estejam pactuando com isso, esses boatos para mim fazem parte do folclore que sempre ronda os exames da ordem.

Outra coisa, muitos bacharéis, antes de fazerem a prova da 2 fase, que um bicho de sete cabeça, mas não é... O importante é estudar e praticar, não tem outra forma de você passar. Não adianta levar meio mundo de livros, leve sempre o essencial, no máximo 10 livros. (minha opinião).

Por fim, sobre está postagem, muito boa... Parabéns pelo blog...

Abraço!

bólido,  25 de setembro de 2009 17:21  

Agora eu digo: Hahahahahaha!Só faltava essa. Além de toda tensão vivida por todos nessesmeses de estudo ainda vem um qualquer com uma asneira dessa. Se isso acontecer todo o conselho federal(com c minúsculo)da OAB deve ser destituído.Então se toda a bacharelança brasileira atingir 50% de seu saber jurídico em uma prova o CESPE/OAB anula a mesma,eh? Tem de ser 22%,35%,18%.... STF neles.Alguém tem aí o telefone do TUMA?Chamem o Tim Maia também!!!!!

Anônimo,  25 de setembro de 2009 17:37  

Vamos estudar pessoal, nada na vida vem de graça. Isso é só o começo. Que venha a prova prática, pensamento positivo... VAMOS PASSAR !!!

Anônimo,  25 de setembro de 2009 19:04  

Dr. Maurício:
Com todo o respeito e por ser leitor assíduo de seu blog, tomo a liberdade de solicitar ao senhor que comunique a CESPE com relação ao depoimento deste anônimo com relação ao comentário sobre os recursos. Não é ético e pode ser uma inverdade o que ele comenta além de criar um clima de intranquilidade compromete o nome da instituição.

Anônimo,  25 de setembro de 2009 19:29  

A OAB tem que obedecer o princípio da legalidade. O critério legal adotado é o de questões objetivas. A Prova Objetiva será constituída de questões de múltipla escolha, com 4 (quatro) alternativas (A, B, C e D) e apenas 1 (uma) alternativa que atenderá corretamente ao enunciado da questão, ou seja, foi estabelecido um critério legal para testar o grau de conhecimento (Prova Objetiva com uma única resposta correta), o que exclui a utilização de alternativas que dêem margem a divergência de entendimento, que tenham mais de uma correta ou que contenham apenas incorretas, seja porque de Objetiva a prova passa a ser Subjetiva, seja porque conflita com o critério legal escolhido. Com efeito, tratando-se de Prova Objetiva, as alternativas devem conter interpretação autêntica ou literal, admitindo-se até interpretação jurisprudencial desde que uníssona, pacificada e incorporada ao ordenamento jurídico, mas jamais admitindo-se interpretação extensiva, analógica, doutrinária, histórica, sistemática ou teleológica, salvo se estas estiverem expressamente descritas na Questão. Se a questão não estiver de acordo com o critério adotado tem que ser anulada, independente de qualquer coisa. Caso contrário, futuros Doutores, é só pedir a tutela do Judiciário.

Omar Roberto de Aguiar Filho. 25 de setembro de 2009 20:43  

Senhores anônimos, por favor, me ajudem. Digitem no Word antes de postar um comentário, pois lá a correção é automática.
Com todos esses erros de português, não sei se valerá a pena vocês continuarem brigando por recursos, pois na segunda fase é essencial saber escrever.
Sejam atentos a escrita, pois são bacharéis em direito, que tanto para concursos, advocacia ou na docência, precisarão ter uma boa léxica.
Quanto ao comentário do sujeito que quer se passar por membro de comissão avaliadora de provas e exames do CESPE/UnB, só preciso dizer uma coisa: jamais nenhum funcionário do CESPE iria fazer algum comentário do tipo, pois com a tecnologia de hoje, facilmente identificariam o endereço IP de onde foi postado o comentário. Sei que nosso MP, nem nossa PF é uma CSI Miami, mas qualquer criança bem treinada sabe realizar tal procedimento.
Tenham calma, pois estou no time das 49 questões e tenho certeza que no mínimo 3 questões serão anuladas...
Torço por todos e estudem!!!

Anônimo,  25 de setembro de 2009 20:54  

pobres de nós mortais....nao sou bacharel....nao faço parte desse clã...nao estou lutando por um lugar ao sol.....faço parte de um outro segmento...se nem a ordem maior de vcs seguem os preceitos(desculpem...minha área é outra..tenho dificuldades com a verborréia)...a coisa se torna realmente preocupante....

Ingrid,  25 de setembro de 2009 20:59  

Dr.Maurício,
Quais questões o senhor acha que serão anuladas?
Ingrid

Anônimo,  25 de setembro de 2009 21:35  

Pessoal preocupem-se menos com os comentários e mais com os estudos! Caso não sejam anuladas questões que nos favoreçam, paciência. Conhecimento nunca é demais. Confesso que ao pensarmos na hipótese de mais uma frustração perdemos o "tesão" para estudar para a segunda fase, porém se chegamos tão perto por que desistirmos antes da hora? Vamos aguardar o resultado dos recursos! Bom final de semana a todos !

Direito & Diversidades 25 de setembro de 2009 23:27  

Sobre o comentário do ilustre e até então Anônimo dessa postagem que gerou um certo "pânico" só tenho uma coisa a dizer: puro sensacionalismo...

Estou no time dos que acertaram 49 e fervorosamente creio, primando pela lógica e bom senso, na anulação de mais de uma questão.

Quanto ao aumento da dificuldade da segunda fase em virtude do alto índice de aprovação na primeira, prefiro não comentar nada pois não possuo bola de cristal e o máximo que poderia dizer seria uma simples especulação como vem sendo feito.

Vamos ver nos dias do julgamento dos recursos e da segunda fase se isso que falei tem sentido.

Aos que estão em situação semelhante a minha, não percam a fé.

Bons estudos e uma boa sorte a todos!

Anônimo,  26 de setembro de 2009 10:23  

Osmar Roberto (20:43), só mesmo quem não tem muito o que fazer para ficar tendo o trabalho de digitar o texto no Word e depois copia-lo para o Blog. Meu caro, aqui é um ambiente absolutamente informal, onde todos compreenderão eventuais erros, aliás, quase 100% de digitação. E tem mais, para a sua informação, o Word não tem o poder mágico de corrigir absolutamente todas as palavras, há algumas que ele apresenta como erradas que estão corretas e vice-versa. De qualqur modo, se você é um daqueles que têm tempo sobrando, dê graças a Deus e continuie aplicando o método sugerido a você próprio, não tem nada demais nisso,m mas não venha aqui querer dá uma de sábio porque traqnsparece, no mínimo, prepotência, quando todos estão lutando por uma aprovação no exame, estão todos aqui em busca de informações úteis à aprovação no exame e não se estão escrevendo certo ou errado. E tem mais: lá na hora da prova ninguém vai ter como usar o Word para fazer a prova, portanto, viciar no Word pode ser um erro fatal, tome cuidado com isso, ou seja, de repente é mais arriscado o vício de utilizar o Word do que aprender com seus próprios erros escrevendo sem auxílio de qualquer ferramenta.

Anônimo,  26 de setembro de 2009 13:03  

Anônimo das 10:23
Quanta grosseiria gratuita. Aonde esse mundo foi parar????

Essa não é a finalidade desse blog!

Anônimo,  26 de setembro de 2009 13:26  

Olá, pessoal!!! Quem decide quais questões serão objeto de anulação é a própria OAB e não o CESPE. Portanto, não teria a OAB que pedir ao CESPE que não fosse anulada nenhuma questão.
Desde já, aposto em 3 questões a serem anuladas, mesmo assim eu não teria chances de ser aprovado, mas desejo muita sorte àqueles que precisam de 1, 2 ou 3 questões para alcançarem aprovação na 1º fase. Vamos aguardar!!!

Anônimo,  26 de setembro de 2009 14:56  

O 10:23 está certíssimo. O camarada lá de cima (Osmar), vem ditando normas pessoais (que mais soam como auto-afirmação) como se tivesse motivo suficiente pra isso. E ainda cita um monte de baboseira sem sentido.

De fato, o objetivo é comentar o post do anônimo, mas aqui a gente aproveita para discutir a mancada alheia...

Só porque o cidadão se expôs, não significa que estará isento de críticas. Principalmente quando se fala asneira.

Marco,  26 de setembro de 2009 18:32  

Pessoal,

Não se preocupem. Se realmente não for anulada nenhuma questão, então é hora de vocês darem conhecimento ao MP para que INVESTIGUE o endereço IP (para quem não sabe, isso é praticamente o número do telefone) do sujeito que passou-se por "membro" da comissão examinadora do CESPE/UnB. Isso é uma informação muito séria, e precisa ser levado ao conhecimento do Ministério Público Federal. Boa sorte.

Anônimo,  26 de setembro de 2009 20:24  

13:03, fazer o que? Sinceridade sempre soa mesmo como grosseria e são pocusos os que têm a sabedoria pra distinguir uma coisa da outra. Passar bem.

Anônimo,  26 de setembro de 2009 20:40  

O importante é q os cursinhos tenham alunos!

Anônimo,  27 de setembro de 2009 10:47  

Barbaridade! Esse povo está viajando no anonimato... Vão estudar a constituição.

Anônimo,  27 de setembro de 2009 14:32  

Como ainda existe gente ingênua nesse mundo, a exemplo do 18:32. Nosso país é tão miserável que a maioria que acessa à internet o faz por meio de lan house e somente o Estado e São paulo tem lei que obriga cadastramento prévio do usuário e assim mesmo ninguém cumpre essa lei, todos navegam "a la vontade". Assim sendo, IP no Brasil e nada é mesmo que dizer que ambos são a mesma coisa...kkk

Anônimo,  28 de setembro de 2009 09:23  

Anônimo das 18:32,

Ingênuo não sou, pois tenho uma noção de endereço IP para começo de conversa. É certo que a maior parte de acesso à internet é por meio de "lan house", no Brasil. Mas nada impede que o sujeito seja pego, ou você acha que o proprietário da "lan house" seria tão idiota assim de deixar o povo navegando, pintando e bordando na net com o "número" do seu telefone? Desculpe por chamá-lo de ignorante, mas se fosse assim Anônimo, nenhum "hacker" espertinho seria pego pela Polícia Federal.

Led,  28 de setembro de 2009 11:03  

Capitão Nascimento diria: "Não vai subir ninguém"...

Anônimo,  28 de setembro de 2009 12:16  

Bom, eu sou da opnião que o CESPE deveria tomar mais cuidado na elaboração das provas, o correto é que numa prova não tivesse nenhuma questão anulada, querem inovar e ficam brincando com o "psicológico" dos examinandos...vamos lá CESPE mais responsabilidade na hora de elaborar as provas...

Ana Maria,  28 de setembro de 2009 15:33  

"É muita vela para um só defunto..."

Quer saber? Careta fica na cara de quem faz, e quem faz e nao mostra a cara, ai, ai, não merece nosso "Ibope".

Bjs e boa sorte para todos.

Anônimo,  28 de setembro de 2009 18:57  

É ingênuo duas vezes...kkkkkkkkkk

Anônimo,  28 de setembro de 2009 19:14  

Caracas...temos entre nós espiões...como disse o colega ...agora chorei sangue!

Adriana 1 de outubro de 2009 00:42  

Veremos o resultado disso tudo no próximo dia 14/10. Assim saberemos com quem está a verdade.
Agora, sinceramente, não acredito na reputação ilibada da Justiça Pública, tampouco da OAB. O Ministéio Público não se pronunciou quanto às faculdades ruins. Os donos dos famosos cursos, cursinho, ou coisa que o valha, sua esmagadora maioria, que são também membros do MP, Ministros de Tribunais Superiores, Juizes, Advogados ligados diretamente com a OAB, etc estão ricosssssssssss! E estão pouco se lixando com o caos instalado entre nós bacharéis! Não percebem que todos eles viraram uma "máfia" só? Somente um parlamento forte (o que nem vou perder meu tempo escrevendo sobre esse "poder") que seria capaz de por "ordem" nessa "desordem" da OAB Federal e das Estaduais... Alguém aqui acredita em "Papai Noel", achando que este cenário vai mudar? Ontem fui à Livraria RT e gastei R$ 600,00 para atualização bibliográfica que terei de levar para a segunda fase! Sem considerar os gastos com cursinho, e todos os custos atinentes! Isso é de enlouquecer gente sã! Vamos lutar sim, mas percebam que muitos de nós vêm adoecendo! Vida de dignidade humana? Confesso que estou longe de contempla-la! Portanto, ainda sigo meu lema familiar, legado de minha avó: "Morra de atrevido, mas nunca de esmorecido!" Espero sobreviver a tudo isso com saúde!

Anônimo,  1 de outubro de 2009 13:34  

Acho bem improvável o comentário dessa pessoa. O que corre aqui em Brasília é que desde a prova 2008.3 uma pessoa de alto cargo da OAB pediu ao CESPE que diminuísse o rigor da correção da prova, não é a toa que hoje tem mais itens de correção na segunda fase, ou seja, ficou "menos difícil" pro candidato passar. Isso foi pedido por causa do alto índice de reprovação. Além do mais a OAB vem sendo massacrada com projetos de lei, mandados de segurança e outros para que seja declada inconstitucional a realização da prova. Dessa forma a matemática é simples, quanto maior o número de reprovados maior serão os "ataques" contra o exame da ordem.

Anônimo,  1 de outubro de 2009 22:02  

13:34, discordo totalmente do que vocês escreveu. Fosse assim não passariam só 38%, passariam 90%.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP