UFMA tem 100% de aprovação no Exame da OAB

sexta-feira, 24 de julho de 2009

A Universidade Federal do Maranhão teve 100% de aprovação no Exame de Ordem 2009.1 da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional do Maranhão. De acordo com o coordenador do Curso de Direito da Universidade, Humberto Oliveira, todos os alunos do curso submetidos ao processo foram aprovados. No último Exame de Ordem, 68,37% dos alunos da UFMA inscritos foram aprovados.

O Exame de Ordem consiste na aplicação de prova objetiva, com 100 questões, e prova prático-profissional, com redação de peça profissional (privativa de advogado) e resolução de cinco questões, sob a forma de situações-problema.

Fonte: UFMA

Parabéns aos bacharéis da UFMA!!

26 comentários:

Led 25 de julho de 2009 00:23  

100% de quantos?
Isso é estranho, mas...

Anônimo,  25 de julho de 2009 01:46  

E já foi divulgado o desempenho das instituições?

WILLIAM 25 de julho de 2009 07:25  

SE LIGAR LÁ, POR ENGANO PERIGA GANHAR UM DIPLOMA.

Anônimo,  25 de julho de 2009 10:15  

Ou só tem gênios ou só tem gênios e bons de decoreba ou cola...
ou ainda, a família Sarney domina as escolas preparatória!!!
Benê - MS

Anônimo,  25 de julho de 2009 10:20  

Sendo do Maranhão, tudo é possível!
Benê - MS

Anônimo,  25 de julho de 2009 10:46  

Estranho mesmo é se a UNB tiver 100% de aprovação.Tá certo, a Universidade lá do Maranhão teve 100%, mas quantos bacharéis dela fizeram o exame? A probabilidade de que haja 100% de aprovação é muito maior se são só 20 ou 30 candidatos, do que sendo 200, 300, 500, 1.000, 18.000. A matemática explica isso, não há nada de excepcional, de extraordinário no indice de aprovação da Universidade do Maranhão.Gente, se 1 participa do exame e 1 é aprovado o indice de aprovação é de 100%.

Anônimo,  25 de julho de 2009 12:02  

"A Estatistica é uma ciência em que tudo é possível".Não duvido dos números que a OAB apresenta, porém, é importante sempre saber: Do total de aprovados neste exame ou em outros quantos fizeram pela 1º2º3°caso contrário, os números não representam a verdade. Certo?

Anônimo,  25 de julho de 2009 12:20  

Não será nenhuma surpresa se a familia Sarney tiver algo com tal percentual de aprovação.

Anônimo,  25 de julho de 2009 12:37  

Alguém sabe a porcentagem de aprovados do Estado de Sergipe?

Anônimo,  25 de julho de 2009 14:55  

Acho que foi algum ato secreto ........

Anônimo,  25 de julho de 2009 16:58  

Errado anônimo das 12:02. Nada a ver seu raciocínio.

Anônimo,  25 de julho de 2009 19:45  

Não sou natural do Maranhão, mas isso tudo é inveja? Independentemente de quantas pessoas fizeram a segunda fase, o fato é que cem por cento delas passou. Ponto final.

Anônimo,  25 de julho de 2009 19:56  

Tá provado...a OAB do maranhão se iguala aos Sarney´s, é tudo parte do ato secreto do congresso, ou vai ver só tinha sarneyzinho fazendo exame...

Anônimo,  25 de julho de 2009 23:15  

Anôniomo (19:45), não é inveja não, são só opiniões e elas são importantes porque infelizmente há muita gente alienada que se impressiona com um número e muitas vezes um número pode apenas camuflar a realidade. É preciso que em tudo haja opiniões diversas, para que possamos analisar e refletir sobre a questão. Por exemplo, no caso que ora estamos discutindo, as opiniões servem para que muitos reflitam se de fato foi mérito da Universidade ou não (as pessoas vão procurar conhecer melhor a Universidade para tirar suas conclusões), pois muitos podem querer fazer o curso lá simplesmente enganado por um número e depopis bater o arrependimento.

Maurício Gieseler de Assis. 25 de julho de 2009 23:21  

Como é que um índice de 100% de aprovação engana alguém?

Anônimo,  25 de julho de 2009 23:55  

Engana sim, Dr. maurício. Engana e engana muito. Se 1 só, por exemplo, faz o exame e esse 1 é aprovado o indice de aprovação é de 100%. Aí pergunto: qual o mérito da instituição de insino nisso? Não seria mais prudente, nesse caso, alguém antes de achar que a instituição é a melhor só porque viu 100% de aprovação pesquisar, analisar melhor o curso da instituição?

Maurício Gieseler de Assis. 26 de julho de 2009 13:16  

Sim...e você jura que numa universidade federal só há um aluno no curso de direito?

Anônimo,  26 de julho de 2009 13:34  

Não, é evidente que não há só aluno no curso de direito, mas estamos discutindo o curso de direito e não outro.

Anônimo,  26 de julho de 2009 20:47  

que diferença faz se a UFMA ficou em primeiro ou último??? OAB é tudo igual.

Paulo César - Itapema,  27 de julho de 2009 08:46  

Para que os colegas não percam tempo pesquisando venho informar que no certame anterior a UFMA inscreveu mais de 90 candidatos, com aprovação de 85%.

Anônimo,  27 de julho de 2009 12:01  

É 100% ou 85%? Mas 90 é pouco demais para se comemorar.

Paulo,  28 de julho de 2009 08:27  

Anônimo 12:01.
Falta ao examinando leitura apurada. Eu disse: "... no certame anterior" e não CERTAME ATUAL.
Esse é um exemplo do que ocorre na prova. Não se lê as orientações, não se ouve o que o fiscal da sala fala, etc, etc.
Seria interessante que os candidatos não apenas lessem "as sugestões" do Blog sobre como estudar e como proceder, para evitar essa situação.

Anônimo,  30 de julho de 2009 20:27  

Esse povo do sul e sudeste não abre a cabeça mesmo. Primeiro vieram os ideais reacionários de adesão à CESPE, agora não querem ver o óbvio. Os melhores cursos e percentuais de aprovação sempre estiveram fora desse eixo sul-sudeste. O Brasil é muito mais que a "parte de baixo". A parte de cima, pensa, e pensa muito bem, obrigado.

Anônimo,  31 de julho de 2009 09:47  

Anônimo 20:27, é questão que os matemáticos explicam e explicam muito bem: quanto maior o número de canditados,maior é a probabilidade do percentual de aprovação ser menor. Compare: São Paulo são mais de 20.000,00 (EU ESCREVI VINTE MIL) bacharéis em cada exame e no seu estado, que não sei qual é, é bem provável que 300, 400, no máximo 600 bacharéis façam o exame.

Anônimo,  12 de agosto de 2009 22:55  

Sim, você só ratifica o que eu falei. De que adianta ter tantos muitos, milhares de incapazes (fracos) contra poucos capazes???? Eu não me gabaria de fazer essa afirmação que você fez, se eu fosse você, não teria me manifestado, neste sentido, teria procurado outro argumento. Prefiro conviver com poucos conterrâneos habilitados, que me aliar a uma horda de bacharéis inconsistentes. É exatamente essa multiplicação desvairada dos cursos e alunos e consequente perda de qualidade que o exame de ordem visa combater e impedir... simples assim.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP