Presidente da OAB/SP afirma no Twitter que a anulação, se ocorrer, será em todo o Brasil

quarta-feira, 3 de março de 2010

Luiz Flávio Borges D´Urso, Presidente da OAB/SP, afirmou no twitter que se houver anulação ela deverá abranger todo o País:

lfdurso A suspeita de fraude no exame de ordem deve ser apurada minuciosamente. O exame é nacional, dessa forma, se anulado é para todo o Brasil.

Parece ser um recado para aqueles que propugnam pela anulação apenas na Seccional Paulista.

Cliquem AQUI para acessar o twitter do Dr. D'Urso.

Para complicar o já complicado caso, a OAB informou à Agência Brasil que "o candidato se recusou a revelar como conseguiu as questões, e que não houve nenhum outro caso de fraude em todo o país."

Na atual conjuntura é impossível prever o que acontecerá no domingo.

37 comentários:

José Carlos 3 de março de 2010 19:30  

Dr. Maurício. Como irá ficar a situação dos candidatos que, como eu, fizeram a prova de domingo amparados por liminar. Poderia nos dar uma idéia?

Clayton 3 de março de 2010 19:32  

Depois de tanto barulho, fica difícil saber o que pode acontecer nesse DOMINGÃO da OAB...

Horacio Braga 3 de março de 2010 20:03  

O Presidente da Seccional mais fraca da Federação (em termos percentuais), Estado que deu causa ao rolo, quer 'melar' o processo!!!Mas não vai salvar a reputação do ensino privado de direito no Estado, pois, se tiveroutra prova, vão fazer feio de novo. O bom exemplo vem do Piauí! Ainda que a excelência venha do eixo SP-DF, o grosso de alunado do maior Estado da Federação faz vergonha à classe!Além do mais, não se derruba uma casa porque a lâmpada não acende:troca-se a Lâmpada!!!Se hover a falada anulação, vai chover MS pelo direito líquido e certo da correção e impedindo, de forma liminar, a aplicação de novas provas!

Donizete 3 de março de 2010 20:13  

O que vai acontecer? Simples, o exame vai ser anulado.

Cesar 3 de março de 2010 20:31  

Mas é o Obvio Ululante.Alem do exame ser Nacional.Nós vivemos num mundo globalizado com meios de comunicação instantanea.Então não venham dizer que o fato foi localizado.Houve uma fraude , alguem de dentro da OAB /Cespe liberou as respostas.E não acredito que apenas um idiota tenha se beneficiado.Quem é esse cara ? qual a ligação dele com a oab/cespe ?

Ralffer Barbosa 3 de março de 2010 20:32  

Nobres colegas,

como já afirmei anteriormente, não podemos ser a favor de que ANULEM este certame pelas razões que temos acompanhado nos últimos dois dias. Creio que foi um fato isolado e deve ser apurado e punido com as devidas penas.

De fato, é preocupante e, ao mesmo, denigre toda uma categoria - me refiro aos novos bacharéis em Direito e não à classe de advogados. Esses já passaram pela peneira do exame de ordem (seja na época da OAB, seja na época do CESPE) e não respondem pelos que estão chegando agora e vice-versa. Pelo menos eu acho.

Agora, o que não podemos é ENTENDER que ao ANULAR o certame, a OAB ou o CESPE estarão apagando o que aconteceu durante a segunda fase (quem sabe até durante a primeira).

Quer dizer agora que se o CESPE ou a OAB fizerem todos nós repetirmos o exame desde a primeira fase, estarão dando uma lição naqueles que fraudaram/pretendem fraudar o exame e que isso vai diminuir as tentativas de fraudar novamente? Ha, ha, ha! Conte outra!

Gente, isso NÃO é um CONCURSO!
Isso é um exame de suficiência!
Trata-se de um teste para verificar nossa capacidade de responder questões de múltipla escolha... e na segunda fase um teste para saber se conseguimos escrever textos coerentes sem o uso de um COMPUTADOR.
Além disso, funciona para que as faculdades mais bem ranqueadas possam explorar da melhor forma o BOM MARKETING que lhes renderá os devidos dividendos.

Anular este certame só vai servir para dar nova chance aos que não passaram em 17/01/2010 e, ao mesmo tempo, deixar aproximadamente 9.000 examinandos (creio que será essa a quantidade de aprovados no total) com muita raiva, totalmente descontentes e desiludidos com a advocacia. Talvez até façam novamente o exame, mas com AQUELA GRANDE PULGA ATRÁS DA ORELHA!

Inclusive, fica a dica:

SE VOCÊ PERCEBER QUE MUITA GENTE FOI MAL NO EXAME, TENTE ENCONTRAR ALGUÉM QUE ESTEJA, POR UMA CERTA QUANTIA EM DINHEIRO, DISPOSTO A FRAUDAR O EXAME DE ORDEM! CERTAMENTE SERÁ ANULADO, JÁ QUE TEREMOS, CASO SE CONFIRME A ANULAÇÃO DESTA VEZ, UM GRANDE E INESQUECÍVEL PRECEDENTE (ADMINISTRATIVO, DIGA-SE DE PASSAGEM) TENDENTE A NORTEAR FUTURAS ANULAÇÕES DE CERTAME! É MUITO FÁCIL! EXISTEM MUITAS PESSOAS DISPOSTAS A GANHAR UM BOM DINHEIRO. DÁ ATÉ PRA PAGAR UM BOM ADVOGADO, COMO FARÁ O RAPAZ PEGO DESTA VEZ!

Está certo que estou sendo um tanto satírico no comentário do parágrafo anterior, mas não deixa de ilustrar muito bem o que poderá vir a acontecer.

Fazer um exame desse porte ser reaplicado em todo o país por causa de uma meia-dúzia?
Vou aqui me utilizar de um exemplo não muito bom, mas que demonstra as proporções entre a CAUSA e o EFEITO que poderá gerar uma decisão mal tomada.

Imagine um jogo de final de Copa do Mundo ser anulado por que no segundo tempo o juiz marcou um impedimento equivocadamente e que impediu o atacante de tentar fazer um gol. Seria um verdadeiro e triste absurdo.

Do mesmo modo, anular esta prova implicará em efeitos semelhantes.

DIGAMOS NÃO À ANULAÇÃO!

Airton 3 de março de 2010 20:46  

Parabéns Dr. D'Urso pelo seu EMPENHO em moralizar o Exame da Ordem, serei prejudicado duas vezes seguidas,mas,seguindo a lógica moralista o Dr. D'Urso, irá pedir a anulação da questão da Peça Prática Trabalhista 2009.2, esta sim, a maior injustiça cometida com os examinandos, esperamos que na reunião dos Presidentes das Seccionais ele e os colegas se manifestem, ou irão silenciar e dizer "AMÈM", como no ano passado, ainda existem esperanças e tempo para reparar o erro, JUSTIÇA!

Leonardo 3 de março de 2010 21:06  

Sábias palavras Ralffer, essa galera que reza pela anulação, é porque, perderam na 1º fase ou fizeram uma má prova na 2º fase!Seria uma grande injustiça anularem um certame por causa de um "animal" que não sabe nem colar e que de alguma forma colocou em risco o futuro de outras pessoas que se esforçaram e estudarm durante 1 mês.Rebatendo o Presidente da Seccional SP, pelo amor de Deus, ele quer que o Brasil todo se prejudique por causa do "grande" Estado dele?Cabe a ele acompanhar às investigações e punir de forma severa o "nobre colega" que fraudou o exame. Para os que estudaram, vamos rezar para não ser anulado, e esperar bom senso e sentimento de justiça aos nobres membros da OAB!

morangosa 3 de março de 2010 21:14  

É realmente ridículo!!!! As pessoas são desonestas, bricam com aqueles que se dispuseram a fazer o exame com honestidade e retidão! E ainda por cima, o cidadão (se é que podemos chamá-lo assim) que colou nesse certame se nega a entregar os comparsas e sanguessugas, sim, porque essas respostas não caíram do céu.

Justiça seja feita, tomara que dessa vez não acabe, mais uma vez, em pizza!

Caso contrário, nos próximos exames isso pode ocorrer novamente diante dos nossos narizes sem que façamos nada. Que eles descubram os culpados, ao menos isso.

GIL CWB 3 de março de 2010 21:21  

ANULAÇÃO TOTAL EM TODOO BRASIL DA 2ª FASE JÁ!!!!

Cesar 3 de março de 2010 21:33  

O novo jogo que está fazendo o maior sucesso na internet. Onde está Wally ? Quem estava com a prova do vazamento do exame é de Osasco-SP.Na pagina do Cespe tem a lista de aprovados da 1. fase com os nomes dos candidatos de Osasco( São mais ou menos 120 candidatos). Será que esse cara tirou uma boa nota na 1. Fase ?

http://www.cespe.unb.br/Concursos/OAB2009_3/OAB_SP/

GIL CWB 3 de março de 2010 21:45  

ANULAÇÃO JÁ!!!ANULAÇÃO JÁ!!!!

EM TODO O BRASIL, A OAB PRECISA SER RESPONSABILIZADA POR TUDO ISSO, JUNTAMENTE COM O CESPE DE BRASÍLIA, BEM, DE BRASÍLIA DE BOM NADA SE ESPERA!!!!!

GIL CWB 3 de março de 2010 21:47  

Que a OAB não faça como o Domingão da Globo, que a vários anos não muda em nada....

Ella 3 de março de 2010 22:05  

Esse pessoal que foi mal no exame fica querendo que anule... só pode ser. Quem tem certeza do seu bom desempenho está sentindo a mesma revolta que eu. Estudamos muito, nos preparamos e agora estamos diante desse impasse. Não é possível que alguém que sabe que foi bem na prova esteja a favor da anulação...isso é coisa de quem sabe que nao passou.

Nathalia 3 de março de 2010 22:41  

Raffer,

Você foi preciso em seu comentário!! Assino embaixo!!

Guilherme 3 de março de 2010 23:02  

Ella, com certeza esse pessoal foi mal na 2ª fase e porisso quer uma nova chance.... por isso estão fazendo promessas para que seja anulado a prova....

Agora, a prova (pelo menos de civil) estava "ridícula", muito fácil... dai vem um imbecíl e põe todo nosso esforço a perder....

se pego esse candango, arrebento-lhe a fuça!

B.Sousa... 3 de março de 2010 23:02  

Vocês não estudaram Direito?! É melhor absolver um culpado que condenar um inocente. Aliás, é melhor absolver uma ou duas dezenas de culpados do que condenar 18mil inocentes! Por favor, ponham a mão no juízo antes de abrirem a boca pela anulação da prova.

Danielle Maia 3 de março de 2010 23:05  

Essas pessoas que não foram bem no exame agora vêm dar uma de moralistas e pedir anulação de prova! Fala sério!

D'Urso quer responsabilizar o Brasil por um erro no estado dele! Isso sim é uma vergonha!

DIGNIDADE 3 de março de 2010 23:14  

QUEM VAI PAGAR A CONTA!!!

AS DESPESAS DOS ALUNOS QUE VIAJARAM E ETC...PRA FAZER ESSA BENDITA PROVA...

É A MALDIÇÃO!!!!

Teve um lado positivo, agora todos sabem como o CESPE aplica a prova com código seco...Ah! quantyos estavam com o código molhado ou recheado e em códigos mesmo...rsrsrsr

Agora é globalizado...compartilhado...Nesse mato tem é muito COELHOS!!!

Sil 3 de março de 2010 23:15  

Se esse exame for anulado entrarei com MS para corrigirem a minha prova e sucessivamente, caso não aceitem, não pagar de novo. Como a OAB irá bancar todos os gastos que terão tendo em vista não ser justo pagarmos de novo? A conta é: 18.000 x 70,00 = 1 milhão e 260 mil reais (inscrição pela metade) + 18.000 x 50 = 960 mil reais (1 Fiscal por sala). Nossa, que gasto não? Aos que foram bem e querem suas provas corrigidas vai um aviso: Estudemos tudo de novo, pois na pior das hipóteses só vão anular a 2ª fase. Com certeza saberemos muito mais e poderemos passar num grande concurso. Estudar tudo de novo só trará benefícios para nós. Esqueçam o que os invejosos dizem, os que querem lucrar também... Sigamos em frente, pois quem está à nossa frente é O Senhor Jesus, fé em Deus, ele tem um Projeto para nós.

fénix 3 de março de 2010 23:21  

sou a favor da anulaçao,ora a cespe vai economizar se nao fizer novamente a 2 fase,mas ja lucra excessivamente com essas inscriçao,vamos ter que fazer novamente toda a pressao pscicologia é horrivel,mas dane-se ninguem vai entrar na facilidade,se torna meu colega de trabalho se achando grande merda tendo pescado na prova,tirado uma nota maior,que justiça ha em nao prejudicar uma maioria e favorecer uma minuria que nao foi pega na cola?que justiça ha em permite que um minuria corrupta permanece entre nos futuros zeladores da lei????como manter a noçao e a fe na justiça?anulaçao deve e tem que ser em nivel nacional,e a merda da cespe tem que mudar a maneira como faz as provas 100 questoes muito cansativo como avaliar conhecimento?cansando o candidato?fala serio outra coisa que quero reclamar porraaaaaaaa cade a isençao da oab ninguem tem direito?nem estudantes da federal?o brasil é o pais do futuro

Ella 4 de março de 2010 00:23  

É Guilherme...eu fiz trabalho...tava meio besta também....tipo a peça tinha um mérito meio enrolado...mas tava bem na cara que era RO.

Já as questões nao exigiram nem súmulas e nem Oj's direito...quem tinha a mínima intimidade que fosse com a CLT tinha encontrado praticamente todas as respostas no índice remissivo...tirando uma que tinha que mencionar o CPC e o Estatuto da OAB, tava bem fácil.

É bem coisa de quem não mandou bem mesmo... mas fazer o que a nao ser aguardar???

Eu tive muitos gastos com essa prova...curso, livros... tudo... mas o pior foi o estresse....tive até tremedeira no meio da prova...tive que parar várias vezes para respirar e me concentrar de novo... Eu me preparei para essa prova, me dediquei... estou inconformada! Creio que você entenda perfeitamente o que eu estou dizendo... compartilhamos da mesma opinião...vamos rezar para que tudo se resolva e não sejamos prejudicados...

Acho uma graça sem fim quem diz que não há prejuízos aos candidatos porque nao há direito líquido e certo... que não há certeza de ter passado...isso é bem coisa de quem nao se preparou. Quem estudou e fez a prova com segurança sabe muito bem o desempenho que teve. Eu acho que temos o direito de saber nossas notas e receber a nossa tão sonhada carteira da OAB. Afinal, temos contas a pagar... além da absurda anuidade!!!

Ximenes Filho 4 de março de 2010 00:28  

O XIS da questão agora é: o nome do aluno com cola e a nota que ele tirou na primeira etapa. SE MESMO O QUE ESTÁ CIRCULANDO POR AÍ...

Mario Berger de Sousa 4 de março de 2010 02:21  

Anular tudo seria um gde erro.

Se for pra anular das duas um:

Ou anula só em São Paulo

Ou anula só a Prova de Direito Penal

Agora, quem fez outra disciplina em outro estado não pode pagar.

Leonardo 4 de março de 2010 07:04  

E quem é que garante nobre Fénix, que se anularem agora não haverá novas fraudes???vc acha que isso é de agora???vão ter que anular então quase todos os exames de ordem, pois, isso com certeza não é coisa nova!

moreno 4 de março de 2010 09:05  

Para quem quer anule, vão estudar!

Se formos seguir o pensamento de Urso do D´Urso, teremos que anular todo o Exame, pois quem pode afirmar que não vazou pra primeira fase??? Ele está querendo é livrar a pele dele isso sim, tentando jogar no ventilador aquilo que aconteceu sob a SUPERVISÃO DELE. Nada mais covarde do que isso.

Leonardo 4 de março de 2010 09:08  

A galera que quer a anulação quer na desgraça dos outros a possibilidade de uma nova chance. Poxa, vocês já estão foram do certame, não conseguiram passar, façam outra inscrição e farão outro exame. Ademais, caso seja anulado, quem sequer conseguiu passar na 1.ª fase não pode fazer de novo o exame. Que prejuízo teve? Nenhum. Ainda, outras áreas que não a de penal e outras localidades que não a de Osasco não podem sofrer em ricochete as consequências do vagabundo de Osasco. Domingo, com certeza, a OAB terá essa convicção, espero e desejo a todos os examinandos que sabem que fizeram um bom trabalho na 2.ª fase a esperança de que nossas carteirinhas virão depois dessa tempestade. Abraço a todos, me solidarizo com aqueles que não querem a anulação. Ânimo firme galera!!!!

Pedro 4 de março de 2010 09:11  

Os que são contra a anulção utilizam da tese que CRÊEM que não houveram outros casos, vocês operadores do direito tem que se basear em fatos, não em presunções. E o fato é que houve fraude, localizada ou endêmica, houve a fraude, portanto, a anulação é a medida mais justa!

João Pedro Cazerta Gabarra 4 de março de 2010 09:15  

para quem não fez penal acho que está na mesma situação que eu. Penso que o povo que fez penal já está com certeza de que a prova dele será anulada (um amigo meu já ta se preparando pra estudar pra próxima). mas quem não fez não sabe o que vai acontecer.

Eu não estou conseguindo pender para achar que anularão ou não as demais provas. Cada hora penso uma coisa. Apesar de só se escutar em fraude na prova de penal, a reportagem da Rede TV citou um gráfica do PR (já saindo do estado de SP), mais de um caso na mesma Osaco, o D'Urso dizendo que a anulação atingiria o Brasil inteiro.

Continuo pensando que se não for possível dimensionar até aonde a fraude ocorreu a anulação é o caminho mais correto (e também o mais doido, pois é certeza muito mais do que absoluta que as fraudes beneficiam uma ínfima minoria).

Nessa minha incerteza em relação a anulação ou não, li num blog uma notícia que me leva à pensar pela anulação:

http://examedaoabcespe.blogspot.com/

É o Blog dos Coordenadores do LFG, e eles relatam que tiveram acesso à cola e que ela foi feita em forma de folhas de Vade Mecum, o que demanda tempo para preparar, o que indica que o vazamento das respostas ocorreu antes das 14h do fatídico dia 28/2/2010

Escobar 4 de março de 2010 09:25  

Parabéns Doutor Maurício pela defesa daqueles que ainda não tem voz, não podemos pagar por um erro que não cometemos.
Caso seja anulada essa prova, estaremos definitivamente rasgando a Constituição Federal.
O culpado tem que ser punido e não quem realmente estudou durante meses para essa prova.
Cadê o Princípio da intranscendência da pena?

Horacio Braga 4 de março de 2010 09:39  

Não dá para engolir que o pessoal que se envolve nessas fraudes, em detrimento de milhares de pessoas, saiam livres de qualquer pena porque a conduta 'é um indiferente penal'. Acredito que possam ser aplicados os arts.314,317 e 333, CP,bem como quadrilha,288, fora a impossibilidade daquela pessoa vir a ser admitida na Ordem.

sylne 4 de março de 2010 09:57  

OAB- O PESADELO CONTINUA - PARTE 2

ISSO É UMA VERGONHA!!!

msilva_mauro 4 de março de 2010 10:11  

Favor anexarem o vídeo da Redetv com a matéria levada ao ar na noite de ontem, onde o Presidente da OAB manifesta-se sobre a possibilidade de cancelamento da Prova de penal em todo o Brasil

http://www.redetv.com.br/portal/Video.aspx?52,15,91766,Jornalismo,RedeTV-News,Presidente-da-OAB-solicita-PF-para-investigar-fraude

Alessandra Carvalho 4 de março de 2010 11:27  

Fênix: Só se for "minuria" mesmo, e pelo que vejo vc faz parte dela!

Christiane Bárbara 4 de março de 2010 11:27  

Estão querendo anular somente a prova de Penal, pois alegam que não é possível afirmar que as outras matérias hovem fraude, então que seja apenas a seccional de SP, pq tb não é possível afirmar o desvio nas outras

Marlon 4 de março de 2010 13:29  

Fiz a prova prática de trabalho no exame 2009.2, até então a maior vergonha da história do exame da ordem. Fui prejudicado e vi muitos colegas com imensa capacidade também reprovados pela incapacidade, incompetência e incoerência da dupla Cespe/OAB.
Se não bastasse a fatídica prova 2009.2, vem agora estes irresponsáveis pugnarem pela anulação da 2009.3. Estou me sentindo um verdadeiro palhaço. Passei 5 anos e meio aguardando e me preparando para esta bendita prova mal sabendo o que me esperava. Confesso ter me desiludido, não com a profissão em si, mas em saber que faria parte de uma entidade que não dispensa o menor respeito aos seus futuros membros. A prova da ordem virou piada! Como explicar todos estes fatos aos familiares e amigos que aguardam a nossa aprovação? Nós bacharéis é que passamos por incompetentes.
Proponho um boicote à nova prova caso haja anulação. Vamos impetrar MS e clamar por justiça. Essa OAB perdeu totalmente a moral para nos avaliar.

Tony 5 de março de 2010 10:49  

Nao entendo uma coisa... se vao anular o exame, quer dizer que sou presumidamente culpado?
Mas sei, mas acho que cabe uma acao por danos morais ai... Nao podemos ser penalizados por uma incompetencia do CESPE!

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP