Retuitando Isa_Gaido

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Achei o seguinte comentário no Twitter:

Isa_Gaido
Isabela Gaido
esses gabaritos extra oficiais deixam a gente ainda mais nervosa about 4 hours ago

Realmente, por melhor que seja a intenção dos cursos, os gabaritos extraoficiais deixam os bacharéis nervosos. O gabarito de um curso dá a entender que o candidato tirou 53 pontos; o de outro, 47. Quem não fica aflito?

A ausência de sincronismo entre os gabaritos decorre, de um modo geral, de algumas questões formuladas com dubiedade ou erro, gerando as famosas discrepâncias.

Claro que os cursos querem se promover divulgando seus gabaritos, e isso é bom, pois é muito melhor ter um gabarito extraoficial na mão, feito por professores gabaritados, do que ficar especulando sozinho. Ninguém aguenta a ansiedade por dois dias.

Há uma grande verdade sobre o Exame de Ordem: Ele representa o "parto jurídico" do bacharel em Direito. É a partir dali que ele ingressa no mundo profissional e é reconhecido como tal.

E como um "parto", é um processo muitas vezes emocionalmente doloroso. Sofrer durante o Exame é quase inevitável. Seja angústia, ansiedade ou medo, ninguém passa indiferente por essa prova.

Isso é normal.

O importante é não perder o foco e não se entregar.

Depois tudo vira uma simples lembrança. O importante é que seja um boa lembrança, em razão da aprovação.

Amanhã será publicado o gabarito oficial. Boa sorte!!

3 comentários:

T 18 de janeiro de 2010 22:02  

a saída desses gabaritos eh que ta me deixando mais nervoso tb, mas até agora me segurei e nao conferi nenhum...vo deixar pra "tirar o curativo de uma vez só"...

parabens pelo blog

Donizete 18 de janeiro de 2010 22:12  

Se os bacharéis soubessem que advogar, especialmente nos 3 primeiros anos do exercício da profissão, é umas 100 vezes mais difícil que o exame de ordem (não estou exagerando, não), certamente eles ficariam calminhos, calminhos nessas provas do exame.

duke 18 de janeiro de 2010 23:13  

Com certeza a questão dos gabaritos extra oficiais é daquele curso que primeiro se manifestar. Por óbvio, não considera-se oficial, apenas um parâmetro, pois a Cespe possui corrente doutrinária própria.
Donizete, com relação ao seu comentário, não se pode generalizar. Eu por exemplo sinto-me muito satisfeito em minha advocacia. Boa sorte a todos.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP