Justiça manda OAB do Rio oferecer isenção em inscrição para Exame de Ordem

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A 2ª Vara Federal de Petrópolis condenou a seccional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Rio de Janeiro a estabelecer e divulgar os critérios para isenção de taxa de inscrição do Exame de Ordem para bacharéis em direito com baixa renda. Em 2009, foi cobrado o valor de R$ 145 para fazer a prova.

O bacharel de direito precisa passar pela prova aplicada pela OAB para ser habilitado a atuar como advogado.

A decisão manteve uma liminar de 2007 que determinava que a OAB-RJ apresentasse os critérios de isenção para inscrição no Exame da Ordem. Na sentença, o juiz Fabio Brandão afirma que os editais de exames continuam com uma cláusula que nega a isenção da taxa.

Devido a isso, foi determinado que os critérios de isenção constem de modo claro e destacado nos editais dos futuros Exames da OAB-RJ.

A sentença atende à ação civil pública do MPF (Ministério Público Federal) em Petrópolis, proposta para assegurar o acesso aos exames a bacharéis de todos os níveis de renda.

Quando propôs a ação, o procurador da República Fabiano de Moraes deixou claro que esse caso não representa uma interferência na autonomia da OAB-RJ, mas apenas uma forma de garantir o acesso dos bacharéis ao exame. A sentença fixa ainda multa de R$ 50 mil para cada hipótese de descumprimento da decisão.

3 comentários:

Donizete 29 de janeiro de 2010 19:44  

Na verdade deveria a OAB ser obrigada a cobrar apenas e tão somente o valor suficiente para cobrir os gastos com o exame e se assim fosse, o valor da taxa de inscrição não passaria de R$ 20,00.

Fábio Schlickmann 30 de janeiro de 2010 14:28  

Grande Maurício,

Obrigado pelo comentário. Me deu um trabalhão aquele video, hehehe

E a câmera não tem como melhorar a minha cara, huahuahua

Um abraço

Michelle Henrichs 5 de fevereiro de 2010 22:23  

Eu ingressei com uma ação em agosto de 2008 pedindo isenção, pedi antecipação de tutela, que foi concedida. Fiz a prova fui aprovada e somente no mês passado (janeiro/10) saiu a sentença que confirmou o não pagamento da taxa.

Michelle

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP