A finalidade do padrão de resposta

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Conversei com um empregado da OAB, fonte antiga e muito confiável deste Blog, e ele me explicou exatamente a finalidade do padrão de resposta.

É um documento interno da OAB destinado apenas aos presidentes das comissões de Exame de Ordem para que estes saibam, DEPOIS da prova e ANTES da divulgação do resultado final, o que aconteceu na peça prática. A competência para a aplicação do Exame pertence privativamente às seccionais e o papel desempenhado pelo Cespe é meramente administrativo, não detendo nenhum tipo de poder de mando.

Ou seja, esse documento não foi uma invenção ocorrida neste exame tampouco era destinado à banca da prova.

Esse empregado se diz muito impressionado com o vazamento mas não sabe precisar quais serão os prováveis desdobramentos dessa história. Ele ficou de fazer alguns levantamentos e me repassar o que descobrir.

Vamos aguardar.

16 comentários:

Priscila 16 de novembro de 2009 01:40  

Estou aguardando ansiosamente...
Parabéns pelo site =)

Anônimo,  16 de novembro de 2009 02:09  

O mistério que ronda a prova da OAB 2009.2 de direito do trabalho...Será este um número cabalísico? Tudo muito estranho rs

Anna,  16 de novembro de 2009 02:11  

Dr Mauricio! Tenho um dúvida! A segunda fase é entregue junto com a primeira fase? Gostaria mto de saber! Obrigada

Daniel 16 de novembro de 2009 07:10  

cara, a espera nos mata

Anônimo,  16 de novembro de 2009 08:25  

Ok, mas enquanto nenhum esclarecimento for devidamente publicado pelo CESPE ou pelas OABs acerca da finalidade/natureza dos documentos deve-se considerar os padroes como sendo gabaritos complementares? Isto, é, pode-se usá-los como fundamentação recursal?

Anônimo,  16 de novembro de 2009 09:05  

Como um padrão de gabarito pode conter uma PEÇA de CONSTITUCIONAL com ERROS (não é tutela antecipada e sim liminar), IDENTIficAÇÂO (nome do advogado), ENDEreçO E OUTROS DADOS que NÃO constavam na questão,etc.

Como alguém pode corrigir com dados diferentes da questão da prova?

Ou seja, as OUTRAS MATÉRIAS além Trabalho tb estão com sérios problemas e ninguém se dá conta disso.

Alexandre 16 de novembro de 2009 09:22  

Não vejo qualquer problema nesse "vazamento" APÓS a prova.

Aliás, já falei aqui que achei a divulgação desse documento extremamente honesta e respeitosa com os candidatos.

Deveria ser sempre assim: depois das provas, todos ficam sabendo os critérios de correção

Anônimo,  16 de novembro de 2009 09:41  

fala sério que esse padrão de resposta existia antes.... numa boa... não cola.... mas levemos em consideração que realmente existisse, ora, um padrão de resposta é elaborado junto com a prova, e não depois da aplicação da mesma, ou seja, quando da elaboração da questão, eles já sabem a resposta, e a partir dali emitiriam esse suposto já existente padrão de resposta. Assim sendo, não há como ter credibilidade a pré-existência desse tal padrão de respostas, pelo menos não em relação à prova trabalhista, já que ao invés de trazer o padrão de resposta, traz uma séria de explicações sobre todas as discuções levantadas... pra mim, é balela, no minimo, o padra da prova trabalhista foi modificado antes da publicação do mesmo. abraço a todos

Anônimo,  16 de novembro de 2009 10:09  

Resta umadúvidas, se era para as Seccionais, por que não houve nenhuma manifestação quando aquele "precedente" posterior a publicação do Edital (2a questão de Trabalho Precedente do TST: RR - 171/2005-004-12-00, Sexta Turma, DEJT - 28/08/2009...)?????

Anônimo,  16 de novembro de 2009 10:09  

Estou nernosa....

Anônimo,  16 de novembro de 2009 11:34  

Esperamos que os bons homens da justiça do Brasil vejam o que aconteceu nesse no exame da ordem 2009.2 e tomem alguma providência, não é comum o grito desesperador dos bacharéis por justiça, são muitos indignados com tudo o que aconteceu com a prova trabalhista desse exame.
A OAB omissa (o que não é comum na sua história) de suas responsabilidade não se movimentou, estou envergonhado de escolher esse curso que tantos homens e mulheres deste país honram.
Minha insatisfação é grande em saber que num simples gesto de justiça se faria feliz milhares de famílias.
Eles (CESPE e OAB) passaram por cima de todos os princípios HUMANOS, não respeitaram ninguém, não levam em conta que em outra época já houve o bom senso e foi anulada questão subjetiva, anulam-se também objetiva.
Por que não anular agora?
Esse é o país que queremos?
Reflitam...

Que a justiça venha, que não seja tardia...

Anônimo,  16 de novembro de 2009 11:46  

Deus, tenha piedade de todos nós. Daqueles que passarão de pronto,pois a ansiedade está quase matando,como também daqueles que irão enfrentar uma batalha, com relação a recursos.
Ao Dr.Mauricio,nosso muito obrigado pela força. Não sei se aguentarei até o final da tarde. Que Deus nos dê sabedoria para entender tudo isso.

ciciliotti 16 de novembro de 2009 12:04  

SE A OAB NÃO ANULAR ESSA PEÇA, VAI FICAR MUITO FEIO o negocio...O MANIFESTO JA CONTA COM 2.000 ASSINATURAS E AINDA CONTINUA CRESCENDO...TODAS AS IRREGULARIDADES QUE ESTÃO ACONTECENDO, DEVE SER OBSERVADA, NÃO É POSSIVEL MANTER UM PADRÃO DE RESPOSTA QUE NA VERDADE NÃO CORRESPONDE COMA REALIDADE...

ANULA LOGO ESSA PEÇA E NA PROXIMA, FAÇAM UMA ESTRUTURA COM MAIS ATENÇÃO PRA NAO ACONTECER ISSO DE NOVO....

NÃO PODE EXISTIR UM VIRUS DA BURRICE COLETIVA A PONTO DE LEVAR MILHARES DE PESSOAS ELABORAREM A MESMA PEÇA DIVERGENTE DO PADRÃO DE RESPOSTA!!!

EU NÃO ME CONFORMO, E QUANTO MAIS FICO INCONFORMADA, MAIS EU ESTUDO E MAIS CORRO ATRÁS!!!!!E AINDA NÃO ACEITO O PADRÃO DE RESPOSTA!!!!!

jorge coelho,  16 de novembro de 2009 12:10  

Se há vazamento a prova tem que ser anulada, isso é simples e transparente. Começo a achar que esta questão vai acabar parando no MPF mesmo...

Anônimo,  16 de novembro de 2009 12:31  

A OAB que se diz Justa... que luta pela Justiça.... o que esta acontecendo nesse exame é uma vergonha nacional!!!!!!! Se nao querer anular, ótimo, mas que convoquem os bachareis que optaram por trabalho para refazerem a prova, que devera ser melhor, bem melhor elaborada!!

Anônimo,  16 de novembro de 2009 14:28  

Bendito o homem que confia no Senhor,
Pois ele 'e como arvore,plantado a beira das aguas,
que mesmo em tempo de sequidao nao deixa de dar frutos!
Eu creio e confio!Aquele que dependeu do Senhor e fez a sua parte,deve refletir neste momento e entregar tudo nas maos do Senhor,pois Ele certamente estara dando a vitoria,para com aqueles que verdadeiramente
esperam a sua justica!

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP