Cadê o edital?

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Era para o novo edital ser publicado hoje, mas, pelo adiantado da hora, parece que vai ficar para outro dia.

Só resta esperar...

21 comentários:

Anônimo,  27 de novembro de 2009 19:26  

É sinal que a OAb está preocupada em publicar um edital que possa no futuro ser contestado, até porque, provavelmente tem regras novas.

Anônimo,  27 de novembro de 2009 19:47  

Estou aguardando o edital pelo seu blog. Adorei as informações postadas até o momento, estou tentando lê-las desde o início. Tomara que essas mudanças não prejudiquem tanto a gente... Meros candidatos da Ordem...

Anônimo,  27 de novembro de 2009 19:54  

Essa nova: a dupla OAB e CESPE descumprirem algo que já estava divulgado!!!!

Anônimo,  27 de novembro de 2009 20:39  

É meus caros, a Ordem parece que se assustou com o fuzuê dos bachareís contra a prova de direito do trabalho.Precisamos agora fazer um fuzuê forte contra essa imoralidade, essa insanidade que é o próprio exame.Aliás, será que vamos aceitar passivamente essas novas regras impostas pela OAB, pricipalmente a proibição do uso de livros de doutrina? Tá na cara que as mudanças foram para dificultar, tanto é verdade que acabaram também com o arredondamento de notas.

Anônimo,  27 de novembro de 2009 20:47  

Está parecendo que esta demora está vinculada a cautela de não publicar orientações que possam ser objetos de críticas. Deve estar passando por "n" revisões para não darem margem aos incançáveis e atentos defensores do bom direito e justiça.

Anônimo,  27 de novembro de 2009 20:55  

Será que o edital aumentará a polêmica em torno do exame????
Estou aguardando asiosamente!
Sempre que preciso de notícias do exame vejo primeiro o este blog!:)

Anônimo,  27 de novembro de 2009 20:55  

É sinal de q a OAB e o CESPE são desorganizados até nisso...

Anônimo,  27 de novembro de 2009 21:00  

A CESPE tem que rever seu posicionamento frente seu edital de exames de ordem, caso não atenda o pleito para anular a peça trabalhista 2009.2, visto que é dever seguir o que dispõe o teor da publicação quando propositura da abertura do exame. Deve - se respeitar o edital, pois é vinculo de direitos e obrigações sob pena de apreciaçao pelo poder Judiciario!!!

Anônimo,  27 de novembro de 2009 21:11  

CESPE tem que rever seu posicionamento quanto ao exame 2009.2, antes de publicar o novo edital 2009.2, pois existem controversias frente a prova de trabalho, onde foi de incontro a vinculação, observados quando da proposutura e aceite de no minimo três a quatro peças, pontuando-as com scores diversos!!! em detrimento de vários examinados, aprovando alguns e reprovandos outros. Deve ser observado estes questionamentos sob pena de propositura de demandas ao poder Judiciario. o bom senso é necessário antes da publicação do edital do exame de ordem 2009.2, uma vez que a reunião para definiçao do "caso José" que não quis voltar ao trabalho, mesmo sendo convocado por AR e Jornal de grande circulação!! vai ver que vai aparecer em BH no próximo dia 04/12! para responder a questão, e dizer quem tem razão!!

Anônimo,  27 de novembro de 2009 22:17  

É só dia 30/11, só olhar no site da OAB.

Anônimo,  27 de novembro de 2009 23:11  

Em relação a prova de trabalho.

Só o fato do CESPE ter possibilitado o recurso de Inquérito Judicial na prova de trabalho já vai possibilitar a anulação da peça na esfera judicial.
Vai ser mais simples do que vocês imaginam.
Pode gravar isso!
O CESPE só vai divulgar depois da fase recursal a sua opinião sobre a peça. Até mesmo porque tem que corrigir os recursos das outras disciplinas.
Acho que ela vai procurar passar alguns de trabalho, assim, desestimula os reprovados.
No meu caso (específico) vou ter que discutir na justiça. Pode ou não ser uma decisão favorável, mas assim vou ficar tranqüilo.
Só é questão de tempo. Graças a Deus tenho o apoio do meu pai.
Vou postar aqui a inicial bem como o número etc...para o devido acompanhamento.
Desejo sorte para os demais colegas!
Respeito a opinião de todos!
Vou em busca da minha!!

Anônimo,  27 de novembro de 2009 23:11  

olha sinceramente,esse negocio de exame de ordem é a maior palhaçada com os bachareis, pois não tira de base quem tem condições de advogar, sendo que a maior parte da materia questionada no exame, se quer tem utilização na vida pratica, tudo bem que temos que saber, mas o CESPE deveria avaliar melhor a elaboração da prova, de forma que avalie realmente o conhecimento, e não para prejudicar e ficar disputando conhecimento com os bachareis e professores de cursinhos.

Vida Macha 27 de novembro de 2009 23:56  

As confusões começaram foi cedo!
hehehe
Ê Cespe, ê OAB!

Gian 28 de novembro de 2009 00:06  

Na minha opinião não irá ocorrer mudanças algumas. Tudo que está contido no artigo 6º só tem validade apartir do fim do ano que vem. Pois, tudo que lá está expresso é relativo ao conteúdo programático, ou seja, ao programa de aplicação de provas. O programa de alguma coisa, inclui, sem dúvidas, o seu modo e a sua maneira. Tenho certeza que o motivo do atraso na publicação do edital é por causa desse assunto.
Abraços!

Anônimo,  28 de novembro de 2009 00:46  

O jeito é estudar para o próximo exame!

Anônimo,  28 de novembro de 2009 03:48  

E quem disse que ia ser dia 27????? Não há nenhuma manifestação oficial do CESPE ou da OAB a esse respeito, acontece que alguem colocou no navegador o link ...2009_3 e aparece a data do dia 27 remetendo para as seccionais, mas volto a dizer NINGUEM disse que seria dia 27, parem de achar pêlo em ovo, meu deus, essa leva de candidatos é a mais xarope de todos os tempos, alguem aí vai entrar com uma ação de reparação de danos quanto a isso tambem??? folgados!!!

Anônimo,  28 de novembro de 2009 09:27  

Meus doutores, a verdade é que a OAB nem de longe, algum dia pensou em medir capacidade de bacharel em direito e, agora, muito menos, vejam a questão da não aceitação de livros de doutrina na 2ª fase do exame, isso prova que a OAB quer somente decorebas, só que não vai ser fácil o elemento decorar todas as peças de determinada área, antes era um funil e daqui pra frente um conta-gotas. Acorda parlamentares!!!!

Anônimo,  28 de novembro de 2009 12:47  

Como querem passar com tapetão, impressionante. Tomara que não anulem nada de nada, vão tudo fazer a prova de novo.

Anônimo,  28 de novembro de 2009 18:01  

A OAB deve esta mudando as regras últimas horas...

A cada exame ela rasga um...é igual as leis do país...

Anônimo,  28 de novembro de 2009 20:14  

Que tapetão ???? São especialistas Juízes, Promotores, pessoas gabaritadas e conhecedoras profundas do Direito do Trabalho que afirmam os problemas no enunciado da questão de direito do trabalho, como pode haver gente do seu tipo ??? "28 de Novembro de 2009 12:47"... Tomara que já tenha passado e seja advogado, com este espírito de rejeição sistemática, vai apanhar demais no meio profissional...ignorando doutrina, jurisprudência, conhecimento consolidado... Voce tem tudo pra virar um "advogadinho(a) de porta de cadeia", Isto se já não for um deles. mas um dia aprenderá.

Anônimo,  29 de novembro de 2009 20:21  

Gente um edital não é mudado de uma hora para outra só porque querem a anulação da prova de trabalho.
O edital precisa ser claro, a prova avaliadora e a correção mostrar ao avaliado o que ele errou de verdade.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP