Reflexão

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Você quer ser advogado para que mesmo?


Se vai ignorar a miséria humana.
(O autor dessa foto, Kevin Carter, suicidou-se três meses após tirá-la (Sudão/1994), devido a uma violenta depressão)


Se vai ficar inerte diante do absurdo.
(Foto do cão que morreu de fome em uma exposição "artística" na Costa Rica)


Se o espírito da indignação não o compele a agir.


Pense bem...procure escolher melhor as causas que você abraça.


Antes que não existam mais causas para defender.


E você perca a sua razão de ser.

Vocês já refletiram sobre o que pretendem fazer quando tiverem a carteira da OAB em mãos?

Lembrem-se que a advocacia é um meio e não um fim em si mesmo, e a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil pode fazer do bacharel de Direito um agente de transformações, um curador da ordem pública e do interesse coletivo, e não apenas um profissional ansioso por honorários.

Lembrem-se que há um mundo aí fora, um mundo conturbado e dividido, e vocês podem e devem fazer a diferença em prol do que é bom, justo e correto.

Se nunca refletiram sobre o assunto, não tem problema, mas de agora em diante tenham também como meta objetivos que vão muito além de suas próprias pretensões pessoais. Certamente vocês serão profissionais muito melhores.

Assumam uma causa, qualquer simples causa, que vá além de simples aspirações de âmbito pessoal. O mundo certamente vai agradecer, e retribuir também.

17 comentários:

Anônimo,  21 de outubro de 2009 19:31  

Concordo plenamente com esta relexão.... De que adiantará termos a tão sonhada Carteira em mãos se não pleitearmos pela verdadeira Justiça??? Que os jovens advogados façam realmente a diferença e advoguem, acima de tudo, sob a proteção de Deus, por soluções justas, garantindo a igualdade a todos...

Anônimo,  21 de outubro de 2009 19:33  

muito bonito isso.. realmente temos que pensar em agir em prol de nossos irmãos que precisam de ajuda e não tem condiçoes e conhecimentos de recorrer ao judiciário

Anônimo,  21 de outubro de 2009 22:37  

Apenas quero complementar o publicado, a atenção é fundamental, os objetivos da Carreira Jurídica não devem ser desvirtuados,e as promessas não devem ser quebradas...

Portanto, quero ressaltar que não precisamos ser advogados para exercermos nossa cidadania, ou simplesmente nossa posição de seres humanos em defesa de outros seres, sejam humanos ou não.

"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam" Edmund Burke.

Acordar e dormir todos os dias defendendo causas como cidadão e como humano é melhor que como advogado, pois ser advogado é profissão, viver pelo bem comum e pela JUSTIÇA é inerente àqueles que buscam um ideal.

Se não conseguirmos mudar o Mundo, podemos mudar os mundos de alguns.

Segue alguns sites de entidades internacionais que faço parte:
www.playingforchange.com
www.msf.org.br
www.icrc.org

Há outras que precisam de ajuda, perto de sua casa com certeza haverá alguma ONG precisando de você; algum bairro necessitando de alguma intervenção ou conhecimento jurídico na seara do direito difuso e coletivo; alguém sempre falará sobre Meio Ambiente e Fome, mas jogará papel na rua, não se preocupará com a coleta seletiva, jogará comida fora etc.

Começamos com as pequenas coisas, se conseguir nos mudar primeiro, conseguiremos mudar nosso Mundo.

Abraços e BOA SORTE A TODOS,
Melyssa Vecchete

Thadeu 21 de outubro de 2009 23:03  

Excelente post Dr. Maurício. Muito bem lembrado, vale a reflexão diária.

Luiz Felipe Cordeiro Cozzi - Advogado 21 de outubro de 2009 23:52  

"O pão nosso de cada dia nos dá hoje".

Lutemos pela boa causa e um mundo mais justo.

Amém.

LFCC
OAB/MG 122.589

Anônimo,  22 de outubro de 2009 00:05  

O verdadeiro cidadão de um Estado Democrático de Direito com uma Constituição tão profundamente enraizada nos Direitos Humanos, tem o dever de fazer essa reflexão. O advogado, além da reflexão proposta, tem o dever de agir em prol da justiça. Parabéns pela iniciativa ao autor do blog.

Anônimo,  22 de outubro de 2009 00:16  

Caro Maurício,

Louvável a sua iniciativa. É mesmo urgente a necessidade de criar uma consciência social, principalmente para as novas gerações. Somos diariamente tentados a simplesmente fechar os olhos e seguir com a velha mentalidade egoísta.

É preciso despertar! Como já dizia o célebre Bob Dylan: "How many times can a man turn his head,
Pretending he just doesn't see?"
Quantas vezes poderemos desviar o olhar, fingindo não ver??

Mara Azzi,  22 de outubro de 2009 02:57  

MISERICORDIA, TEMOS QUE ACREDITAR QUE UMA ATITUDE PODE MUDAR UMA SITUAÇÃO, UMA VIDA, É DESUMANO VER FOTOS COMO ESTAS E NÃO SE SENSIBILIZAR, VOCÊ DISSE TUDO A CARTEIRA É UM PASSAPORTE PRA SE FAZER INÚMERAS COISAS, INCLUSIVE ABRAÇAR CAUSAS QUE DENIGREM A IMAGEM DO SER HUMANO

GEORGE MACHADO 22 de outubro de 2009 03:22  

isso mexe mesmo com a gente, com certeza, não devemos advogar só pensando em lucro, mas sim, no bem estar de todos neste planeta....

otima reflexão...abraços a todos...

Marcel Barros Leão,  22 de outubro de 2009 06:14  

Que se estenda ao judiciário de um modo geral, pois o mundo não necessita de caridade e sim da eficácia da Justiça IMPARCIAL!!!

Anônimo,  22 de outubro de 2009 10:13  

Como as fotos mostram, o mundo é feito de injustiças. A fome mundial é produto da mesquinharia humana, do amealhar tesouros, como dizia Jesus.
Outra grande injustiça é não deixar as pessoas lutarem, de maneira verdadeira e justa, pelo pão nosso de cada dia. Espero que eles também reflitam sobre isto.

Anônimo,  22 de outubro de 2009 11:20  

...Enquanto isto em nossos governantes continuam com a farra.... e quem somos nos para conflitarmos com estes desprezíveis? se o fizermos quanto necessitarmos de nossos agremiadores(OAB Federal) será que teremos suporte?

Anônimo,  22 de outubro de 2009 11:27  

"Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."
Che Guevara

Hasta La Vitoria Siempre Comandante

Anônimo,  22 de outubro de 2009 16:57  

A funão do advogado é lutar pelo direito, mas no dia em que encontrar esse em conflito com a justiça, lute pela justiça.

Se não me falha a memória essa frase é Couture.

Em todo caso, vale o pensamento

Anônimo,  23 de outubro de 2009 10:47  

Que os dirigentes da OAB pensem nisso: cerceamento de direito a profissão, depois de 5 anos de estudo com um diploma legal é crime!

fabiano,  23 de outubro de 2009 12:47  

É algo indigesto ver esse sofrimento,saber que essas crianças só precisam de um prato de comida,que tanto se disperdiça mundo á fora.Falar dos governantes até agora não alavancou nenhum resultado.Recorrer a Deus,pois é doloroso ver seus anjos aqui da Terra passarem por isso.

Clê 23 de outubro de 2009 16:45  

Olá Maurício;
Apesar de triste, a preocupação do ser humano (independente de ser advogado ou não) tem que ser com o seu próximo, tem que ser diária.
Por outro lado, como advogados e operadores do Direito, nós temos a oportunidade de tentar lutar por um mundo mais humano, com mais esperança e justiça aos menos favorecidos.
Que a tristeza e indignação que sofremos ao visualizarmos estas fotos não seja apenas momentânea, mas que sirvam como exemplo de que somos privilegiados e pertencemos a uma classe que pode modificar o cotidiano.
Abraços!
Clê

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP