O Ministro da Justiça não passaria no Exame de Ordem

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Essa forte afirmação foi feita pelo jurista Wálter Fanganiello Maierovitch. Vejam, literalmente, o que ele afirmou:

"Reprovação: Tarso Genro não conhece regras mínimas de Direito. Confirmou-se o que já escrevi diversas vezes neste blog, ou seja, seria reprovado no exame da OAB, para advogar."


Pois é, já não fazem ministros da justiça como antigamente...

7 comentários:

Anônimo,  9 de setembro de 2009 19:40  

Não se fazem mais ministros, nem formandos nem tampouco provas como antigamente.

O sistema anterior é falho, a maior prova disso são os absurdos que estamos vendo hoje.

O nosso sistema atual, parece também ser falho, mas somente teremos certeza daqui alguns anos.

O mundo está mudando, se pra pior eu não sei, mas gostaria de saber onde ele vai parar.

Anônimo,  9 de setembro de 2009 19:48  

Nem o Ministro e muito menos o Dr, Cezar Brito e seus asseclas.

Anônimo,  9 de setembro de 2009 21:30  

Não vejo nenhum absurdo nisso. É claro e evidente que nenhum dos ministros passaria no exame de ordem. E mais: nenhum professor de faculdade de direito passaria, e quase nenhum advogado militante passaria, sós os que se formaram (alguns) mais recentemente conseguiriam. E o que há de errado nisso? Nada, não há nada de errado e não signidica que essas pessoas não sabem. Eles sabem e sabem muito, a questão é que o exame é para bacharel que está saindo da faculdade e não para profissionais. O exame existe para por em prática a reserva de mercado da OAB, ele serve só pra isso, pois não afere conhecimento nem de bacharel e muito menos de ministro ou seja lá quem mais for. E quero esclarecer que sou advogado há mais de 2 anos e se eu não fizesse um bom cursinho hoje eu não passaria no exame e não tenho nenhum problema, nenhuma dificuldade em exercer a profissão, nenhuma mesmo.

Anônimo,  10 de setembro de 2009 17:57  

O Exame de Ordem é - puro e simples - regramento consistente na humildade.

É o reconhecimento da falta de competência e qualidade técnica do passado.

De hoje em diante, "expurga-se a ignorância"!

Viva os novos aprovado!!

Anônimo,  10 de setembro de 2009 21:27  

Bem! Significa dizer que é um indicio de que todos os adv.que tb não prestaram exame não passariam...

Anônimo,  11 de setembro de 2009 14:41  

Peço a todos que leiam o blog "Tribuna da Imprensa", entenderão melhor a farsa, a incoerencia e o despropósito que foi esse julgamento.

Leiam o site do Le Monde Diplomatique, entenderão melhor quem é Walter sopinha de letras.

Anônimo,  12 de setembro de 2009 23:46  

A unica coisa que me deixa pau da vida com esse exame é que no estatuto diz que se o Egresso nao passar no exame não estará habilitado para o exercicio da profissão, e que para estar qualificado com qualidade e ética deveria haver passado no dito. Logo todos os advogados antigos e filiados à ordem estão no exercicio ilegal da profissão, o que acham?

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP