Motoboy com OAB !!!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Fui alertado por uma leitora do Blog sobre um anúncio nos classificados do jornal de maior circulação no Distrito Federal, o Correio Braziliense, divulgado no último domingo, 12/07/09.

Esse anúncio é o espelho da atual e precária condição do exercício da profissão de advogado nos dias de hoje. Leiam com atenção e reflitam:

Oferta de emprego
Oferta publicada em 12/07

Nível Superior

Produto/Serviço: MOTOBOYCOMOAB
Preço:

ESCRITÓRIO ADVOCACIA MOTOBOY COM OAB contratamos. Interessados enviar curriculo para XXXXXXXXXXXX@gmail.com

13 comentários:

Anônimo,  14 de julho de 2009 18:52  

Boa. Para conseguir advogar agora precisa de Diploma, Exame da OAB e Exame do Detran.

Anônimo,  14 de julho de 2009 21:38  

Seria mais prudente se colocassem "Oferta de emprego. Advogado com carteira de habilitação para moto"
Mas valeu a piada hehehehe

Anônimo,  14 de julho de 2009 21:57  

Pq é mais barato do q advogado com moto própria.

Assim já fica claro desde logo o papel dele!

Se SP escuta isso, vai copiar legal!

Isso pode ser comunicado à OAB em relação à profissão?

Anônimo,  14 de julho de 2009 23:09  

Taí, boa ideia: a dupla dinâmica OAB/CESPE deveria inserir na prova do exame pelo menos 10 questões de sinalização de trânsito, 10 de primeiros socorros e 10 de direção defensiva, para saber se o bacharel está qualificado mesmo ao exercício da advocacia. E, cá para nós, pelos absurdos que têm acontecido nos exames, nada que parta da OAB e CESPE é surpreendente.

Anônimo,  14 de julho de 2009 23:10  

Dr. Maurício, disponibiliza o mail aí no blog. To precisando.

Anônimo,  14 de julho de 2009 23:11  

Se algum advogado aceitar o emprego, a carteira dele (da Ordem) tem que ser cassada pela OAB.

Maurício Gieseler de Assis. 14 de julho de 2009 23:33  

Até pensei em colocar o mail, mas ache melhor não. De toda forma, se procurar nos classificados no dia de domingo, certamente você irá achar.

Ademais, o emprego não é para advogado e sim para motoboy! A carteira é só um detalhe...

Anônimo,  15 de julho de 2009 01:13  

Na época de meu pai, o diferencial para ser contratado era ter curso de datilografia.
Quando o computador ficou acessível a todos o diferencial era ter curso de digitação, de word e excell.
A bem pouco tempo o diferencial era ter MBA ou Pós.
Hoje, pra ser motoboy precisa ter OAB.
É, realmente qualificação profissional é tudo.
Sorte do pessoal do jornalismo. (ou azar, como queiram)

Anônimo,  15 de julho de 2009 11:58  

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!
ESSE PAÍS TÁ UMA BUNDA!!!!
O QUE ESPERAR DE UM POVINHO COMO OS BRASILEIROS????
PODERES OMISSOS E CORRUPTOS!!!!
E ADVINHA QUEM PAGA? QUEM PAGA? QUEM PAAAAGA? \0/ \0/ \O/
DALBORGHA

Anônimo,  15 de julho de 2009 13:15  

calma gente - tenho 50 anos de idade, tenho 4 lindos netos. observe meu corriculum: fui bombeiro hidraúlico, eletricista, serralheiro,encanador,caldeireiro, motorista, motoboy e atualmente bacharel em direito e reprovado em 3 exames de ordem, o que me falta mais?. um abraço a todos....

Errinelson Pimentel 15 de julho de 2009 13:45  

Deve ser piada!Mas se não for duvido que um bacharel com OAB vai aceitar. Cinco anos de faculdade, mas uma prova dificilima para se motoboy. O mercado tem muita carência de profissionais qualificados, quando se procura um bom, estão sempre ocupados e com muitas causas.

Anônimo,  16 de julho de 2009 10:46  

É por isso que o exame se faz necessário, para que a profissão de advogado seja respeitada. Como existe advogado em excesso, não tem lugar para todos, é isso aí que acontece, alguém oferecendo vaga para advogado ser motoboy. E creiam piamente: milhares de curriculuns foram enviados. Para que vocês tenham ideia disso, eu tenho um amigo que é ESCRITURÁRIO em um banco (privado, o que é pior) e tem a carteira da OAB e não acredito que ele ganhe salário superior a 2 salários mínimos.

Anônimo,  20 de julho de 2009 10:36  

Será que tem pelo menos "seguro de vida"???kkkkkkkk
Tenho certeza que não...
Aqui em Brasília, tem muito motoboy que ganha mais que advogado, infelizmente!!!
Não por incompetência, mas pela "panela" da advocacia, salários miseráveis em alguns escritórios, preços de cursos absurdos, causas que demoram uma eternidade para serem julgadas, etc.
E cá entre nós, para nossa tristeza, advogados são demoralizados e tidos por alguns como uma "corja".
Lamentável

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP