OAB reforça segurança para aplicar a prova de domingo

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Deu no Portal Terra:

(...)Para evitar um novo problema, a OAB reforçou o esquema de segurança em todas as etapas do processo. Segundo o Dr. Walter de Agra Júnior, Presidente da Comissão Nacional do Exame da Ordem, houve modificação da banca examinadora, dos procedimentos internos de segurança durante a confecção da prova além, é claro, de reforço na fiscalização no momento do transporte dos exames e no momento da realização das provas. "Houve um aumento na fiscalização pela Cespe, OAB e pela própria Polícia Federal", acrescentou.(...)


Não se espera a ocorrência de nova fraude na prova de domingo em razão do estreitamento da vigilância e das pressões sobre a OAB e o Cespe.

A descoberta de uma nova fraude produziria efeitos deletérios sobre o Exame de Ordem.

Está faltando apenas revelar os nomes dos responsáveis pela fraude.

5 comentários:

MestreCavernoso 17 de abril de 2010 00:43  

Fiquei feliz com a notícia. Pq a OAB não se esmera mais em propalar esse tipo de nota?

Pela primeira vez desde a notícia da Fraude no exame 2009.3 eu fiquei feliz com a OAB, afinal, essa notícia demonstra que os caras estão a fim de realmente tornar o negócio mais seguro. Até então tudo indicava que as coisas ficariam do mesmo jeito. Quando é pra criticar eu critico, quando é pra elogia, eu elogio. Então, PARABÉNS pra Ordem dos Advogados do Brasil pelas medidas. Só o tempo dirá se foram o suficiente, mas pelo menos algo já está sendo feito (e o pres. da comissão de estágio e exame de ordem está agindo! êêêêêêêêê).

Se a fraude passada foi um tiro no pé, uma segunda fraude seguida seria um disparo na coluna. O Exame estaria bastante ameaçado (haja munição).

Independente de ser a favor ou contra, enquanto o exame existir só quero que ele seja LIMPO (em todos os sentidos: critérios de elaboração da prova, critérios de correção, etc, etc.

Concordo com você, Maurício, sobre a necessidade de divulgar os nomes dos responsáveis e do "colão" de Osasco. Merecemos saber isso.

Abraços

Jaime 17 de abril de 2010 08:06  

É isso ai !!! Precisamos saber o nome dos fraudadores. Não expecificamente daquele aluno que foi pego colando, afim de evitar represálias e preservar a integridade da sua vida.
Mas precisamos saber de quem partiu a fraude, seja de alguém dentro da OAB ou CESP, é um direito de todo o bacharel que prestou o exame.

texugo 17 de abril de 2010 16:09  

por todo o exposto nas ultimas postagens, mesmo que houvesse mais 10 fraudes seguidas e suas respectivas anulaçoes, o exame continuaria.o dinheiro fala mais alto...

quanto a reforçar a segurança, nao ja era pra ser reforçada desde sempre?isso nao existe, é conversa fiada para demonstrar açao...

dependendo de quem foi o responsavel pela fraude, é possivel que nos nunca saberemos quem foi...

PRBobsin 17 de abril de 2010 17:25  

Queremos os nomes de quem forneceu as respostas, por óbvio que não foi um bacharel o negociante a fornecer respostas mas sim alguém de dentro!
Porque não fornecem o nome?

Tony 17 de abril de 2010 18:27  

Pois eu gostaria de saber quem eh aquele cara que colou e ferrou mais de 20.000 examinandos... Alguem tem a foto dele? Quem eh esse cara? Ta parecendo mais o Lombardi... Todo mundo sabe que existe, mas ninguem viu (ou tinha visto...)

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP