Sobre a reunião de ontem em BH

sábado, 5 de dezembro de 2009

Ainda não tenho informações sobre as deliberações tomadas na reunião ocorrida ontem em Belo Horizonte.

Estou diligenciando para conseguir dados de fontes fidedignas.

Assim que conseguir eu as publicarei no Blog.

30 comentários:

Cristina 5 de dezembro de 2009 11:14  

Dr. Mauricio, se vc tiver ON, por favor me responda. Vc acredita q os recursos já estão devidamente corrigidos? Haveria tempo hábil para uma nova correção das peças em 3 dias? Grato!!!!!

ELPREDADOR 5 de dezembro de 2009 11:16  

ESSA DECISÃO TÁ MAIS GUARDADO QUE AS PROVAS DO ENEM!!!!AGUARDAMOS COM MUITA FÉ...

msilva_mauro 5 de dezembro de 2009 11:37  

Dr Maurício

A indignação pela demora é grande
O sofirmento, maior ainda

O Senhor que é um homem bem relacionado, não teria algo a nós adiantar?
O que o Senhor acha?

Abs
Desculpe, mas é que a ansiedade está nos arrebentando...rs

Airton 5 de dezembro de 2009 12:22  

Unidos do Sul

Várias dúvidas pairam sobre as informações,ainda não confirmadas, os recursos já foram avaliados, deferidos ou indeferidos? Se, houver nova correção da peça processual trabalhista, teremos oportunidade de ingressar com recurso? Bem, acredito que é necessário aguardar para que tenhamos informações oficiais e possamos concluir sobre qual o rumo teremos que tomar. Angustiante, sem dúvida......

Laura 5 de dezembro de 2009 12:27  

Meu palpite é de que muitos recursos foram deferidos. Com isso o índice de reprovação foi reduzido e o Conselho votou pela não anulação da peça.Assim, nem a anulação da peçaa, nem o trabalho de corrigir tudo de novo nesse prazo tão pequeno...E o seu palpite, Dr Maurício, qual é?

Pedro Henrique 5 de dezembro de 2009 12:29  

Indignacao total!!! Pois é minha prova nao foi corrigida... tirei 3,20 na prova... eles sequer leram minha prova!!! só a titulo de exemplo, no item " notificacao do reclamado" valia 0,50... eu abri um topico " Da Notificacao" citando ate a sumula 74... e eles me deram 0 nesse item... Fala serio... Como se nao bastasse, eles querem passar por cima do EDITAL.. pois no proprio edital menciona que as questoes com erro deverao ser anuladas!!!!!!!!!! É UM ABSURDOOO eles estao falando em FLEXIBILIZACAO na correcao uhaouahouahuoa fala seriooo isso ai é para tampar o sol com a peneiraa... ninguem é burro... eles irao corrigir uma ou outra prova, passara um ou outro candidato.. só para abafar o caso, os q nao passarem q se contentem e para os que nao se contentarem q entrem com MS!!!.. Gente .. eles nao deixaram nem o JH fazer a sutentação oralll pq sera heim??? fala serio... q Justiça é essa? Dessa historia de nao ler a prova do examinando eu já sabia... agora passar por cima do edital nao anulando a peça? o que é isso? Unica resposta q vem a minha cabeca é " isso é o Brasil" ... pois é minha gente... qdo penso q morrerei vendo tudo... acabo chegando a conclusao q estou enganado!!!

savio 5 de dezembro de 2009 12:36  

Dr. Maurício,

Se souber de algo poste logo, p.favor, pois estamos aflitos demais. Que exame sofrido!

savio 5 de dezembro de 2009 12:36  

Dr. Maurício,

Se souber de algo poste logo, p.favor, pois estamos aflitos demais. Que exame sofrido!

Laura 5 de dezembro de 2009 12:38  

Ah! Até porque, qual a razão de marcarem essa reunião para tão proximo da divulgação do resultado, quando a análise de todos, ou pelo menos a maioria, dos recursos já foi feita?

Pequena Notável 5 de dezembro de 2009 12:47  

Dr. Maurício!!!!

Não aguento mais de tanta ansiedade...o que o sr. realmente acha que irá acontecer? Tens alguma notícia?

Silvia 5 de dezembro de 2009 12:51  

N é fácil aguentar tanta ansiedade!!! é uma angústia esperar uma resposta, q sabe-se lá vai ser positiva!
Eu como tantos outros colegas só queremos q sejam justos! Q se n houver a anulação da peça ao menos q corrijam com cautela nossa prova.
Esperamos por justiça!

Feizim 5 de dezembro de 2009 12:54  

Dr. Maurício, eu obtive nota 5.4, entrei com recurso reclamando da correção das questões apenas, já que tinha tirado 1.2 na peça de inquérito, vc acha q é possível passar? Já viu casos como o meu de chegarem tão perto, dar certo com recurso?

marcelo 5 de dezembro de 2009 13:03  

Dr....
E o José Henrique? Tem algo a nos informar?
Abraços...

Heleno 5 de dezembro de 2009 13:21  

Dr. Maurício esse blog é um liame fundamental para todos os acadêmicos de Direito do Brasil.Parabéns!Uma pergunta: Se hipoteticamente os rumores forem verdade, o edital não estaria comprometido?

Obrigado

Flávio Bonafé 5 de dezembro de 2009 13:47  

QUANTO A CORREÇÃO DOS RECURSOS TENHO CERTESA QUE JÁ ESTÃO CORRIGIDO,POIS,UM AMIGO QUE CORRIGE AS PROVAS AQUI JA DEVOLVEU A CORREÇÃO O PRAZO FOI ATÉ QUARTA-FEIRA PASSADA.
ACREDITO QUE A PROVA NÃO SERA CANCELADA, E OS RECURSOS FORAM CORRIGIDOS COMO SE FOSSE A PROVA NORMAL, SEM NENHUMA ORIENTAÇÃO EXTRA.
AGORA O QUE RESTA É ESPERAR.

nandinhabc01 5 de dezembro de 2009 15:43  

Boa tarde!

estou muito nervoso com a decisao da prova da ordem, estou desde as 7 horas acordado vendo sites e nada de muito concreto sobre a reunião, é complicado para nos que estamos aqui esperando uma posição correta e legalista da oab seguindo o edital, ficar no mundo das hipoteses!
Por favor noticias JÁ!!

maria luiza 5 de dezembro de 2009 15:48  

alguem me da noticias do jose henrique?

Humberto 5 de dezembro de 2009 16:09  

Dr Maurício, como pode a OAB fazer isso com seus futuros advogados, falta de informação, é tão simples divulgar algo no site da OAB.

ANULAÇÃO DA PEÇA JÁ !

Laura 5 de dezembro de 2009 16:16  

Que demora! Para que tanta cerimônia! Acreditava que ontem essa indefinição ia acabar, e até agora nada!

Queremos notícias!!!!

Louise 5 de dezembro de 2009 17:19  

tbm estou na espera quero muito saber qual foi o resultado final desta reunião!!!!

Humberto 5 de dezembro de 2009 17:54  

Por enquanto o Carnatal tá rolando, TCC vou terminando, OAB enrolando e Deus providenciando!
VQV!

GJO 5 de dezembro de 2009 18:04  

A anulação da peça deve ocorrer pois segundo o brilhante Dr.Maurício em comentário em seu blog:

"quem teve reclamação ou inquéritos corrigidos também deveriam ter suas notas anuladas, pois isso violaria o edital.

Mas independente disso, você tem razão. A anulação seria o único caminho possível."
Ora se o EDITAL DIZ ENTÃO TEM QUE ANULAR E PONTO FINAL.JUSTIÇA!!!!!!!

Benedita 5 de dezembro de 2009 18:38  

Gente! Curiosidade, os senhores viram isto:
"Flávio Bonafé disse...
QUANTO A CORREÇÃO DOS RECURSOS TENHO CERTESA QUE JÁ ESTÃO CORRIGIDO,POIS,UM AMIGO QUE CORRIGE AS PROVAS AQUI JA DEVOLVEU A CORREÇÃO O PRAZO FOI ATÉ QUARTA-FEIRA PASSADA.
ACREDITO QUE A PROVA NÃO SERA CANCELADA, E OS RECURSOS FORAM CORRIGIDOS COMO SE FOSSE A PROVA NORMAL, SEM NENHUMA ORIENTAÇÃO EXTRA.
AGORA O QUE RESTA É ESPERAR.
5 de Dezembro de 2009 13:47"
**** Não seria uma banca para os recursos? Que edital é esse!!!!!!!!! O se isso for verdade temos mais um ponto crítico nesta história. Estou passada.....

ELPREDADOR 5 de dezembro de 2009 19:09  

GENTE, PELO AMOR DE DEUS! ISSO É UM ABSURDO, ELES NOS TRATAM COMO SE ESTIVESSEM FAZENDO-NOS ALGUM FAVOR, MUITO PELO CONTRÁRIO, NÓS ESTAMOS A EXIGIR UM TRATAMENTO DIGNO, SOMOS SERES HUMANO, ONDE FICA A NOSSA DIGNIDADE? INFELIZMENTE NÃO TEMOS UM PENSAMENTO E POSICIONAMENTO UNIFICADO, POIS SERIA O MOMENTO DE BOICOTAR ESSE EXAME, SEM DINHEIRO ELES PASSARIAM SER UMA PIADA...ESTAMOS DESDE ONTEM (DIA 4) AGUARDANDO ESSA TÃO ALMEJADA DELIBERAÇÃO DA REUNIÃO, É MUITO SOFRIMENTO E NÃO SE TEM A QUEM RECORRER, PODE? ABSURDO!!!

Benedita 5 de dezembro de 2009 19:14  

Caros colegas,
VEJAM O EXEMPLO QUE DEVERIA SER SEGUIDO PELA OAB:
"O Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade) de 2009 terá 11 questões anuladas por problemas de redação e formulação. A decisão foi tomada pela comissão de especialistas que faz as diretrizes da prova, mas ainda não foi comunicada oficialmente ao Instituto Nacional de Estatísticas e Pesquisas Educacionais (Inep), que aplica e corrige a avaliação.
PUBLICIDADE
A comissão considerou que as perguntas a serem anuladas tinham enunciados dúbios, que podiam induzir o aluno ao erro, ou mesmo mais de uma resposta que podia ser considerada correta. Apesar de 15 áreas terem sido avaliadas este ano, as anulações aconteceram apenas nas provas de Comunicação Social, que consistia de 10 perguntas comuns a todas as áreas, 15 comuns à Comunicação como um todo e 15 específicas por curso.
Caíram as questões 18 e 19 de Comunicação em geral; 30, 33 e 35 de Jornalismo; 33 e 37 de Publicidade; 34 e 36 de Relações Públicas e 34 e 38 de Cinema. Com a mudança, a correção passará a considerar como correta qualquer resposta dada a essas perguntas.
A comissão decidiu analisar a prova depois que reportagens apontaram questões consideradas dúbias ou mesmo com propaganda do governo. Uma delas, a mais polêmica, é a 19 da prova geral de comunicação. Dizia, em seu enunciado, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia sido criticado por ter considerado a crise econômica mundial uma "marolinha" no Brasil, mas que hoje a imprensa internacional confirmava sua previsão.
O aluno era instado a responder se as críticas haviam sido, por parte da mídia brasileira, uma "atitude preconceituosa", "irresponsabilidade", "livre exercício da crítica", "manipulação da mídia", ou "pré-julgamento". A resposta certa era livre exercício da crítica, mas o enunciado poderia levar o estudante ao erro por se tratar de uma prova aplicada pelo governo ou mesmo ser afetada pelas suas próprias posições políticas.
A questão 18 pergunta se a telefonia móvel, com os novos recursos que possui, pode ser considerada uma nova mídia. No entanto, o estudante precisa responder qual é a certa entre cinco frases confusas e que repetem conceitos.
Uma das questões polêmicas, no entanto, não foi anulada. A questão três da prova geral de comunicação usa como enunciado uma campanha do governo para diminuir o uso dos sacos de supermercado. A pergunta era porque essa campanha terá sucesso"
Tomara tenham anulado a peça, é a justa forma de decisão.

Benedita

Joállyah 5 de dezembro de 2009 19:22  

ME AJUDE MEU DEEEEEUUUUUSSSSSSSSSSSS

eduardo 5 de dezembro de 2009 19:26  

Vi agora no orkut que JH já afastou a possibilidade de anulação da peça!!! alguem sabe algo mais?

anulaçao foi descartada twiter JH

ciciliotti 5 de dezembro de 2009 21:15  

a OAB só quer saber de ARRUDA...como se só existisse esse problema para resolver....

Paulo Sergio 7 de dezembro de 2009 12:10  

PABLO...

TEMOS QUE COMEÇAR A MOVER PROCESSOS CONTRA AS INSTITUIÇÕES QUE NOS PREJUDICAM, CESP, MEC ---CESPE POR NÃO VERIFICAR AS QUESTÕES ANTES DE PUBLICAR O CADERNO E O MEC POR SER RESPONSAVEL DIRETO PELO NÃO INGRESSO DO BACHAREL EM DIREITO NO MERCADO DE TRABALHO, E QUEM PAGA OS DANOS MORAIS CAUSADOS E O DANO MATERIAL, POIS ESTE EXAME É MUITO CARO POR NÃO SER EXAME DE CONCURSO.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP