São Paulo adere ao exame unificado.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

De acordo com o site Consultor Jurídico, o Presidente da Seccional Paulista, Luiz Flávio D'Urso, afirmou que São Paulo irá aderir ao próximo exame unificado, faltando apenas a formalização do acordo.

Segue o link com a notícia:

18 comentários:

Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 14:10  

Mais do que justo.
Agora sim de igual pra igual!
Quero ver os paulistas se gabando do resultado.

(Na verdade, tive uma intuição com relação ao caso. Alto índice de aprovação em um lugar, alto índice de reprovação no restante. Seria já premeditado a unificação em SP?)
Abraços

Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 15:33  

Ô, anônimo astrólogo,
em primeiro lugar, vc acha que as coisas são feitas de uma hora prá outra??? Talvés as suas premonições.
E além do mais, quando é que alguns de vcs. do unificado vai se conscientizar de que o nível de exigência dese exame irracional é igual em todo o lugar?
E, por fim, não existe concorrência entre SP e outros estados, pois o concurso não é eliminatório, mas sim, classificatório, ou seja, passa quem tiver capacidade para tal.
Esta discussão neste blog já está indo além da conta, no entanto, cuidado para não "queimar a língua" quando sair o resultado do próximo exame.

João Ribeiro Schwartz

Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 16:07  

Agora só falta Minas Gerais participar do certame.

Denis,  12 de fevereiro de 2009 17:01  

como tem "advogado" ignorante... desde quando a prova de SP é mais ou menos dificil que a nacional? se pensarmos assim, como ficam aqueles formados antes de 1994 que nao precisaram de exame de ordem?
Pq eles nao prestaram exame de ordem sera que sabem menos que um candidato que fez 80 pontos na primeira fase e tirou 10 na segunda? Infelizente a pratica da advocacia nao tem nada haver com essa prova de aptidao aplicada. Alias, são pessoas como vc "anonimo" que ARROGANTEMENTE decepcionam a nossa classe.

Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 17:44  

Que discussão besta!!!!
Pelo menos agora parece que não vai ter motivo pra continuar.

Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 19:51  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 19:53  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo,  12 de fevereiro de 2009 20:40  

Olha gente, eu sou de SC e fiz o exame unificado lá, e agora fiz aqui em SP, sou testemunha que aqui este foi bem mais complicado, não tem nada haver o que vcs estão discutindo, o que acontece aqui é que os cursinhos estão bem preparados para te orientar a passar nessa prova que não mede conhecimento algum,talvez por esse motivo a aprovação foi maior, o que já não acontece em SC, lá já não temos essa preparação.
Eu achei o unificado mais fácil, cada um tem sua opnião, talvez agora aqui em SP a aprovação vai ser de 70% rsrs..
Pessoal vamos gastar nossas energias com coisas mais produtivas, quem já passou estude para ser um bom profissional, e quem não passou ainda BOA SORTE A TODOS,FAÇAM UMA OTIMA PROVA!

Anônimo,  13 de fevereiro de 2009 00:06  

Boa noite a todos!!

Dias atrás critiquei as idéias de uma paulista, que no meu entender foi infeliz nas suas colocações, demonstrando-se corporativista, preconceituosa referente aos outros Estados e um tanto prepotente, neste sentido não posso deixar de chamar atenção para os que estão criticando os paulistas.
Pessoal, não desvia o foco, quem merece crítica é a oab que faz do exame da ordem uma reserva de mercado.
Temos que continuar usando o blog como uma ferramenta de ajuda mútua, e não para fazer ataques infantis contra colegas de outros Estados.
Unidos somos mais fortes para enfrentar os desafios.
Carlos - rj

Anônimo,  13 de fevereiro de 2009 01:24  

Assinar com "aplicadora de prova" q, além da errata, anula + 9, como quer acreditar a colega nos comentários ao lado, é sinonimo de preguiça de trabalhar, jamais de aprimorar qualidade.

Anônimo,  13 de fevereiro de 2009 10:37  

É errado corrigir? Talvez é com Z. Discutamos, mas por favor escravamos corretos também!!! Tiraram meu comentário acima, porque estav corrigindo erros de Português. Não participo mais desse blog!!!

Anônimo,  13 de fevereiro de 2009 20:52  

Gente acorda vai, olha em primeiro lugar não quero ser arrogante nem agressivo, serei realista.
O exame da oab realizado em SP aprova mais não porque é mais facil como foi dito acima, como é de saber notório de todos, SP é um Estado mais evoluido que outros em vários aspectos, incluido o nível didatico dos cursinhos que ajudam muita gente a passarem. Reconheco que há faculdades horríveis sim, mas muitas tb ótimas, e a melhor delas esta aqui em SP.
Concluindo, o exame de SP não é mais facil que o unificado, pra não dizer ao contrário, mas veremos de agora pra frente quem se sai melhor.
ahhh sem esquecer que aqui em SP o numero de bachareis que prestam a prova dão uns 3 estados juntos.

Maurício Gieseler de Assis. 14 de fevereiro de 2009 00:35  

"SP é um Estado mais evoluido que outros em vários aspectos".

Esse comentário prepotente (e provinciano) já desqualificou seu argumento.

A prova de São Paulo É mais fácil que o exame unificado, e isso não é mera opinião, é constatação prática.

Eu espero que São Paulo vá muito bem no próximo exame, mas certas coisas, só o tempo dirá...

Anônimo,  14 de fevereiro de 2009 02:44  

Com muito respeito venho a descordar da opnião do caro colega Maurício acima.
Pois acho sim que "o estado de SP mais evoluido que outros em muitos aspectos", esta correta a colocação desse anonimo, sou natural do estado de Goias, moro atualmente no RJ, mas já trabalhei e morei em SP, e sei o que significa esta frase.
Sou professor de curso preparatório para OAB, e sei do conforto que o paulista tem para se prepar o exame.

" prova de São Paulo É mais fácil que o exame unificado, e isso não é mera opinião, é constatação prática."

prova da ordem são todas iguais, a tensão do aluno tb é igual do Oiapoque a Chuí.

sem essa de constatação pratica que o unificado é mais dificil pois isso é lenda.

sejam bem vindos paulistas ao exame unificado.

"ninguém é proprietário do saber humano. Na longa via do aprendizado, somos todos peregrinos. O caminhante de hoje é o guia de amanhã. De alguma forma os que ensinam aprendem, e os que aprendem, de alguma forma, ensinam"

Maurício Gieseler de Assis. 14 de fevereiro de 2009 03:28  

Prezado anônimo acima. Tal afirmaçõa de superioridade é um descalabro sob o ponto de vista sociológico. Além disso é provinciano e chauvinista. Não tenho dúvidas que o Estado de São Paulo é, economicamente, mais abastado: isso é uma constatação pragmática. Mas daí pressupor que os os estudantes paulistas são melhores...aí vai um tremendo abismo.

E tenho certeza de que vc não resolveu as provas do exame unificado e do exame paulista. Se o fizer, verá que não é lenda. A prova paulista é puramente dogmática, sem grandes dificuldades de interpretação. O exame nacional, principalmente esse último, apesar de também quase todo dogmático, exige uma atenção e uma interpretação muito mais acentuados dos candidatos. E mesmo assim, se não achares isso, sua opinião será minoritária, pois na nossa comunidade no Orkut ela é prevalente. Caso não a conheça, o link é esse: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=47200877

Por fim, concordo com o provérbio abaixo...bem bonitinho.

Anônimo,  14 de fevereiro de 2009 12:23  

Caro Dr. Maurício,
não entendo quando diz que a prova do unificado não é mais dogmática do que a "antiga" de SP.
Penso que trata-se de prova objetiva, valendo como resposta correta a letra da lei, não dando vazão para interpretações extensivas.
Agora, se as perguntas do unificado incidem sobre assuntos menos corriqueiros no mundo acadêmico, logo mais difíceis de ser constatadas, concordo com a superior dificuldade do exame unificado.
Porém, com todo o respeito, isto não quer dizer que certa prova é mais difícil que a outra, mas sim, que a intenção do avaliador é "pegar" os candidatos na reprovação.
Logo, insisto que as provas são idênticas em sua aplicação e possibilidade de resposta, sem diferenças, variando claro, o nível de preparação do candidato.

Abr.
Leonidas Sossai

Anônimo,  14 de fevereiro de 2009 12:52  

Pessoal. Alguém sabe me explicar o que mudará para o candidato, o fato de SP aderir ao exame nacional?

Anônimo,  31 de março de 2009 12:56  

Bom para começar concordo com o professor Leônidas, pois ja estudei em 3 estados diferentes incluindo SP, e posso afirmar categoricamente que SP está sim em um patamar um pouco mais elevado que os outros Estados, pois como afirmaram acima, o Estado tem um potencial econômico notoriamente maior que os outros isso torna SP um pólo cultural e acadêmico. Além de concentrar duas das maiores acadêmias de Direito do Brasil USP e Mackenzie, ainda o Estado tem uma quantidade de processos bem superior a média de outros, bem como recursos impetrados em esféras federais, STJ e STF. O que torna SP efetivamente o pólo do Direito brasileiro. Ai podem falar quantidade não é qualidade, concordo, mas a experiência advém com a prática e esses dados comprovam a prática aplicada em SP portanto experiência adquirida com maior velocidade e repassada ao mesmo tempo.
Agora o que vai determinar o grau de dificuldade do exame é a preparação de cada pretendente, e por tudo que já disse acredito no imenso potencial pedagógico dos cursinhos de SP, muitos máquinas de fazer dinheiro porém em igual proporção os que preparam com excelência seus alunos.

M.A

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP