Cespe/UnB adota a reforma ortográfica

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Com a homologação do acordo ortográfico da língua portuguesa, muitos candidatos manifestaram dúvidas sobre o que poderá ser cobrado em prova. Saber o que estudar e como os textos serão corrigidos são perguntas frequentes dos participantes de concursos e seleções promovidos pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Por isso, os professores Marcus Vinícius Soares, coordenador acadêmico do Centro, e Márcia Pacifici, revisora de língua portuguesa do Centro, esclarecem as principais dúvidas referentes ao acordo ortográfico.

“O Cespe/UnB toma todos os cuidados para não prejudicar os candidatos. Essa mudança não será um problema”, garante Pacifici. Porém, isso não quer dizer que o conteúdo não será cobrado. Segundo a revisora, os candidatos devem atualizar seus conhecimentos de língua com base nas novas regras, assim como os juristas estudam as novas emendas de uma lei. “Até 2012, ambas as formas de escritas serão aceitas. Quanto antes os candidatos assimilarem as mudanças, melhor para o seu desempenho”, aconselha.

DÚVIDAS FREQUENTES

- Que tipo de ortografia o Cespe/UnB usará em suas provas?
As provas serão redigidas de acordo com a nova norma ortográfica vigente, inclusive com textos de referência adaptados às mudanças dessa reforma.

- Que ortografia será aceita nas respostas das provas discursivas?
Nas provas discursivas – em atendimento ao que está estabelecido no Decreto n.o 6.583, de 29 de setembro de 2008 – serão aceitas como corretas, até 31 de dezembro de 2012, ambas as ortografias, isto é, a forma de grafar e de acentuar as palavras vigente até 31 de dezembro de 2008 e a que entrou em vigor em 1.o de janeiro de 2009.

- A nova norma ortográfica será cobrada como conteúdo das avaliações do
Cespe/UnB?
Os candidatos devem estar preparados para responder a questões objetivas acerca da nova ortografia, principalmente os que participem de seleções para revisores e professores de língua portuguesa. Isso não significa que os candidatos de outras áreas não devam também conhecer e estudar as mudanças ortográficas.

- Como fica a correção das provas discursivas e redações?
As bancas de correção já estão devidamente orientadas para aceitar ambas as formas de escrita durante o período de transição.

- Nos concursos com editais de 2008 e provas em 2009, como fica a cobrança de conteúdo?
No edital dessas seleções, consta a cobrança de conteúdo da ortografia vigente, ou seja, da norma portuguesa da época. Portanto, não será cobrado nenhum conteúdo referente à reforma da língua portuguesa.

- Com relação ao vestibular e ao PAS, também será cobrado esse conteúdo?
A nova norma ortográfica poderá ser cobrada a partir dos próximos processos de admissão da Universidade de Brasília.

- Os candidatos correm o risco de ser prejudicados em razão da reforma ortográfica na hora de fazer uma prova?
Nas provas discursivas, como ambas as ortografias serão aceitas como corretas, não haverá problema algum. Os candidatos podem ficar tranquilos nesse sentido. O Cespe/UnB está tomando todas as providências para que a nova norma não se transforme em um problema para os participantes.

Da Assessoria Técnica de Comunicação do Cespe/UnB

2 comentários:

ThE 7Th SoN oF tHe WiCkEr MaN 4 de fevereiro de 2009 17:59  

HAHAHAHAHA
essa cespe tah querendo sacanear mesmo...
é proibido exigir a nova lei antes dos 3 anos de adequação...
mais um belo motivo para mandado de segurança...

Anônimo,  10 de fevereiro de 2009 14:32  

Mas um belo motivo pra você ir estudar.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP