Exame da OAB/SP aprova 43% dos bacharéis na 1ª fase

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

A Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB SP antecipou para essa segunda-feira (19/1), a divulgação da lista dos aprovados na primeira fase do Exame de Ordem 137, realizada no dia 11 de janeiro. Ao todo, se inscreveram 23.030 candidatos e a abstenção foi de 3%. Foram habilitados para a segunda fase 9.896 candidatos, equivalente a 43%. No interior, as cidades com maior número de aprovados foram: Campinas – 656, São Bernardo do Campo/São Caetano do Sul – 589, Santos – 406 e São José do Rio Preto – 320.

“Este resultado é o melhor das últimas provas aplicadas pela OAB SP. No Exame 134 foram aprovados 39,80% (janeiro/08), no Exame 135 - 31,5% (maio/08) e no Exame 136 - 34,51% (setembro/08). Esperamos que na segunda fase do Exame de Ordem, os bacharéis tenham um aproveitamento igualmente satisfatório”, diz Luiz Flávio Borges D´Urso.

Os candidatos não aprovados na primeira fase poderão recorrer de 21 a 23 de janeiro à Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB SP, por meio do Sistema Eletrônico de Interposição de Recurso, no site www.oabsp.org.br. De acordo com o Edital, o candidato deve expor todas as razões antes de imprimir o recurso. Após a impressão, o sistema não permitirá ao candidato alteração e/ou adição de outros argumentos recursais.



A segunda fase do Exame de Ordem está prevista para acontecer no dia 15 de fevereiro e inclui Prova Prático-Profissional dividida em duas partes distintas: a) redação de peça profissional, privativa de advogado; e b) cinco questões práticas, sob a forma de situações-problema. Tanto a peça profissional como as questões práticas versam sobre a área do Direito escolhida pelo candidato na ficha de inscrição.

Esta prova terá duração de 5 horas e permitirá consulta à legislação, livros de doutrina e repertório de jurisprudência. Não será permitida a utilização de sinopses e roteiros de peças jurídicas, dicionários jurídicos e obras que contenham formulários e roteiros de peças jurídicas, além de questões sob a forma de perguntas e respostas, modelos e anotações pessoais, apostilas - mesmo editadas sob a forma de livro - e outras publicações sobre concurso de exame de ordem.

Também nessa fase, estão proibidas agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, Bips, walkman ou outro receptor de mensagem, assim como o uso de lápis, lapiseira, borracha e/ou corretivo de qualquer espécie, protetores auriculares, relógios de qualquer espécie, óculos escuros ou qualquer tipo de chapéus ou boné. O candidato flagrado portando qualquer um dos itens vetados, pode ter sua prova anulada.

15 comentários:

gustavo,  20 de janeiro de 2009 00:51  

o alto índice de aprovados pode comprometer a anulação de algumas questões??? você acredita na anualção de, pelo menos, 3 questões???
abraços e parabéns pelo blog

Matheus 20 de janeiro de 2009 01:10  

sinceramente, com todo respeito, a prova de sp foi bem mais fácil que a unificada!

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 07:49  

Concordo com vc Mateus.... a prova de SP era para ter dado mais de 50% de aprovados, vamos combinar, que a prova estava muito facil, quem reprovou nesta prova é pq naum quer ser advogado....

Bruno 20 de janeiro de 2009 08:56  

Concordo com os comentários acerca do nível da prova de São Paulo. Estava estudando pra unificada e resolvi algumas provas, e achei essa de São Paulo a mais fácil que vi, juntamente com a da OAB-MG 2008.2

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 10:50  

As questões de constitucional principalmente, foram be-a-bá...

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 11:41  

É uma discrepância tremenda entre as duas provas.

Letícia,  20 de janeiro de 2009 12:24  

Em vez de ficarem reclamando venham prestar em SP então... huahuahua

Fora que a prova do outro sempre parece mais fácil... é do ser humano isso.

SP tbém acha a prova de vcs mais fácil... hehe

Constitucional foi fácil mesmo... mas e o resto? Até trabalho estava difícil... ética impossível...

Mta gente de SP presta fora por isso... pq acham os outros Estados mais fácies... façam o mesmo, oras!!!

É fácil falar que é mais fácil depois de ter o gabarito em mãos... =)

A 2ª fase geralmente é cabeluda e pelo que vejo o pessoal passa aqui com 6 em cima... tamanha a dificuldade...enqto q no RJ por ex...choveee 9,5 e 10,0. O critério de avaliação me parece BEM diversificado.

Letícia,  20 de janeiro de 2009 12:27  

Ah sim...DETALHE que 3 cursinhos que resolveram extra oficialmente a prova não só não conseguiram gabaritar como divergiram em 10 (DEZ) questões...

Isso que é prova fácil!!!!!!!!! haha

Matheus 20 de janeiro de 2009 12:46  

Ok Leticia, respeito sua opinião. Peço apenas então que vc mostre as duas provas para um terceiro isento e peça para que ele opine sobre as questões!
Aliás com relação a troca de estado, discordo de vc! Escuto apenas comentários de pessoas indo pra SP, e não de SP vindo pra prestar a prova do unificado.
Mas enfim, as palavras do anônimo acima retrata a verdade nua e crua: "imensa a discrepância".
E Bruno, acho o mesmo que vc.

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 13:33  

É Letícia
Convenhamos: verifiquei a prova de São PAulo uns dias antes da minha aqui no MA e constatei que a facilidade foi gritante. Tente responder a nossa amiga. Foi vai ficar coma cabeça dormente de pensar!!
Ah só mais uma coisa!! Aqui no MA a gente passa no exame de ordem viu mesmo sendo dificil hohoho
Vc é de SP né? com certeza!!!

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 13:35  

Leticia saia um pouco mais da esfera do de SP e RJ.

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 13:40  

O cespe tá querendo forçar a barra fazendo uma prova fácil para que o número de aprovados suba!!
É claro!! quero mostar resultados facilito as coisas não é? ou seja visto de príncipe um mendigo

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 15:58  

Letícia, por um acaso você viu as divergências entre os gabaritos extraoficiais do exame unificado dos cursinhos? Se há divergência gritante entre esses gabaritos, imagine entre esses e o do CESPE...

Eu resolvi a prova de SP antes de sair o gabarito oficial, para estudar, e se a tivesse feito passaria tranquilamente... Já no unificado, em nenhum dos gabaritos que saíram eu fiz mais de 50! E não falo como uma pessoa de fora... Eu sou paulista, mas moro no DF há alguns anos. Porque você acha que SP não unifica logo também o exame, já que é o CESPE que elabora também? É o que todos esperam, para ver se o nível da prova abaixo um pouquinho.

Anônimo,  20 de janeiro de 2009 17:25  

Colegas, acho que a discussão não é bem esta: se a prova de certo estado é mais fácil ou mais difícil do que outros. A idéia é levar em consideração a diversidade de alunos que existe em SP provenientes de diversas instituições de ensino. Das melhores às piores. De qualquer forma, SP do jeito que é, e pela quantidade de diferentes pessoas, o índice de aprovação já significa uma bela vitória.
Mas em um ponto a Letícia tem razão: a resolução da prova com o gabarito em mãos e, principalmente, sem a pressão do momento da prova, se torna muito mais agradável, para não dizer, mais fácil.

Abr.
Victor

Letícia,  20 de janeiro de 2009 17:40  

Sou contra a prova unificada. Cada Estado deveria ter a sua... as realidades de cada Estado são totalmente diferentes.

É um abusurdo querer que o Brasil inteiro pense igual...

Bom, sou de SP e é a primeira vez que tivemos um índice tão alto de aprovação...se vcs acham mais fácil, azar de vcs e sorte a nossa então!!!!! rs

Já disse... vcs que venham pra SP fazer nossa prova minha gente... economizarão até um troquinho...rs
Ouvi dizer que vcs pagam R$ 200,00... aqui é um pouquinho a menos...rs

Pq vcs nao se indentificam? São inúmeros anônimos... gente, não vou comprar briga no blog do Maurício... a idéia dele com certeza não é criar polêmica, mas nos ajudar. Fácil ou difícil o importante é passar e ter a carteira... cada um mostará sua competência qdo estiver advogando...

Tá cheio de "mané" por aí advogando q Deus sabe como tem a imensa sorte de passar nessas provas. E prova objetiva não avalia conhecimento nenhum... quem é bom de chute pode até se dar bem...

Como diz meu prof de tributário... tem gente mtooo mais burra q vcs com a Carteirada OAB por aí e vcs aqui...estudando!!!

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP