Aluna universitária é condenada a indenizar professor por danos morais

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Aluna do curso de direito de uma faculdade em Taguantinga/DF é condenada pela 1ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do DF a pagar 5 mil reais de indenização por danos morais a um professor, por tê-lo xingado, além de ameaçá-lo fisicamente. A Turma Recursal confirmou sentença do juiz do 3º Juizado Cível de Taguatinga e majorou a condenação inicialmente arbitrada em 3 mil para 5 mil reais.

Consta dos autos que, após ter sido pega colando e ter tido a prova recolhida pelo professor, a universitária passou a xingá-lo de vários impropérios. Ao sair da sala de aula, batendo a porta, a aluna ainda o ameaçou e, na frente dos colegas, disse que ele iria apanhar na saída da aula.

Citada da ação, a estudante contrapôs o pedido do autor, sob o argumento de que ela fora ofendida e humilhada pelo professor no momento da cola. Porém, testemunhas trazidas aos autos confirmaram as alegações do docente, e afirmaram que ele se manteve educado e calmo durante as ofensas, tendo apenas recolhido a prova e o código da estudante. As testemunhas afirmaram, também, que o fato foi bastante repercutido nos corredores da instituição de ensino.

O juiz do 3º Juizado Cível de Taguatinga condenou a estudante a pagar 3 mil reais de danos morais ao professor, mas, após recurso de ambas as partes, a 1ª Turma Recursal confirmou a condenação da estudante e aumentou o valor indenizatório para 5 mil reais.

Segundo o relator do recurso, ninguém pode ser destratado nem ser motivo de chacota por quem quer que seja, ainda mais diante de grande público. E ressaltou: "Um aluno deve ter um mínimo de postura e respeito à autoridade máxima dentro de sala de aula. Uma ofensa gratuita contra um professor é um desrespeito à educação, ao corpo docente, aos colegas e a si próprio".

Nº do processo: 2007.07.1.020422-3

Fonte: TJDFT

3 comentários:

Anônimo,  15 de janeiro de 2009 12:11  

Mais um caso que o professor usa de coação para que alunos deponham contra outros alunos... Que vergonha...
É esse o Brasil, e ainda a aluna vai ter que pagar para o professor que provavelmente deve ser um destes da nova safra de professores que alegam cola á alunos inocentes, e pereseguem quem faz perguntas capiciosas em sala...
Sinto-me envergonhado de viver num Brasil onde até em sala de aula o poder está concentrado e pode-se fazer este tipod e terrorismo...
A aluna á meu ver tinha plena razão em defender-se e ainda sendo humilhada deveria ela a ser indenizada!!!
Pobre Brasil... pobre pobre Brasil!!!

Anônimo,  15 de janeiro de 2009 12:13  

Triste, coitada da aluna, ela tenta se defender de acusações improvadas e acaba na cadeira dos réus.
Triste mesmo!

Anônimo,  15 de janeiro de 2009 19:26  

ESSA DECISÃO FOI MUITO ACERTADA. POIS NO A ALUNA FOI FLAGRADA COLANDOOO E ASSIM NÃO TINHA NADA O QUE DIZER, ELA ERROU E AINDA SAI DESTRATANDO O PROFESSOR QUE EM SALA DE AULA É A AUTORIDADE MAXIMA E DEVE SER RESPEITADA! A ÚNICA COISA QUE ESSA ALUNA TINHA A FAZER ERA IR EMBORA SEM DIZER NADA. NÃO HÁ ARGUMENTOS CONTRA OS FATOS.

Postar um comentário

  © Blogger template The Professional Template II by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP